Redes legadas

As redes legadas não são recomendadas. Muitos recursos mais recentes do GCP não são compatíveis com elas. Em vez disso, use redes de nuvem privada virtual (VPC, na sigla em inglês). Para mais informações, consulte a Visão geral de redes VPC.

Sobre redes legadas

As redes legadas têm um único intervalo RFC 1918, que você especifica ao criar a rede. A rede tem escopo global e abrange todas as regiões de nuvem.

Em uma rede legada, os endereços IP de instância não são agrupados por região ou zona. Um endereço IP pode aparecer em uma região e o endereço IP seguinte pode estar em outra região. Qualquer intervalo de IPs pode se estender por todas as regiões e os endereços IP de instâncias criados em uma região não são necessariamente contíguos.

A figura abaixo mostra uma rede legada (não VPC). O tráfego da Internet passa por uma função de comutação global na rede (mostrada no diagrama como uma chave virtual), depois pelas instâncias individuais.

As instâncias de uma região podem ter endereços IP não agrupados. Como mostrado no exemplo, as instâncias a partir de 10.240.0.0/16 estendem-se aleatoriamente pelas regiões 1 e 2. Por exemplo, 10.240.1.4 está na região 2, 10.240.1.5 está na região 1 e 10.240.1.6 está na região 2.

Diagrama de uma rede legada (clique para ampliar)
Diagrama de uma rede legada (clique para ampliar)

Não é possível criar sub-redes regionais em uma rede legada.

Rotas

As redes legadas começam com apenas duas rotas, a rota padrão para fora da rede e a rota para o intervalo de IP de rede legada geral. Veja as instruções sobre a criação de rotas em Como usar rotas.

Regras de firewall

As redes criadas pelo usuário têm uma regra de firewall "Permitir tudo" padrão para o tráfego de saída e uma regra de firewall "Negar tudo" padrão para o tráfego de entrada. Consulte instruções sobre a criação de regras de firewall em Como usar regras de firewall.

Próximas etapas

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre: