Preço

Neste documento, explicamos detalhes dos preços do Cloud Bigtable. Também é possível usar a Calculadora de preços do Google Cloud para estimar o custo de utilização do Cloud Bigtable.

Se o pagamento for em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform (em inglês).

Visão geral

Quando você usa o Cloud Bigtable, os itens na lista a seguir são cobrados:

  1. O tipo de instância do Cloud Bigtable e o número total de nós nos clusters da instância.
  2. A quantidade de armazenamento usada pelas suas tabelas.
  3. A quantidade de largura de banda da rede usada.

O uso de armazenamento e largura de banda é medido em gigabytes (GB) binários, sendo que 1 GB equivale a 230 bytes. Essa unidade de medida também é conhecida como gibibyte (GiB).

As cobranças por armazenamento e largura de banda são acumuladas diariamente. É possível ver o uso não faturado a qualquer momento no Console do Google Cloud.

Nas seções a seguir, mostramos os preços de cada componente do Cloud Bigtable.

Nós

O Cloud Bigtable monitora quantos nós existem nos clusters da sua instância. A cobrança é feita a cada hora pelo número máximo de nós nesse período, multiplicado pela taxa por hora. O Cloud Bigtable cobra o mínimo de uma hora para cada nó provisionado por você.

As cobranças de nós são para recursos provisionados, não importa o uso do nó. Elas serão aplicadas mesmo que o cluster esteja inativo.

Se o pagamento for em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform (em inglês).

Armazenamento

No Cloud Bigtable, a quantidade média de dados em suas tabelas é medida frequentemente durante um curto intervalo de tempo. Para fins de faturamento, essas medidas são combinadas em uma média durante o período de um mês. Essa média é multiplicada pela taxa mensal.

A cobrança é feita apenas pelo armazenamento usado, incluindo sobrecarga de indexação e representação interna do Cloud Bigtable em disco. Para instâncias que contêm vários clusters, uma cópia separada dos dados é mantida pelo Cloud Bigtable em cada cluster, e você é cobrado por cada cópia.

Quando você exclui dados do Cloud Bigtable, eles ficam inacessíveis imediatamente. No entanto, você é cobrado pelo armazenamento dos dados até que o Cloud Bigtable compacte a tabela. Geralmente, esse processo leva até uma semana.

Além disso, se você armazenar várias versões de um valor em uma coluna ou definir um prazo de validade para um grupo de colunas de uma tabela, será possível ler os valores obsoletos e expirados até que o Cloud Bigtable conclua a coleta de lixo na tabela. A cobrança também é feita pelos valores antigos e expirados antes da coleta de lixo. Geralmente, esse processo leva até uma semana.

Backups

Você só é cobrado pelo armazenamento que usar. O backup é cobrado a partir da criação dele até o momento em que é excluído.

Rede

Alguns tipos de tráfego de saída de rede estão sujeitos à cobrança de largura de banda, como mostrado abaixo.

Entrada Grátis
Saída para a mesma zona Grátis
Saída entre zonas na mesma região Grátis
Saída de rede entre regiões para o mesmo continente (por GB) US$ 0,01
Saída intercontinental De acordo com a taxa de saída da Internet

Se o pagamento for em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform (em inglês).

Taxas de saída da Internet

Tráfego único de replicação inicial

Os clusters de cada instância estão localizados em zonas, e cada zona está localizada em uma região. Se você adicionar um novo cluster em uma região e nenhum dos clusters atuais da instância estiver nessa região, um custo único será cobrado pela cópia de dados inicial para o novo cluster. Por essa cópia inicial, a taxa de saída da rede é cobrada para o cluster atual que está geograficamente mais próximo do cluster novo, multiplicado pela quantidade de dados nas tabelas. Não há cobrança pela replicação entre clusters em uma única região.

