Guia de implantação do SAP NetWeaver na Solução Bare Metal

Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Neste guia, abordamos os aspectos da configuração de um ambiente da solução Bare Metal, que são exclusivos ou relevantes para os aplicativos do SAP NetWeaver e da SAP.

Em um ambiente da solução Bare Metal, instale o SAP NetWeaver e outros softwares da SAP seguindo a documentação da SAP.

Este guia também abrange a instalação e a configuração dos serviços fundamentais do Google Cloud para SAP que são necessários ou opcionais para o SAP NetWeaver em um ambiente da Solução Bare Metal.

Para ter uma visão geral do SAP NetWeaver na solução Bare Metal e ajudá-lo a planejar sua implantação, consulte o Guia de planejamento do SAP NetWeaver na solução Bare Metal.

Etapas avançadas

Na lista a seguir, mostramos as etapas gerais que você precisa concluir para implantar o SAP NetWeaver na solução Bare Metal depois que o Google Cloud notifica que as máquinas estão prontas.

  1. Conclua a conexão com as novas máquinas seguindo a documentação da solução Bare Metal. Para ver os procedimentos de configuração, consulte Como configurar o ambiente da solução Bare Metal na documentação da solução Bare Metal.
  2. Valide a configuração da máquina para o SAP NetWeaver.
  3. Estabeleça uma conexão com a Internet para atualizações de software; Consulte Como acessar a Internet na documentação da solução Bare Metal.
  4. Estabeleça uma conexão com as APIs do Google Cloud. Consulte Como configurar o acesso a APIs e serviços do Google Cloud na documentação da solução Bare Metal.
  5. Configure o acesso a um servidor Network Time Protocol (NTP), que não será coberto neste guia.
  6. Configure um servidor DNS, que não é abordado neste guia.
  7. Instale o agente de monitoramento do Google Cloud para SAP NetWeaver.

Como validar a configuração da máquina para o SAP NetWeaver

Ao fazer login nas máquinas pela primeira vez, é necessário confirmar se a configuração da máquina corresponde ao seu pedido.

Para informações sobre a validação da máquina da solução Bare Metal, consulte Como fazer login em uma máquina da Solução Bare Metal pela primeira vez.

Configurar contas de serviço de aplicativos

Qualquer programa de aplicativo, agente ou processo que acesse recursos do Google Cloud a partir de um ambiente de solução Bare Metal precisa ter uma conta de serviço do IAM para autenticação e autorização.

Para criar uma conta de serviço:

  1. No Console do Google Cloud, acesse a página Contas de serviço.

    Acessar a página "Contas de serviço"

  2. Selecione seu projeto do Google Cloud.

  3. Clique em Criar conta de serviço.

  4. Especifique um nome para a conta de serviço e, opcionalmente, uma descrição.

  5. Clique em Criar e continuar.

  6. No painel Conceder acesso para a conta de serviço ao projeto, selecione os papéis que contêm as permissões de que o aplicativo precisa.

    Por exemplo, o agente fence_gce usado em clusters de alta disponibilidade precisa da permissão baremetalsolution.service.resetInstance, que está incluída nos papéis do IAM roles/baremetalsolution.editor e roles/baremetalsolution.admin.

  7. Clique em Continuar.

  8. Conceda aos outros usuários acesso à conta de serviço, conforme adequado.

  9. Clique em Concluído.

  10. Na página Contas de serviço no console do Google Cloud, clique no endereço de e-mail da conta de serviço que você acabou de criar.

  11. No nome da conta de serviço, clique na guia Chaves.

  12. Clique no menu suspenso Adicionar chave e selecione Criar nova chave para criar uma chave de conta de serviço.

  13. Aceite JSON como o tipo de chave e clique em Criar. Uma chave privada é salva em seu computador.

  14. Faça upload do arquivo de chave JSON para um local seguro nos servidores da solução Bare Metal que possa ser acessado pelos aplicativos que o exigem.

  15. Configure seus aplicativos para acessar o arquivo de chave JSON.

    Por exemplo, ao criar o recurso de cluster de alta disponibilidade que usa o agente fence_gce, especifique o caminho e o nome do arquivo de chave JSON nas propriedades de configuração fence_gce.

