Como trabalhar com transferências

Depois de criar uma transferência usando o serviço de transferência de dados do BigQuery, é possível:

  • conseguir informações sobre uma configuração de transferência;
  • listar configurações de transferência;
  • ver o histórico de execução de uma transferência;
  • ver detalhes de execução de transferência, como mensagens de registro;
  • atualizar uma transferência;
  • configurar um preenchimento;
  • atualizar credenciais;
  • desativar uma transferência;
  • excluir uma transferência.

Como receber informações sobre transferências

Depois de criar uma transferência, você pode conseguir informações sobre a configuração dela. A configuração inclui os valores que você forneceu quando criou a transferência.

Permissões exigidas

Para conseguir informações sobre uma transferência, são necessárias permissões bigquery.transfers.get. Os papéis predefinidos do Cloud IAM a seguir incluem permissões bigquery.transfers.get:

  • bigquery.admin
  • bigquery.user

Um usuário que tenha as permissões bigquery.transfers.get pode ver informações de todas as transferências em um projeto.

Para mais informações sobre papéis do IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como receber informações sobre uma transferência

Para conseguir informações sobre uma configuração de transferência:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery.

    Acessar a IU da Web do BigQuery

  2. Clique em Transferências.

  3. Na lista mostrada na página Transferências, clique na transferência apropriada.

  4. A configuração de transferência é exibida na página de propriedades acima do Histórico de execução. No exemplo a seguir, mostramos as propriedades de configuração para uma transferência do Google Ads.

    Configuração de transferência

CLI

Insira o comando bq show e forneça o nome do recurso da configuração de transferência. A sinalização --format pode ser usada para controlar o formato de saída.

bq show \
--format=prettyjson \
--transfer_config resource_name

Em que:

  • resource_name é o nome do recurso da transferência (também conhecido como configuração de transferência). Se você não souber o nome do recurso, emita o comando bq ls --transfer_config --transfer_location=location para listar todas as transferências.

Por exemplo, digite o comando a seguir para exibir a configuração da transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7.

bq show \
--format=prettyjson \
--transfer_config projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

API

Utilize o método projects.locations.transferConfigs.get e forneça a configuração de transferência usando o parâmetro name.

Como listar configurações de transferência

Permissões exigidas

Para listar configurações de transferência em um projeto, as permissões bigquery.transfers.get são necessárias. Os papéis predefinidos do IAM a seguir incluem permissões bigquery.transfers.get:

  • bigquery.admin
  • bigquery.user

Um usuário que tenha as permissões bigquery.transfers.get pode listar todas as transferências em um projeto.

Para mais informações sobre papéis do IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como listar transferências

Para listar configurações de transferência em um projeto:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery.

    Acessar a IU da Web do BigQuery

  2. Clique em Transferências. As configurações de transferência aparecem na página Transferências agrupadas por local.

CLI

Para listar todas as configurações de transferência de um projeto por local, digite o comando bq ls e forneça as sinalizações --transfer_location e --transfer_config. É possível também fornecer a sinalização --project_id para especificar um determinado projeto. Caso o --project_id não seja especificado, será usado o projeto padrão. A sinalização --format pode ser usada para controlar o formato de saída.

Para listar configurações de transferência para fontes de dados específicas, forneça A sinalização --filter.

Para ver um número específico de configurações de transferência no formato paginado, forneça a sinalização --max_results para especificar o número de transferências. O comando retorna um token de página que você fornece usando a sinalização --page_token para ver as próximas n configurações.

bq ls \
--transfer_config \
--transfer_location=location \
--project_id=project_id \
--max_results=integer \
--filter=dataSourceIds:data_sources

Em que:

  • location é o local das configurações de transferência. Esse local é especificado quando você cria uma transferência.
  • project_id é o ID do projeto.
  • integer é o número de resultados a serem exibidos por página.
  • data_sources é uma das opções a seguir: <<../_shared/_cli-transfer-types.md>>

Exemplos:

Digite o comando a seguir para exibir todas as configurações de transferência nos EUA para o projeto padrão. A saída é controlada com o uso da sinalização --format.

bq ls \
--format=prettyjson \
--transfer_config \
--transfer_location=us

Digite o comando a seguir para exibir todas as configurações de transferência nos EUA para o código do projeto myproject.

