Transferências do Google Ad Manager

O serviço de transferência de dados do BigQuery para o Google Ad Manager permite que você programe e gerencie automaticamente jobs de carregamento recorrentes para dados de relatório do Google Ad Manager (antigo DoubleClick for Publishers).

Relatórios compatíveis

Atualmente, o serviço de transferência de dados do BigQuery para o Google Ad Manager é compatível com as seguintes opções de relatórios:

Para ver informações sobre como os relatórios do Google Ad Manager são transformados em tabelas e visualizações do BigQuery, consulte este artigo.

Opção de relatório Suporte
Versão da API compatível v201802
Programar

A cada 8 horas, com base no tempo de criação.

Não configurável

Atualizar janela

Últimos 2 dias

Não configurável

Duração máxima do preenchimento

Últimos 60 dias

O Google Ad Manager mantém os arquivos da transferência de dados por até 60 dias. Arquivos com mais de 60 dias são excluídos pelo Google Ad Manager.

Antes de começar

Antes de criar uma transferência do Google Ad Manager, siga estas recomendações:

  • Verifique se você realizou todas as ações necessárias para ativar o serviço de transferência de dados do BigQuery.
  • Crie um conjunto de dados do BigQuery para armazenar os dados do Google Ad Manager.
  • Certifique-se de que sua organização tenha acesso aos arquivos de transferência de dados do Google Ad Manager (DT do Google Ad Manager). Esses arquivos são entregues pela equipe do Google Ad Manager a um intervalo do Cloud Storage. Para ter acesso aos arquivos DT do Google Ad Manager, conclua as etapas a seguir. A equipe do Google Ad Manager poderá enviar cobranças extras.

    • Leia a visão geral dos relatórios de transferência de dados.
    • No canto superior direito da página, clique em Fale conosco.
    • Clique em Relatórios.
    • Envie um e-mail ou converse com um representante e pergunte sobre o acesso aos arquivos de transferência de dados do Google Ad Manager.

    Após concluir esta etapa, você receberá um intervalo do Cloud Storage semelhante a este:

    gdfp-12345678

    A equipe do Google Cloud NÃO tem capacidade de gerar ou conceder acesso a arquivos DT do Google Ad Manager em seu nome. Entre em contato com o suporte do Google Ad Manager, para ter acesso aos arquivos DT do Google Ad Manager.

  • Ative o acesso de API à sua rede do Google Ad Manager.
  • Verifique se a pessoa que está criando a transferência tem as permissões necessárias:
    • Google Ad Manager: acesso de leitura aos arquivos DT do Google Ad Manager armazenados no Cloud Storage. As permissões para arquivos DT do Google Ad Manager são gerenciadas pela equipe do Google Ad Manager.
    • BigQuery: a permissão bigquery.transfers.update para criar a transferência e a permissão bigquery.datasets.update no conjunto de dados de destino. O papel do IAM bigquery.admin predefinido para envolvidos no projeto inclui permissões bigquery.transfers.update e bigquery.datasets.update. Para mais informações sobre os papéis do IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.
  • Se você quiser criar transferências usando a IU da Web clássica do BigQuery, permita os pop-ups do bigquery.cloud.google.com. Assim, será possível ver a janela de permissões. É preciso que a permissão do serviço de transferência de dados do BigQuery gerencie seus dados do Google Ad Manager para que a transferência seja bem-sucedida.
  • As notificações de execução de transferência estão atualmente em versão Alfa. Se quiser configurar as notificações de transferência, você precisará ter permissões pubsub.topics.setIamPolicy para o Cloud Pub/Sub. As permissões do Cloud Pub/Sub não serão necessárias caso você configure notificações por e-mail. Para mais informações, consulte Notificações de execução do serviço de transferência de dados do BigQuery.

Como configurar uma transferência do Google Ad Manager

Requisitos para configurar uma transferência de dados do BigQuery para o Google Ad Manager:

  • Intervalo do Cloud Storage: o URI do intervalo do Cloud Storage referente aos arquivos DT do Google Ad Manager, conforme descrito em Antes de começar. O nome do intervalo é semelhante a este:

    gdfp-12345678
  • Código de rede: você verá o código de rede do Google Ad Manager no URL quando estiver conectado à sua rede. Por exemplo, no URL https://admanager.google.com/2032576#delivery, o código de rede é 2032576. Para ver mais informações, consulte Primeiros passos no Google Ad Manager.

Para criar um serviço de transferência de dados do BigQuery para o Google Ad Manager:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery.

    Acessar a IU da Web do BigQuery

  2. Clique em Transferências.

  3. Clique em Adicionar transferência.

  4. Na página Nova transferência:

    • Em Fonte, escolha o Google Ad Manager (antigo DFP).
    • Em Nome de exibição, digite um nome para a transferência, por exemplo, My Transfer. Esse nome pode ser qualquer valor de fácil identificação para o caso de você precisar modificá-lo mais tarde.
    • Em Conjunto de dados de destino, escolha o conjunto de dados apropriado.
    • Em Intervalo do Cloud Storage, insira o nome do intervalo do Cloud Storage que armazena os arquivos de transferência de dados. Ao inserir esse nome, não inclua gs://.
    • Em Código de rede, insira o código da rede.

      Transferência de canal

    • (Opcional) Expanda a seção Avançado e configure as notificações de execução da transferência. As notificações de execução de transferência estão atualmente em versão Alfa.

      • Em Tópico do Cloud Pub/Sub, digite o nome do tópico, por exemplo, projects/myproject/topics/mytopic.
      • Marque Enviar notificações por e-mail para permitir notificações por e-mail sobre falhas na execução da transferência.
      • Não selecione a opção Desativada ao configurar uma transferência. Consulte Como trabalhar com transferências para desativar transferências existentes.

        Tópico do Cloud Pub/Sub

  5. Clique em Adicionar.

  6. Quando solicitado, clique em Permitir para conceder ao serviço de transferência de dados do BigQuery permissão para acessar os dados de relatórios do Google Ad Manager e gerenciá-los no BigQuery. É necessário permitir pop-ups do endereço bigquery.cloud.google.com para ver a janela de permissões.

    Permitir transferência

Linha de comando

Digite o comando bq mk e forneça a sinalização de criação da transferência --transfer_config. As sinalizações abaixo também são obrigatórias:

  • --data_source
  • --target_dataset
  • --display_name
  • --params

    bq mk --transfer_config --project_id=[PROJECT_ID] --target_dataset=[DATASET] --display_name=[NAME] --params='[PARAMETERS]' --data_source=[DATA_SOURCE]
    

Em que:

  • --project_id é o código do seu projeto;
  • --target_dataset é o conjunto de dados de destino para a configuração de transferência;
  • --display_name é o nome de exibição para a configuração de transferência. O nome da transferência é qualquer valor que facilite a identificação, caso seja necessário modificá-la posteriormente;
  • --params contém os parâmetros para a configuração da transferência criada no formato JSON. Por exemplo: --params='{"param":"param_value"}'. Para o Google Ad Manager, é preciso fornecer os parâmetros bucket e network_code. bucket é o intervalo do Cloud Storage que contém seus arquivos DT do Google Ad Manager e network_code é o código de rede.
  • --data_source é a origem de dados: dfp_dt (Google Ad Manager).

É possível também fornecer a sinalização --project_id para especificar um determinado projeto. Se --project_id não for especificado, o projeto padrão será usado.

Por exemplo, o comando a seguir cria uma transferência do Google Ad Manager denominada My Transfer usando o código de rede 12345678, o intervalo do Cloud Storage gdfp-12345678 e o conjunto de dados de destino mydataset. A transferência é criada no projeto padrão:

bq mk --transfer_config --target_dataset=mydataset --display_name='My Transfer' --params='{"bucket": "gdfp-12345678","network_code": "12345678"}' --data_source=dfp_dt

Após executar o comando, você recebe uma mensagem semelhante a esta:

[URL omitted] Please copy and paste the above URL into your web browser and follow the instructions to retrieve an authentication code.

Siga as instruções e cole o código de autenticação na linha de comando.

API

Use o método projects.locations.transferConfigs.create e forneça uma instância do recurso TransferConfig.

Solução de problemas de configuração da transferência do Google Ad Manager

Se você tiver problemas para configurar a transferência, consulte Problemas de transferência do Google Ad Manager, em Solução de problemas de configuração do serviço de transferência de dados do BigQuery.

Como consultar dados

Quando os dados são transferidos para o BigQuery, eles são gravados em tabelas particionadas por tempo de processamento. Para mais informações, consulte Introdução às tabelas particionadas.

Use a pseudocoluna _PARTITIONTIME para consultar suas tabelas diretamente em vez de usar visualizações geradas automaticamente. Para mais informações, consulte Como consultar tabelas particionadas.

Você pode usar as seguintes consultas de amostra do Google Ad Manager para analisar seus dados transferidos. Use-as também em uma ferramenta de visualização como Cloud Datalab ou Google Data Studio. Essas consultas são fornecidas para você começar a consultar seus dados do Google Ad Manager com o BigQuery. Se tiver mais dúvidas sobre o que é possível fazer com esses relatórios, entre em contato com seu representante técnico do Google Ad Manager.