Para mais informações sobre as contas de serviço do IAM, consulte:

Como confirmar a conectividade com os servidores de aplicativos

Confirme se você tem conectividade de rede entre o servidor de banco de dados e os servidores de aplicativos.

Verifique se as regras de firewall do Google Cloud e do sistema operacional convidado permitem o tráfego entre os servidores.

Como instalar o SAP NetWeaver na solução Bare Metal

Para instalar o SAP NetWeaver em uma máquina host da Solução Bare Metal, é preciso seguir a documentação de instalação da SAP para sua versão do SAP NetWeaver.

Para encontrar a documentação de instalação da sua versão do SAP NetWeaver, consulte o portal de ajuda SAP (em inglês).

Como instalar o agente de monitoramento para SAP NetWeaver

Instale o agente de monitoramento para SAP NetWeaver em um servidor da Solução Bare Metal ao executar qualquer instância do sistema SAP nele, incluindo o SAP HANA.

Para instâncias do SAP NetWeaver em execução em um servidor da Solução Bare Metal, o agente de monitoramento para SAP NetWeaver é necessário quando o SAP NetWeaver está conectado a qualquer um dos seguintes bancos de dados:

  • SAP HANA
  • SAP Adaptive Server Enterprise (ASE)
  • SAP MaxDB
  • IBM Db2

Quando você instala o agente de monitoramento para SAP NetWeaver em um servidor da Solução Bare Metal, o agente não recupera dados do Cloud Monitoring.

Para uma visão geral das ações de instalação, consulte esta página.

Como instalar o agente de monitoramento para SAP NetWeaver

Selecione a versão do agente de monitoramento:

Versão 2.0

Para instalar o agente de monitoramento do SAP NetWeaver, selecione seu sistema operacional e siga o procedimento:

Linux

Crie o arquivo de configuração

Você precisa criar um arquivo configuration.yaml no servidor da Solução Bare Metal para ativar o agente de monitoramento do SAP NetWeaver para esse servidor.

Para criar o arquivo de configuração, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão SSH com sua VM do host.

  2. Crie o arquivo configuration.yaml no seguinte diretório:

    /tmp/gcpsapdeps/configuration.yaml
  3. No arquivo configuration.yaml, inclua a seguinte linha:

    bare_metal: true

Adicionar o repositório RPM do Google Cloud à lista de repositórios do SO

É necessário adicionar o URL do repositório RPM do Google Cloud para o agente à lista de repositórios de pacotes do sistema operacional. A maneira como você adiciona um repositório é diferente se está usando um sistema operacional Red Hat ou SUSE.

Adicionar um repositório ao RHEL

Para adicionar o repositório RPM do Google Cloud ao RHEL, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão SSH com sua VM do host.

  2. Execute o comando a seguir depois de substituir RHEL_VERSION pelo número da versão do sistema operacional. Por exemplo, substitua RHEL_VERSION por 7 para RHEL 7 ou 8 para RHEL 8. Talvez seja necessário rolar para ver RHEL_VERSION.

    sudo tee /etc/yum.repos.d/google-sapnetweavermonitoring-agent.repo << EOM
    [google-sapnetweavermonitoring-agent]
    name=Google Cloud monitoring agent for SAP NetWeaver
    baseurl=https://packages.cloud.google.com/yum/repos/google-sapnetweavermonitoring-agent-elRHEL_VERSION-\$basearch
    enabled=1
    gpgcheck=0
    repo_gpgcheck=1
    gpgkey=https://packages.cloud.google.com/yum/doc/yum-key.gpg
    https://packages.cloud.google.com/yum/doc/rpm-package-key.gpg
    EOM
Adicionar um repositório ao SLES

Para adicionar o repositório RPM do Google Cloud ao SLES, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão SSH com sua VM do host.

  2. Emita o comando a seguir depois de substituir SLES_VERSION pelo número da versão do sistema operacional. Por exemplo, substitua SLES_VERSION por 12 para SLES 12 ou 15 para SLES 15. Talvez seja necessário rolar para ver SLES_VERSION.

    zypper addrepo --gpgcheck-allow-unsigned-package --refresh \
    https://packages.cloud.google.com/yum/repos/google-sapnetweavermonitoring-agent-slesSLES_VERSION-\$basearch google-sapnetweavermonitoring-agent

Instalar o agente

Para instalar o agente de monitoramento do SAP NetWeaver, use o gerenciador de pacotes do SO.