bq ls \
--transfer_config \
--transfer_location=us \
--project_id=myproject

Digite o comando a seguir para listar as três configurações de transferência mais recentes.

bq ls \
--transfer_config \
--transfer_location=us \
--project_id=myproject \
--max_results=3

O comando retorna o token da próxima página. Copie o token da página e forneça-o no comando bq ls para ver os próximos três resultados.

bq ls \
--transfer_config \
--transfer_location=us \
--project_id=myproject \
--max_results=3 \
--page_token=AB1CdEfg_hIJKL

Insira o seguinte comando para listar as configurações de transferência do Google Ads e do Campaign Manager referentes ao ID do projeto myproject.

bq ls \
--transfer_config \
--transfer_location=us \
--project_id=myproject \
--filter=dataSourceIds:dcm_dt,adwords

API

Utilize o método projects.locations.transferConfigs.list e forneça o ID do projeto usando o parâmetro parent.

Como ver o histórico de execução

À medida que as transferências programadas são executadas, um histórico de execução é mantido para cada configuração de transferência que inclui execuções de transferência bem-sucedidas e execuções de transferência que apresentam falha. As execuções de transferência com mais de 90 dias são excluídas automaticamente do histórico de execução.

Permissões exigidas

As permissões bigquery.transfers.get são necessárias para ver o histórico de execução de uma configuração de transferência. O papel predefinido do Cloud IAM bigquery.user inclui permissões bigquery.transfers.get.

Para mais informações sobre os papéis do Cloud IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como visualizar um histórico de execução

Para ver o histórico de execução para uma configuração de transferência:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery.

    Acessar a IU da Web do BigQuery

  2. Clique em Transferências.

  3. Na lista mostrada na página Transferências, clique na transferência apropriada.

  4. Na página de propriedades, o histórico de execuções aparece abaixo das propriedades da transferência.

    Histórico de execuções

  5. (Opcional) Desmarque Mostrar apenas a última execução por dia para ver todas as execuções de transferência.

O estado da execução da transferência é indicado graficamente e está detalhado na coluna Estado:

Ícone Estado
Ícone de sucesso da execução A execução da transferência foi bem-sucedida.
Ícone de falha da execução A execução da transferência apresentou falha.
Ícone de advertência da execução A execução da transferência foi bem-sucedida, mas foram encontradas advertências. Ela não é considerada problemática, a menos que as tabelas resultantes pareçam anormais.

CLI

Para listar execuções de transferências para uma configuração de transferência específica, digite o comando bq ls e forneça a sinalização --transfer_run. É possível também fornecer a sinalização --project_id para especificar um determinado projeto. Se [RESOURCE_NAME] não contiver informações do projeto, o valor --project_id será usado. Caso o --project_id não seja especificado, será usado o projeto padrão. A sinalização --format pode ser usada para controlar o formato de saída.

Para ver um determinado número de execuções de transferência, forneça a sinalização --max_results. O comando retorna um token de página que você fornece usando a sinalização --page_token para ver as próximas n configurações.

Para listar execuções de transferência com base no estado de execução, forneça a sinalização --filter.

bq ls \
--transfer_run \
--max_results=integer \
--transfer_location=location \
--project_id=project_id \
--filter=states:state, ... \
resource_name

Em que:

  • integer é o número de resultados a serem retornados.
  • location é o local das configurações de transferência. Esse local é especificado quando você cria uma transferência.
  • project_id é o ID do projeto.
  • state, ... é uma das listas a seguir ou uma lista separada por vírgulas.
    • SUCCEEDED
    • FAILED
    • PENDING
    • RUNNING
    • CANCELLED
  • resource_name é o nome do recurso da transferência (também conhecido como configuração de transferência). Se você não souber o nome do recurso, emita o comando bq ls --transfer_config --transfer_location=[LOCATION] para listar todas as transferências.