Por exemplo, digamos que sua instância tenha 9 TB de dados e os clusters dela estejam em us-east1 (Carolina do sul) e europe-west1 (Bélgica). Se você adicionar um novo cluster à instância na região us-central1 (Iowa), seus dados serão copiados para o novo cluster a partir do cluster atual em us-east1, que é o cluster mais próximo na instância. É cobrada uma taxa de US$ 0,01 por GB, que é a taxa de saída da rede para o tráfego entre regiões no mesmo continente. Como resultado, o custo de replicação inicial é de US$ 92,16:

9 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,01 por GB = US$ 92,16

Em outro exemplo, digamos que sua instância tenha 9 TB de dados e os clusters dela estejam em us-east1 (Carolina do Sul) e us-west4 (Las Vegas). Se você adicionar um novo cluster em europe-west2 (Iowa), seus dados serão copiados para o novo cluster a partir do cluster existente em us-east1, que é o mais próximo na instância. É cobrada uma taxa de US$ 0,11 por GB, que é o custo de rede para a replicação de 1 TB a 10 TB dos EUA para a Europa. Neste exemplo, o custo de replicação inicial é de US$ 1.013,76:

9 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB = US$ 1.013,76

Tráfego de replicação contínua

Quando você grava em um cluster, o Cloud Bigtable replica automaticamente a gravação desse cluster (o "cluster de origem") para todos os outros da instância (os "clusters de destino"). Se um cluster de destino estiver em uma região diferente do cluster de origem, você será cobrado para replicar a gravação nele. A cobrança é igual à taxa de saída da rede para o cluster de destino multiplicada pela quantidade de dados que você gravou no cluster de origem. Haverá uma cobrança separada para cada cluster de destino que esteja em uma região diferente do cluster de origem.

Por exemplo, digamos que você tenha uma instância de três clusters com clusters em us-east1 (Carolina do Sul), europe-west1 (Bélgica) e australia-southeast1 (Sydney). Ao longo de um mês, se o aplicativo gravar 5 TB de dados no cluster em us-east1, esses 5 TB de dados serão replicados de us-east1 para europe-west1 pela taxa de US$ 0,11 por GB, que é o custo de rede para replicação de 1 TB a 10 TB dos EUA para a Europa. Os dados também são replicados de us-east1 para australia-southeast1 pela taxa de US$ 0,18 por GB, que é o custo de rede para replicação de 1 TB a 10 TB dos EUA para a Austrália. Neste exemplo, o custo de replicação de 30 dias para os 5 TB de dados gravados originalmente no cluster em us-east1 é de US$ 1.484,80:

(5 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB) + (5 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,18 por GB) = US$ 1.484,80

Exemplo de preço: cluster único com um nó

Digamos que você tenha uma instância do Cloud Bigtable com um cluster. Esse cluster tem um nó e o servidor do aplicativo fica na mesma região que o Cloud Bigtable. Durante um ciclo de faturamento de 30 dias, digamos que você usou os seguintes recursos do Cloud Bigtable:

  • Uma instância em us-central1 (Iowa) com um único cluster que tinha um nó durante o mês
  • Média de 50 GB de dados armazenados em unidades SSD em us-central1
  • Sem entrada de rede
  • Sem saída de rede

Supondo que a cobrança seja feita em dólares americanos, os valores desse ciclo de faturamento serão como os números descritos abaixo. Outras taxas são aplicáveis a qualquer outro serviço do Google Cloud utilizado durante o ciclo de faturamento, como instâncias do Compute Engine.

Nós do Cloud Bigtable

  • 1 cluster * 1 nó * 30 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó a cada hora em us-central1: US$ 468,00

Armazenamento

1 cluster * 50 GB * US$ 0,17 por GB em us-central1: US$ 8,50

Rede

  • Sem entrada de rede
  • Sem saída de rede

Total por mês

Nesse exemplo, o total da fatura mensal do Cloud Bigtable é de US$ 476,50.

Exemplo de preço: cluster único com vários nós

Digamos que você tenha uma instância do Cloud Bigtable com apenas um cluster, sem replicação. Durante um ciclo de faturamento de 30 dias, digamos que você usou os seguintes recursos do Cloud Bigtable:

  • Uma instância em us-central1 (Iowa) com um único cluster que tinha 18 nós durante os dias 1 a 10, e 25 nós entre os dias 11 e 30
  • Média de 30 TB de dados armazenados em unidades SSD em us-central1
  • 10 TB de entrada de rede para us-central1
  • 50 GB de saída de rede para us-central1
  • 25 GB de saída de rede para europe-west1

Supondo que a cobrança seja feita em dólares americanos, os valores desse ciclo de faturamento serão como os números descritos abaixo. Outras taxas são aplicáveis a qualquer outro serviço do Google Cloud utilizado durante o ciclo de faturamento, como instâncias do Compute Engine.