Para instalar o agente, selecione seu sistema operacional e siga o procedimento:

RHEL

  1. Estabeleça uma conexão SSH com sua VM do host.

  2. Use o comando a seguir:

    sudo yum install google-sapnetweavermonitoring-agent

SLES

  1. Estabeleça uma conexão SSH com sua VM do host.

  2. Use o comando a seguir:

    sudo zypper install google-sapnetweavermonitoring-agent

Windows

Crie o arquivo de configuração

Você precisa criar um arquivo configuration.yaml no servidor da Solução Bare Metal para ativar o agente de monitoramento do SAP NetWeaver para esse servidor.

Para criar o arquivo de configuração, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão RDP com sua VM do host.

  2. Crie o arquivo configuration.yaml no seguinte diretório:

    C:\gcpsapdeps\configuration.yaml
  3. No arquivo configuration.yaml, inclua a seguinte linha:

    bare_metal: true

Instalar o agente

Para instalar o agente, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão RDP com sua VM do host.

  2. Execute o comando a seguir como administrador na VM do host:

    . { Invoke-WebRequest -useb https://storage.googleapis.com/cloudsapdeploy/netweaver-agent-windows/install.ps1 } | iex

Versão 1.0

Para instalar o agente de monitoramento do SAP NetWeaver, selecione seu sistema operacional e siga o procedimento:

Linux

Crie o arquivo de configuração

Você precisa criar um arquivo config.yaml no servidor da Solução Bare Metal para ativar o agente de monitoramento do SAP NetWeaver para esse servidor.

Para criar o arquivo de configuração, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão SSH com sua VM do host.

  2. Crie o arquivo config.yaml no seguinte diretório:

    /opt/gcpmetricsprovider/config.yaml
  3. No arquivo config.yaml, inclua a seguinte linha:

    bare_metal: true

Instalar o agente

Para instalar o agente, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão SSH com sua VM do host.

  2. Execute o comando a seguir como raiz na VM do host:

    # curl -s https://storage.googleapis.com/cloudsapdeploy/netweaver-agent/setupagent_linux.sh | bash

Windows

Crie o arquivo de configuração

Você precisa criar um arquivo config.yaml no servidor da Solução Bare Metal para ativar o agente de monitoramento do SAP NetWeaver para esse servidor.

Para criar o arquivo de configuração, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão RDP com sua VM do host.

  2. Crie o arquivo config.yaml no seguinte diretório:

    C:\Program Files\Google\GCP Metrics Provider\config.yaml
  3. No arquivo config.yaml, inclua a seguinte linha:

    bare_metal: true

Instalar o agente

Para instalar o agente, siga o procedimento:

  1. Estabeleça uma conexão RDP com sua VM do host.

  2. Execute o comando a seguir como administrador na VM do host:

    . { iwr -useb https://storage.googleapis.com/cloudsapdeploy/netweaver-agent/installer.ps1 } | iex

Como validar a instalação

Para validar a instalação do agente e confirmar se você o configurou corretamente para um servidor da Solução Bare Metal, selecione o sistema operacional e siga o procedimento:

Linux

  1. Use o SSH para se conectar à instância de VM a ser monitorada.

  2. No prompt de comando, digite o seguinte comando:

    curl http://localhost:18181

Windows

  1. Use o RDP para se conectar à instância de VM a ser monitorada.

  2. Em um navegador da Web, acesse o seguinte URL:

    http://localhost:18181

Se o agente de monitoramento do SAP NetWeaver estiver configurado corretamente para um servidor da solução Bare Metal, o valor Instance Type ébms-nn e o valor da métrica Hardware Model é Google Cloud Bare Metal, conforme mostrado no exemplo a seguir.