Exemplos:

Insira o comando a seguir para exibir as três últimas execuções referentes à configuração de transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7. A saída é controlada com o uso da sinalização --format.

bq ls \
--format=prettyjson \
--transfer_run \
--max_results=3 \
--transfer_location=us \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

O comando retorna o token da próxima página. Copie o token da página e forneça-o no comando bq ls para ver os próximos três resultados.

bq ls \
--format=prettyjson \
--transfer_run \
--max_results=3 \
--page_token=AB1CdEfg_hIJKL \
--transfer_location=us \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

Insira o comando a seguir para exibir todas as execuções que apresentaram falha referentes à configuração de transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7.

bq ls \
--format=prettyjson \
--transfer_run \
--filter=states:FAILED \
--transfer_location=us \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

API

Utilize o método projects.locations.transferConfigs.list e especifique o ID do projeto usando o parâmetro parent.

Como ver detalhes da execução de transferências e registros de mensagens

Quando uma execução de transferência aparece no histórico de execução, você pode ver os detalhes de execução, incluindo mensagens de registro, advertências e erros, o nome da execução e a hora de início e término.

Permissões exigidas

As permissões bigquery.transfers.get são necessárias para ver detalhes da execução de transferência. O papel predefinido do IAM bigquery.user inclui permissões bigquery.transfers.get.

Para mais informações sobre os papéis do Cloud IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como visualizar detalhes de uma execução de transferência

Para ver detalhes de transferência de execução:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery.

    Acessar a IU da Web do BigQuery

  2. Clique em Transferências.

  3. Na lista mostrada na página Transferências, clique na transferência apropriada.

  4. Na página de propriedades, o histórico de execuções aparece abaixo das propriedades da transferência. Clique em uma execução para examinar os detalhes.

  5. Nos detalhes da execução, observe o Nome da execução e todas as mensagens de erro. Essa informação será necessária se você entrar em contato com o suporte do Google Cloud. Os detalhes de execução também incluem mensagens de registro e advertências.

    Detalhes da execução

CLI

Para ver os detalhes da execução de transferência, digite o comando bq show e forneça o Nome da execução da transferência usando a sinalização --transfer_run. A sinalização --format pode ser usada para controlar o formato de saída.

bq show \
--format=prettyjson \
--transfer_run run_name

Em que:

  • run_name é o nome da execução de transferência. É possível recuperá-lo usando o comando bq ls.

Exemplo:

Insira o comando a seguir para exibir detalhes referentes à execução de transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7/runs/1a2b345c-0000-1234-5a67-89de1f12345g.

bq show \
--format=prettyjson \
--transfer_run \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7/runs/1a2b345c-0000-1234-5a67-89de1f12345g

Para ver as mensagens de registro de transferência para uma execução de transferência, insira o comando bq ls com a sinalização--transfer_log. Você pode filtrar mensagens de registro por tipo usando a sinalização --message_type.

Para ver um número específico de mensagens de registro, forneça a sinalização --max_results. O comando retorna um token de página que você fornece usando a sinalização --page_token para ver as próximas mensagens n.

bq ls \
--transfer_log \
--max_results=integer \
--message_type=messageTypes:message_type \
run_name

Em que:

  • integer é o número de mensagens de registro a serem retornadas.
  • message_type é o tipo de mensagem de registro para visualização (um valor único ou uma lista separada por vírgulas):
    • INFO
    • WARNING
    • ERROR
  • run_name é o nome da execução de transferência. É possível recuperá-lo usando o comando bq ls.

Exemplos:

Insira o comando a seguir para ver as primeiras duas mensagens de registro referentes à execução de transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7/runs/1a2b345c-0000-1234-5a67-89de1f12345g.

bq ls \
--transfer_log \
--max_results=2 \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7/runs/1a2b345c-0000-1234-5a67-89de1f12345g

O comando retorna o token da próxima página. Copie o token da página e forneça-o no comando bq ls para ver os próximos dois resultados.

bq ls \
--transfer_log \
--max_results=2 \
--page_token=AB1CdEfg_hIJKL \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7/runs/1a2b345c-0000-1234-5a67-89de1f12345g

Digite o comando a seguir para ver apenas mensagens de erro para a execução de transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7/runs/1a2b345c-0000-1234-5a67-89de1f12345g.

bq ls \
--transfer_log \
--message_type=messageTypes:ERROR \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7/runs/1a2b345c-0000-1234-5a67-89de1f12345g

API

Utilize o método projects.transferConfigs.runs.transferLogs.list e forneça o nome da execução da transferência usando o parâmetro parent.

