Preços do App Engine

Os aplicativos do App Engine são executados como instâncias no ambiente padrão ou no ambiente flexível.

As instâncias no ambiente padrão têm acesso a um limite diário de utilização de recursos fornecido gratuitamente, conforme definido por um conjunto de cotas. Além desse nível, os aplicativos terão um custo conforme definido abaixo. Para controlar os custos dos aplicativos, defina um limite de gastos. Use a calculadora de preços para estimar os custos do ambiente padrão.

Acessar a calculadora de preços

Para instâncias no ambiente flexível, os serviços e as APIs têm os preços descritos a seguir.

Se você fizer pagamentos em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform.

Taxas de faturamento de recursos

Um aplicativo pode ter vários custos diferentes de acordo com os recursos e serviços utilizados. Consulte nas tabelas abaixo os detalhes sobre os custos de recursos específicos.

Instâncias do ambiente padrão

Os aplicativos em execução no ambiente padrão do App Engine são implantados nas classes de instância que você especificar. Veja nesta tabela um resumo das taxas de faturamento por hora das várias classes de instância.

Se você fizer pagamentos em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform.

Observação: para cada instância, há um custo de inicialização de 15 minutos do tempo da instância.

As instâncias em execução nos serviços de dimensionamento manual e básico são faturadas por hora com base no tempo de atividade. O faturamento começa quando uma instância é iniciada e termina 15 minutos após o encerramento de uma instância manual ou 15 minutos após a conclusão do processamento da última solicitação de uma instância básica. A sobrecarga do ambiente de execução é computada em relação ao limite de memória da instância. Ela é maior no Java do que em outras linguagens.

Importante: quando você for faturado por horas de instância, nenhuma classe de instância será exibida nos seus itens de linha do faturamento. Em vez disso, você verá o múltiplo apropriado de horas de instância. Por exemplo, se você usar uma instância F4 por uma hora, não verá o "F4" listado, mas verá o faturamento de quatro horas de instância com a taxa de F1.

Instâncias do ambiente flexível

Os aplicativos em execução no ambiente flexível do App Engine são implantados nos tipos de máquina virtual especificados por você. Esses recursos de máquinas virtuais são cobrados por segundo com um custo mínimo de uso de 1 minuto.

Veja nesta tabela o resumo das taxas de faturamento por hora dos vários recursos de computação:

Se você fizer pagamentos em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform.

Chamadas do Google Cloud Datastore

Se você fizer pagamentos em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform.

Pesquisar

As taxas para uso da API Search estão listadas na tabela abaixo. Consulte a documentação do Java e a do Python para uma descrição detalhada de cada tipo de chamada de pesquisa.

* O armazenamento segue as taxas do Datastore.

Se você fizer pagamentos em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform.

Outros recursos

* Exclui o tráfego do serviço de busca de URL para as APIs do Google em *.googleapis.com.

** O blobstore pode usar intervalos do Google Cloud Storage para armazenar blobs, incluindo o intervalo padrão do App Engine. Os custos seguem os preços dos intervalos multirregionais do Google Cloud Storage.

Se você fizer pagamentos em uma moeda que não seja o dólar americano, serão aplicados na sua moeda os preços listados na página SKUs do Cloud Platform.

Observação: se o aplicativo exceder a cota gratuita de um recurso necessário para iniciar uma solicitação, como a cota de largura de banda ou a de instância/hora, os usuários do aplicativo receberão um erro de servidor, como HTTP 503. Para todos os outros serviços, a cota em excesso de um aplicativo gratuito criará uma exceção que poderá ser processada por seu aplicativo com a exibição de uma mensagem ao usuário. Para mais detalhes, consulte Quando um recurso está esgotado.

Como gerenciar o faturamento

Você precisa ser o proprietário de um projeto para ser o administrador do faturamento e concluir as tarefas básicas de faturamento. Para mais informações, consulte a página de ajuda sobre como Gerenciar administradores de faturamento.

Configurações de faturamento

Para usar os recursos de computação acima das cotas gratuitas, adicione uma conta de faturamento e ative o faturamento do projeto no Console do Google Cloud Platform. Para mais instruções, consulte Como ativar o faturamento.

Se você já tiver uma conta de faturamento ao criar um projeto, o faturamento será ativado para esse projeto por padrão. Se você tiver mais de uma conta de faturamento ao criar um projeto, será necessário selecionar uma delas para associar ao seu projeto. Se você não tiver uma conta de faturamento ao criar um projeto, será necessário adicionar uma conta de faturamento e ativar o faturamento nesse projeto para usar os recursos além das cotas gratuitas.

Se você desativar um aplicativo, desabilite o faturamento dele, já que o aplicativo ainda pode ser cobrado por custos fixos de faturamento, como armazenamento de dados.

Depois de ativar o faturamento, o limite de gastos será definido como ilimitado por padrão. Defina um limite de gastos, assim o custo diário ficará limitado.

Limites de gastos

O limite de gastos é o custo máximo de recursos que você quer pagar em um dia para um projeto pelos recursos do App Engine. O limite é aproximado e pode ser excedido um pouco enquanto o aplicativo estiver desativado. Também é possível ocorrer a cobrança por uso de outros recursos do Google Cloud Platform além do limite de gastos. Se você tem vários projetos, pode definir um limite de gastos para cada um deles.

O limite de gastos deve ser grande o bastante para processar os picos de uso dos recursos. Quando um aplicativo exceder o limite de gastos diário dele, todas as operações com a cota gratuita esgotada apresentarão falha.

Por padrão, o limite de gastos de um projeto é ilimitado. Para limitar os custos de aplicativos, defina um limite de gastos.

Como funciona o faturamento

Para ver as cobranças do aplicativo, acesse o Faturamento no Console do Google Cloud Platform. Selecione a conta de faturamento e vá para a página Histórico.

Apenas os administradores podem visualizar o histórico de faturamento. Nenhuma fatura em papel é enviada para o contato de faturamento.

O histórico de faturamento mostra toda a atividade da conta relacionada a cobranças e pagamentos de recursos. O relatório usa o fuso horário do Pacífico dos EUA.

Cobranças diárias e mensais

As cobranças são publicadas por dia e por mês:

  • Diariamente: todos os dias, você é cobrado pelos recursos que realmente usa. O uso até os limites da cota gratuita está incluído no total, mas não no valor faturável. O uso acima da cota gratuita é cobrado conforme as taxas de regularização.
  • Mensalmente: no início de cada mês, todas as cobranças diárias do mês anterior são somadas, os impostos aplicáveis são calculados, e as cobranças totais são debitadas da forma de pagamento vinculada ao aplicativo.

Impostos

Alguns países impõem tributação sobre o App Engine. Se a tributação for exigida em seu país de residência, sua fatura incluirá os impostos incidentes. Observe que o limite de gastos não inclui impostos. Os impostos são adicionados às cobranças após cálculo do gasto diário. Portanto, a cobrança final em sua conta pode ser maior que o valor do limite de gastos. Para ver os impostos em sua fatura, acesse Faturamento no Console do Google Cloud Platform. Selecione a conta de faturamento e acesse a página Histórico para ver o histórico de transações.

Períodos de carência

Veja o status de faturamento atual do aplicativo no painel do App Engine no Console do GCP. Se ocorrer falha em um pagamento, a conta do aplicativo ficará inadimplente e entrará no status de período de carência. Você tem até o final do período de carência para pagar o saldo pendente, e o aplicativo continuará em execução com as restrições de orçamento. Se o pagamento não for recebido, as cotas poderão ser revertidas para os níveis padrão.

Para quitar as cobranças pendentes, acesse a página Histórico de faturamento e clique em Efetuar um pagamento. Talvez seja necessário acessar antes a página Configurações de faturamento para adicionar outra forma de pagamento ou corrigir um problema com uma conta atual, como um cartão expirado. Se o pagamento for realizado, o status de cobrança mudará para Faturamento ativado.

Ajuda

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do App Engine