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8" standalone="yes"?>
   <metrics>
   <metric category="config" context="vm" type="string" unit="none"
   last-refresh="1614391024" refresh-interval="0"><name>Data
   Provider Version</name><value>1.1.1.0</value>
   </metric><metric category="config" context="host" type="string"
   unit="none" last-refresh="1614391024" refresh-interval="0">
   <name>Cloud Provider</name><value>Google Cloud
   Platform</value></metric><metric category="config"
   context="vm" type="string" unit="none" last-refresh="1614391024"
   refresh-interval="0"><name>Instance Type</name>
   <value>bms-16.0</value></metric><metric
   category="config" context="host" type="string" unit="none"
   last-refresh="1614391024" refresh-interval="0"><name>Virtualization
   Solution</name><value>N/A</value></metric><metric
   category="config" context="host" type="string" unit="none"
   last-refresh="1614391024" refresh-interval="0"><name>Hardware Manufacturer</name><value>Google</value></metric>
   <metric category="config" context="host" type="string" unit="none"
   last-refresh="1614391024" refresh-interval="0"><name>Hardware
   Model</name><value>Google Cloud Bare Metal</value>
   </metric>
   ...
   </metrics>

Para mais informações sobre o agente de monitoramento para SAP NetWeaver, consulte o Guia de operações do SAP OpenGL.

Configurar um cluster de alta disponibilidade

Configure o clustering ou uma solução de alta disponibilidade adequada para suas cargas de trabalho essenciais aos negócios. Recomendamos o clustering do Pacemaker.

Com exceção de alguns requisitos e recomendações, configure clusters de alta disponibilidade nas máquinas da Solução Bare Metal, seguindo as instruções de cluster fornecidas pelo fornecedor do sistema operacional.

Para mais informações sobre os requisitos e recomendações do Google Cloud para configurar um sistema SAP NetWeaver altamente disponível na Solução Bare Metal, consulte Clusters de alta disponibilidade para SAP NetWeaver na Solução Bare Metal.

Endereços de IP flutuantes

Um cluster de alta disponibilidade para SAP NetWeaver usa dois endereços IP virtuais ou flutuantes (VIPs): um para direcionar a comunicação de rede ao componente SAP Central Services e outro para a comunicação do servidor de replicação de enfileiramento entre os nós. Ao configurar os VIPs, use o recurso padrão do Pacemaker IPaddr2, que usa solicitações ARP gratuitas para mover o VIP entre os hosts. Para mais informações, consulte Protocolo de resolução de endereços.

O exemplo a seguir mostra uma definição de recurso IPaddr2 para o SAP Central Services no SUSE:

crm configure primitive scs-vip-rsc-name IPaddr2 \
    params ip=10.0.0.79 \
    op monitor interval=10 timeout=20

Adicione cada recurso IPaddr2 a um grupo de recursos que contenha o recurso do SAP Central Services ou do servidor de replicação de enfileiramento para que os recursos sejam movidos durante um failover. Por exemplo, o comando a seguir cria um grupo para o SAP Central Services:

crm configure group scs-rsc-group-name \
  scs-file-system-rsc-name \
  scs-vip-rsc-name \
  scs-instance-sap-rsc-name \
  meta resource-stickiness=3000

Da mesma forma, o comando a seguir cria outro grupo para o servidor de replicação de enfileiramento:

crm configure group ers-rsc-group-name \
  ers-file-system-rsc-name \
  ers-vip-rsc-name \
  ers-instance-rsc-name

Configurar o agente fence_gce

As etapas de alto nível a seguir ajudam a configurar um recurso de isolamento para seu cluster de alta disponibilidade que usa o agente fence_gce incluído no sistema operacional Linux.

  1. No projeto do Google Cloud, atribua um papel do IAM que inclua a permissão baremetalsolution.service.resetInstance em uma conta de serviço do IAM nova ou atual para a qual você tem o arquivo de chave JSON.

    O papel predefinido roles/baremetalsolution.editor inclui a permissão necessária ou é possível criar um papel personalizado para um controle mais granular sobre as permissões incluídas nele.

    Veja mais informações em:

  1. Faça upload do arquivo de chave JSON da conta de serviço para todos os servidores da solução Bare Metal no cluster de alta disponibilidade.