Essas amostras usam a compatibilidade do BigQuery com o SQL padrão. Use a tag #standardSQL para informar ao BigQuery que você quer usar o SQL padrão. Para mais informações sobre o prefixo #standardSQL, consulte Como configurar o prefixo de uma consulta.

Nas consultas abaixo, substitua [DATASET] pelo nome do conjunto de dados. Substitua [NETWORK_CODE] pelo seu código de rede do Google Ad Manager.

Impressões e usuários exclusivos por cidade

Nesta consulta de amostra, é analisado o número de impressões e usuários exclusivos por cidade nos últimos 30 dias.

IU clássica

#standardSQL
# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
SELECT
  City,
  _DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps,
  count(distinct UserId) AS uniq_users
FROM `[DATASET].NetworkImpressions[NETWORK_CODE]`
WHERE
  _DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY City, Date

Linha de comando

# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
bq query --use_legacy_sql=false '
SELECT
  City,
  _DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps,
  count(distinct UserId) AS uniq_users
FROM `[DATASET].NetworkImpressions_[NETWORK_CODE]`
WHERE
  _DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY City, Date'

Impressões e usuários exclusivos por tipo de item de linha

Na seguinte consulta de amostra, os números de impressões e usuários exclusivos são analisados por tipo de item de linha nos últimos 30 dias.

IU clássica

#standardSQL
# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
SELECT
  MT.LineItemType AS LineItemType,
  DT._DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps,
  count(distinct UserId) AS uniq_users
FROM `[DATASET].NetworkImpressions[NETWORK_CODE]` AS DT
LEFT JOIN `[DATASET].MatchTableLineItem_[NETWORK_CODE]` AS MT
ON
  DT.LineItemId = MT.Id
WHERE
  DT._DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY LineItemType, Date
ORDER BY Date desc, imps desc

Linha de comando

# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
bq query --use_legacy_sql=false '
SELECT
  MT.LineItemType AS LineItemType,
  DT._DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps,
  count(distinct UserId) AS uniq_users
FROM `[DATASET].NetworkImpressions_[NETWORK_CODE]` AS DT
LEFT JOIN `[DATASET].MatchTableLineItem_[NETWORK_CODE]` AS MT
ON
  DT.LineItemId = MT.Id
WHERE
  DT._DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY LineItemType, Date
ORDER BY Date desc, imps desc'

Impressões por bloco de anúncios

Na seguinte consulta de amostra, o número de impressões é analisado por bloco de anúncios nos últimos 30 dias.

IU clássica

#standardSQL
# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
SELECT
  MT.AdUnitCode AS AdUnitCode,
  DT.DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps
FROM `[DATASET].NetworkImpressions[NETWORK_CODE]` AS DT
LEFT JOIN `[DATASET].MatchTableLineItem_[NETWORK_CODE]` AS MT
ON
  DT.AdUnitId = MT.Id
WHERE
  DT._DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY AdUnitCode, Date
ORDER BY Date desc, imps desc

Linha de comando

# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
bq query --use_legacy_sql=false '
SELECT
  MT.AdUnitCode AS AdUnitCode,
  DT._DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps
FROM `[DATASET].NetworkImpressions_[NETWORK_CODE]` AS DT
LEFT JOIN `[DATASET].MatchTableLineItem_[NETWORK_CODE]` AS MT
ON
  DT.AdUnitId = MT.Id
WHERE
  DT._DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY AdUnitCode, Date
ORDER BY Date desc, imps desc'

Impressões por item de linha

Na seguinte consulta de amostra, o número de impressões é analisado por item de linha nos últimos 30 dias.

IU clássica

#standardSQL
# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
SELECT
  MT.Name AS LineItemName,
  DT._DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps
FROM `[DATASET].NetworkImpressions[NETWORK_CODE]` AS DT
LEFT JOIN `[DATASET].MatchTableLineItem_[NETWORK_CODE]` AS MT
ON
  DT.LineItemId = MT.Id
WHERE
  DT._DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY LineItemName, Date
ORDER BY Date desc, imps desc

Linha de comando

# START_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -31 DAY)
# END_DATE = DATE_ADD(CURRENT_DATE(), INTERVAL -1 DAY)
bq query --use_legacy_sql=false '
SELECT
  MT.Name AS LineItemName,
  DT._DATA_DATE AS Date,
  count(*) AS imps
FROM `[DATASET].NetworkImpressions_[NETWORK_CODE]` AS DT
LEFT JOIN `[DATASET].MatchTableLineItem_[NETWORK_CODE]` AS MT
ON
  DT.LineItemId = MT.Id
WHERE
  DT._DATA_DATE BETWEEN [START_DATE] AND [END_DATE]
GROUP BY LineItemName, Date
ORDER BY Date desc, imps desc'
Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.