Nós do Cloud Bigtable

Dias 1 a 10

  • 1 cluster * 18 nós * 10 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó por hora em us-central1: US$ 2.808,00

Dias 11 a 30

  • 1 cluster * 25 nós * 20 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó por hora em us-central1: US$ 7.800,00

Armazenamento

1 cluster * 30 TB * 1,.024 GB/TB * US$ 0,17 por GB em us-central1: US$ 5.222,40

Rede

  • 10 TB de entrada para us-central1: nenhuma cobrança
  • 50 GB de saída para us-central1: nenhuma cobrança
  • 25 GB de saída para europe-north1 * US$ 0,12 por GB: US$ 3,00

Total por mês

Neste exemplo, o total da fatura mensal do Cloud Bigtable é de US$ 15.833,40.

Exemplo de preço: dois clusters na mesma região

Vamos supor que você tenha uma instância do Cloud Bigtable com dois clusters, o que significa que a replicação está ativada. Os clusters estão em zonas diferentes na mesma região. Durante um ciclo de faturamento de 30 dias, digamos que você usou os seguintes recursos do Cloud Bigtable:

  • Uma instância em us-central1 (Iowa) com dois clusters, sendo que cada um tinha 18 nós durante os dias 1 a 10, e 25 nós entre os dias 11 e 30
  • Média de 30 TB de dados armazenados em unidades SSD para cada cluster
  • 10 TB de entrada de rede para us-central1
  • 50 GB de saída de rede para us-central1
  • 25 GB de saída de rede para europe-north1

Supondo que a cobrança seja feita em dólares americanos, os valores desse ciclo de faturamento serão como os números descritos abaixo. Outras taxas são aplicáveis a qualquer outro serviço do Google Cloud utilizado durante o ciclo de faturamento, como instâncias do Compute Engine.

Nós do Cloud Bigtable

Dias 1 a 10

  • 2 clusters * 18 nós * 10 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó por hora em us-central1: US$ 5.616,00

Dias 11 a 30

  • 2 clusters * 25 nós * 20 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó por hora em us-central1: US$ 15.600,00

Armazenamento

2 clusters * 30 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,17 por GB em us-central1: US$ 10.444,80

Rede

  • 10 TB de entrada para us-central1: nenhuma cobrança
  • 50 GB de saída para us-central1: nenhuma cobrança
  • 25 GB de saída para europe-north1 * US$ 0,12 per GB: US$ 3,00

Total por mês

Neste exemplo, o total da fatura mensal do Cloud Bigtable é de US$ 31.663,80.

Exemplo de preço: dois clusters em regiões diferentes

Suponha que você tenha uma instância do Cloud Bigtable com dois clusters, cada um em uma região diferente. Durante um ciclo de faturamento de 30 dias, digamos que você usou os seguintes recursos do Cloud Bigtable:

  • Uma instância com um cluster em us-central1 (Iowa) e outro em asia-south1 (Mumbai). Cada cluster tinha 18 nós durante os dias 1 a 10, e 25 nós entre os dias 11 e 30
  • Média de 30 TB de dados armazenados em unidades SSD para cada cluster
  • 10 TB de entrada de rede para us-central1
  • 2 TB de entrada de rede para asia-south1
  • 50 GB de saída de rede para us-central1
  • 25 GB de saída de rede para europe-north1
  • 10 TB de gravações replicadas de us-central1 para asia-south1
  • 2 TB de gravações replicadas de asia-south1 para us-central1

Supondo que a cobrança seja feita em dólares americanos, os valores desse ciclo de faturamento serão como os números descritos abaixo. Outras taxas são aplicáveis a qualquer outro serviço do Google Cloud utilizado durante o ciclo de faturamento, como instâncias do Compute Engine.

Nós do Cloud Bigtable

Dias 1 a 10

  • 1 cluster * 18 nós * 10 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó por hora em us-central1: US$ 2.808,00
  • 1 cluster * 18 nós * 10 dias * 24 horas/dia * US$ 0,748 por nó por hora em asia-south1: US$ 3.231,36

Dias 11 a 30

  • 1 cluster * 25 nós * 20 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó por hora em us-central1: US$ 7.800,00
  • 1 cluster * 25 nós * 20 dias * 24 horas/dia * US$ 0,748 por nó por hora em asia-south1: US$ 8.976,00

Armazenamento

  • 1 cluster * 30 TB * 1,.024 GB/TB * US$ 0,17 por GB em us-central1: US$ 5.222,40
  • 1 cluster * 30 TB * 1,024 GB/TB * US$ 0,196 por GB em asia-south1: US$ 6.021,12

Rede

  • 10 TB de entrada para us-central1: nenhuma cobrança
  • 2 TB de entrada para asia-south1: nenhuma cobrança
  • 50 GB de saída para us-central1: nenhuma cobrança
  • 25 GB de saída para europe-north1 * US$ 0,12 por GB: US$ 3,00

Replicação

  • 10 TB de gravações replicadas de us-central1 para asia-south1 * 1,024 GB/TB * US$ 0,12 por GB: US$ 1.228,80
  • 2 TB de gravações replicadas de asia-south1 para us-central1 * 1,024 GB/TB * US$ 0,12 por GB: US$ 245,76

Total por mês

Neste exemplo, o total da fatura mensal do Cloud Bigtable é de US$ 35.536,44.

Exemplo de preço: três clusters em regiões diferentes

Suponha que você tenha uma instância do Cloud Bigtable com três clusters, cada um em uma região diferente. Durante um ciclo de faturamento de 30 dias, digamos que você usou os seguintes recursos do Cloud Bigtable:

  • Uma instância com um cluster em us-central1 (Iowa), outro em asia-south1 (Mumbai) e um último em europe-west2 (Londres), sendo que cada cluster tinha 15 nós em cada um dos 30 dias do mês
  • Média de 50 TB de dados armazenados em unidades SSD para cada cluster
  • 10 TB de gravações para cada cluster; as gravações são então replicadas para os outros dois clusters
  • 25 GB de saída de rede para asia-northeast1

Supondo que a cobrança seja feita em dólares americanos, os valores desse ciclo de faturamento serão como os números descritos abaixo. Outras taxas são aplicáveis a qualquer outro serviço do Google Cloud utilizado durante o ciclo de faturamento, como instâncias do Compute Engine.

Nós do Cloud Bigtable

  • 1 cluster * 15 nós * 30 dias * 24 horas/dia * US$ 0,65 por nó por hora em us-central1: US$ 7.020,00
  • 1 cluster * 15 nós * 30 dias * 24 horas/dia * US$ 0,748 por nó por hora em asia-south1: US$ 8.078,40
  • 1 cluster * 15 nós * 30 dias * 24 horas/dia * US$ 0,78 por nó por hora em europe-west2: US$ 8.424,00

Armazenamento

  • 1 cluster * 50 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,17 por GB em us-central1: US$ 8.704,00
  • 1 cluster * 50 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,196 por GB em asia-south1: US$ 10.035,20
  • 1 cluster * 50 TB * 1.024 GB/TB * US$ 0,20 por GB em europe-west2: US$ 10.240,00

Rede

  • 10 TB de entrada para us-central1: nenhuma cobrança
  • 10 TB de entrada para asia-south1: nenhuma cobrança
  • 10 TB de entrada para europe-west2: nenhuma cobrança
  • 50 GB de saída para us-central1: nenhuma cobrança
  • 25 GB de saída para asia-northeast1 * US$ 0,12 per GB: US$ 3,00

Replicação

  • 10 TB de gravações replicadas de us-central1 para asia-south1 * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB: US$ 1.126,40
  • 10 TB de gravações replicadas de us-central1 para europe-west2 * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB: US$ 1.126,40
  • 10 TB de gravações replicadas de asia-south1 para us-central1 * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB: US$ 1.126,40
  • 10 TB de gravações replicadas de asia-south1 para europe-west2 * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB: US$ 1.126,40
  • 10 TB de gravações replicadas de europe-west2 para us-central1 * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB: US$ 1.126,40
  • 10 TB de gravações replicadas de europe-west2 para asia-south1 * 1.024 GB/TB * US$ 0,11 por GB: US$ 1.126,40

Total por mês

Neste exemplo, o total da fatura mensal do Cloud Bigtable é de US$ 59.263,00.