  2. Confirme se sua versão do agente fence_gce é compatível com a solução Bare Metal.

    1. Conecte-se por SSH ao seu servidor da solução Bare Metal

    2. Exiba a ajuda do agente fence_gce:

      $ sudo fence_gce --help
    3. Na ajuda de fence_gce, procure as seguintes propriedades:

      --baremetalsolution            Enable on bare metal
      ...
      --serviceaccount=[filename]    Service account json file location e.g.
                                         serviceaccount=/somedir/service_account.json
      

      Se você não vir as propriedades --baremetalsolution e --serviceaccount=[filename], será necessário atualizar o agente. Entre em contato com o Cloud Customer Care para receber instruções sobre patches. O procedimento de patch varia dependendo da versão do Linux que você está usando.

  3. Especifique o agente fence_gce como seu dispositivo de isolamento em cada nó do cluster ao configurar os recursos do cluster de acordo com as instruções de cluster fornecidas pelo fornecedor do sistema operacional.

    Ao definir o recurso, especifique os seguintes parâmetros fence_gce para ativar o agente do ambiente da solução Bare Metal:

    • baremetalsolution="true"
    • serviceaccount="file_path/key_file.json"

    O exemplo a seguir mostra um recurso de dispositivo de isolamento fence_gce definido no SUSE:

    crm configure primitive STONITH-"server_name" stonith:fence_gce \
     op monitor interval="300s" timeout="60s" on-fail="restart" \
     op start interval="0" timeout="60s" onfail="restart" \
     params port="server_name" zone="Google_Cloud_zone" project="Google_Cloud_project_ID" \
       baremetalsolution="true" method="cycle" \
       serviceaccount="file_path/key_file.json"

    O exemplo de recurso de isolamento usa as seguintes definições:

    Definição Explicação
    baremetalsolution=true Configura o agente de isolamento para operação no ambiente da Solução Bare Metal.
    serviceaccount=file_path/key_file.json O caminho do arquivo de chave JSON que contém a chave da conta de serviço que o agente de isolamento usa para acessar as APIs do Google Cloud.
    port=server_name O nome do host original do servidor da Solução Bare Metal que o dispositivo de isolamento pode redefinir.
    method=cycle Define o método a ser usado para redefinir o servidor com falha.
  4. Depois de definir todos os recursos de isolamento, defina o local do dispositivo de isolamento como um servidor diferente do servidor que você pretende redefinir:

    crm configure location LOC_STONITH_server_name STONITH-server_name -inf: server_name

Como reiniciar o servidor da solução Bare Metal

Você pode reiniciar o servidor da solução Bare Metal emitindo a chamada de API resetInstance, que inicia uma reinicialização forçada e inesperada do servidor.

Antes de reiniciar um servidor, interrompa todos os aplicativos e bancos de dados em execução no servidor.

Para instruções sobre como ativar a API Bare Metal Solution e emitir a chamada de API resetInstance, consulte Como reiniciar uma máquina da solução Bare Metal.

Como receber suporte para o SAP NetWeaver na Solução Bare Metal

Se você precisar de ajuda para resolver um problema com as implantações de aplicativos SAP NetWeaver e SAP na Solução Bare Metal, reúna as informações de diagnóstico necessárias e entre em contato com o atendimento ao cliente do Cloud. Para saber mais, consulte SAP em informações de diagnóstico da Solução Bare Metal.

Suporte

Em caso de problemas com a infraestrutura ou os serviços do Google Cloud, entre em contato com o Customer Care. É possível ver os dados de contato na página Visão geral do suporte no Console do Google Cloud. Se o Customer Care determinar que há um problema nos seus sistemas SAP, você será encaminhado ao Suporte da SAP.

Para problemas relacionados a produtos SAP, registre sua solicitação de suporte no site da SAP. A SAP avalia o tíquete de suporte e, se ele parecer ser um problema de infraestrutura do Google Cloud, transfere o tíquete para o componente do Google Cloud, BC-OP-LNX-GOOGLE ou BC-OP-NT-GOOGLE.

Requisitos de suporte

Antes de receber suporte para sistemas SAP e a infraestrutura e os serviços do Google Cloud que eles usam, você precisa atender aos requisitos mínimos do plano de suporte.

Saiba mais sobre os requisitos mínimos de suporte para SAP no Google Cloud em: