Preços do App Engine

Os aplicativos do App Engine são executados em instâncias dentro do ambiente padrão ou do ambiente flexível, e os preços variam para cada um deles:

  • As instâncias no ambiente padrão têm uma cota gratuita diária de recursos do App Engine. Todo uso além da cota gratuita de recursos do App Engine incorre em cobranças, como descrito nesta página. Para estimar os custos dos recursos do App Engine no ambiente padrão, use a calculadora de preços.

    Acessar a calculadora de preços

  • Instâncias no ambiente flexível incorrem em cobranças do App Engine, como descrito nesta página. O App Engine não oferece uma cota gratuita no ambiente flexível.

Instâncias nos dois ambientes também incorrem em cobranças de outros produtos do Google Cloud, dependendo dos produtos que usarem junto com o App Engine.

Preços dos recursos do App Engine

As seções abaixo detalham os custos de recursos específicos do App Engine.

Instâncias do ambiente padrão

Os aplicativos no ambiente padrão são implantados na classe de instância que você especificar. A tabela a seguir resume as taxas de faturamento por hora de cada classe de instância disponível no ambiente padrão.

Caso o pagamento seja feito em uma moeda diferente do dólar americano, serão aplicados os preços listados na página SKUs do Cloud Platform (em inglês).

O faturamento começa assim que a instância é iniciada. Ele termina de maneira diferente, dependendo do tipo de escalonamento especificado para a instância:

  • Escalonamento básico ou automático: o faturamento termina 15 minutos depois que a instância finalizar o processamento da última solicitação.
  • Escalonamento manual: o faturamento termina 15 minutos depois do encerramento da instância.

Importante: ao visualizar seu faturamento, você não verá os nomes das classes de instâncias individuais nos itens de linha de faturamento. Em vez disso, você vê as horas de instâncias das classes "B" relatadas como "instâncias de back-end" e as horas de instâncias das classes "F" relatadas como "instâncias de front-end". O faturamento se aplicará ao múltiplo apropriado de horas de instâncias para cada classe de instância que você tiver usado. Por exemplo, se você usar uma instância F4 por uma hora, verá o faturamento de "instância de front-end" por quatro horas de uso da instância com a taxa F1.

Instâncias do ambiente flexível

Os aplicativos em execução no ambiente flexível são implantados nos tipos de máquina virtual que você especificar. Esses recursos de máquina virtual são faturados por segundo com um custo de uso mínimo de 1 minuto.

O faturamento de recursos de memória inclui a memória que o aplicativo usa mais a memória que o ambiente de execução necessitar para executar o aplicativo. Isso significa que é possível que o uso e os custos de memória sejam mais altos do que o máximo de memória que você solicitar para o aplicativo.

A tabela a seguir resume as taxas de faturamento por hora dos diversos recursos de computação:

Caso o pagamento seja feito em uma moeda diferente do dólar americano, serão aplicados os preços listados na página SKUs do Cloud Platform (em inglês).

Recursos de Rede

A tabela a seguir resume as taxas de faturamento para os recursos de rede do App Engine:

* Exclui o tráfego do serviço de busca de URL para as APIs do Google em *.googleapis.com.

Caso o pagamento seja feito em uma moeda diferente do dólar americano, serão aplicados os preços listados na página SKUs do Cloud Platform (em inglês).

Recursos substituídos do App Engine

Os recursos listados na tabela a seguir estão disponíveis apenas em ambientes de execução Java 8, PHP 5 e Python 2 no ambiente padrão. Será necessário migrar os aplicativos que usam esses serviços para um produto do Google Cloud equivalente ou um serviço de terceiros para que possam ser executados em ambientes de execução mais novos do App Engine.

* O Blobstore pode usar buckets do Google Cloud Storage para armazenar blobs, incluindo o bucket padrão do App Engine. Os custos seguem os preços dos buckets multirregionais do Google Cloud Storage.

**Para uma descrição detalhada de cada tipo de chamada da API Search, consulte a documentação sobre Java e Python.

Caso o pagamento seja feito em uma moeda diferente do dólar americano, serão aplicados os preços listados na página SKUs do Cloud Platform (em inglês).

Preços de produtos do Google Cloud relacionados

O App Engine usa o Cloud Build para criar e implantar aplicativos. O Cloud Build tem cotas próprias. Toda vez que implantar um aplicativo no App Engine, você usa um pouco dessa cota. O Cloud Build oferece uma cota gratuita. Assim, a implantação de aplicativos no App Engine não incorrerá em custos, se a cota não for ultrapassada. Para informações sobre as cotas e os preços do Cloud Build, consulte Preços do Cloud Build.

A lista a seguir traz informações sobre os preços de recursos do Google Cloud usados com frequência por aplicativos do App Engine:

Como gerenciar o faturamento

Você precisa ser o proprietário de um projeto para ser o administrador do faturamento e concluir as tarefas básicas de faturamento. Para mais informações, consulte a página de ajuda sobre como Gerenciar administradores de faturamento.

Configurações de faturamento

Ao criar um projeto do Google Cloud, adicione uma conta de faturamento e ative o faturamento. O App Engine requer um instrumento de pagamento válido para todos os projetos. Você será cobrado apenas pelos recursos de computação que estiverem acima das cotas gratuitas.

Se você já tiver uma conta de faturamento ao criar um projeto, o faturamento será ativado para esse projeto por padrão. Se você tiver mais de uma conta de faturamento ao criar um projeto, será necessário selecionar uma delas para associar ao seu projeto. Se você não tiver uma conta de faturamento ao criar um projeto, será necessário adicionar uma conta de faturamento e ativar o faturamento para esse projeto.

Se você desativar um aplicativo, desabilite o faturamento dele, já que o aplicativo ainda poderá ser cobrado por custos fixos de faturamento, como armazenamento de dados.

Limites de gastos

O limite de gastos é o custo máximo de recursos que você quer pagar em um dia para um projeto pelos recursos do App Engine. O limite é aproximado e pode ser ligeiramente excedido enquanto o aplicativo estiver desativado. Também é possível ocorrer a cobrança pelo uso de outros recursos do Google Cloud Platform além do limite de gastos. Se você tiver vários projetos, defina um limite de gastos para cada um deles.

É necessário que o limite de gastos seja grande o bastante para processar os picos de uso dos recursos. Quando um aplicativo exceder o limite diário de gastos, todas as operações com a cota gratuita esgotada apresentarão falha.

Noções básicas sobre faturamento

Para visualizar as taxas do aplicativo, acesse Faturamento no Console do Google Cloud. Selecione a conta de faturamento e vá para a página Histórico.

Apenas os administradores podem visualizar o histórico de transações. Nenhuma fatura em papel é enviada para o contato de faturamento.

O histórico de transações mostra todas as atividades da conta relacionadas a cobranças e pagamentos de recursos. O relatório usa o fuso horário do Pacífico dos EUA.

Cobranças diárias e mensais

As cobranças são postadas por dia e por mês:

  • Diária: você é cobrado todos os dias pelos recursos que realmente usa. O uso até os limites da cota gratuita está incluído no total, mas não no valor faturável. O uso acima da cota gratuita é cobrado conforme as taxas normais.
  • Mensal: no início de cada mês, todas as cobranças diárias do mês anterior são somadas, os tributos aplicáveis são calculados e as cobranças totais são debitadas da forma de pagamento vinculada ao aplicativo.

Tributos

Alguns países impõem tarifas de tributação sobre o App Engine. Se a tributação for exigida em seu país de residência, sua fatura incluirá os tributos incidentes. O limite de gastos não inclui os tributos. Eles são adicionados às cobranças após cálculo do gasto diário. Assim, a cobrança final em sua conta pode ser maior que o valor do limite de gastos. Para ver os tributos em sua conta, acesse Faturamento no Console do Google Cloud. Selecione a conta de faturamento e, em seguida, acesse a página Histórico para ver o histórico de transações.

Períodos de carência

Veja o status de faturamento atual do aplicativo no painel do App Engine no Console do Cloud. Se ocorrer falha em um pagamento, a conta do aplicativo ficará inadimplente e entrará no status de período de carência. Você tem até o final do período de carência para pagar o saldo pendente. Nesse período, o aplicativo continuará em execução com as restrições de orçamento. Se o pagamento não for recebido, as cotas poderão ser revertidas para os níveis padrão.

Para quitar as cobranças pendentes, acesse a página Histórico de transações e clique em Efetuar um pagamento. Talvez seja necessário acessar primeiro a página Configurações de faturamento para adicionar outra forma de pagamento ou corrigir um problema com uma conta atual, como um cartão expirado. Se o pagamento for bem-sucedido, o status do faturamento mudará para Faturamento ativado.

Ajuda