Como atualizar uma transferência

Depois de adicionar a transferência, você pode editá-la. É possível editar qualquer um dos campos preenchidos durante a criação da transferência, exceto Fonte:

  • conjunto de dados de destino
  • nome de exibição
  • qualquer um dos parâmetros especificados para o tipo de transferência específico
  • executar configurações de notificação

Permissões exigidas

A atualização de uma transferência exige permissões bigquery.transfers.update. O papel predefinido do Cloud IAM bigquery.admin inclui as permissões bigquery.transfers.update.

Para mais informações sobre os papéis do Cloud IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como atualizar uma transferência

Para atualizar uma transferência, siga estas etapas:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery.

    Acessar a IU da Web do BigQuery

  2. Clique em Transferências.

  3. Na lista mostrada na página Transferências, clique na transferência apropriada.

  4. Clique em Editar para atualizar a configuração de transferência.

  5. Quando terminar de fazer alterações, clique em Salvar.

CLI

Digite o comando de bq update, forneça o Nome do recurso da configuração de transferência usando a sinalização --transfer_config e forneça as sinalizações --display_name, --target_dataset, --refresh_window_days ou --params.

bq update \
--display_name='name' \
--target_dataset=dataset \
--params='parameters' \
--refresh_window_days=integer \
--transfer_config \
resource_name

Em que:

  • name é o nome de exibição da configuração da transferência.
  • dataset é o conjunto de dados de destino na configuração da transferência.
  • parameters contém os parâmetros da configuração da transferência no formato JSON. Por exemplo: --params='{"param":"param_value"}'. Os parâmetros a seguir são editáveis:
    • Google Ads: customer_id
    • Campaign Manager: bucket e network_id
    • Google Ad Manager: bucket e network_code
    • Google Merchant Center: merchant_id
    • Google Play: bucket e table_suffix
    • YouTube Channel: page_id e table_suffix
    • Proprietário do conteúdo do YouTube: content_owner_id e table_suffix
  • integer é um valor de 0 a 30. Para informações sobre como configurar a janela de atualização, consulte a documentação para seu tipo de transferência.
  • resource_name é o nome do recurso da transferência (também conhecido como configuração de transferência). Se você não souber o nome do recurso, emita o comando bq ls --transfer_config --transfer_location=[LOCATION] para listar todas as transferências.

Exemplos:

Digite o seguinte comando para atualizar o nome de exibição, o conjunto de dados de destino, a janela de atualização e os parâmetros para a transferência do Google Ads projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7.

bq update \
--display_name='My changed transfer' \
--target_dataset=mydataset2 \
--params='{"customer_id":"123-123-5678"}' \
--refresh_window_days=3 \
--transfer_config \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

API

Utilize o método projects.transferConfigs.patch e forneça o nome do recurso da transferência usando o parâmetro transferConfig.name. Se você não souber o nome do recurso, emita o comando bq ls --transfer_config --transfer_location=[LOCATION] para listar todas as transferências ou chame o método projects.locations.transferConfigs.list e forneça o ID do projeto usando o parâmetro parent.

Como configurar preenchimentos e execuções de atualização

Atualizar

Os preenchimentos não estão disponíveis para esses tipos de transferência. No entanto, é possível configurar uma atualização.

Preencher

Você pode iniciar os preenchimentos de dados manualmente a qualquer momento. Além dos limites de origem, o BigQuery Data Transfer Service aceita no máximo 180 dias por solicitação de preenchimento. As solicitações de preenchimento simultâneas não são aceitas.

Ao preencher grandes intervalos de datas, divida as solicitações de preenchimento em blocos de 180 dias e aguarde a solicitação de preenchimento anterior ser concluída para criar outra.

Para informações sobre a quantidade de dados disponíveis para preenchimento, consulte a documentação da fonte de dados:

Os preenchimentos não estão disponíveis para transferências do Cloud Storage (versão Beta). No entanto, é possível configurar uma execução de atualização de uma transferência do Cloud Storage.

Permissões exigidas

As permissões bigquery.transfers.update são necessárias para programar um preenchimento. O papel predefinido do Cloud IAM bigquery.admin inclui as permissões bigquery.transfers.update.

Para mais informações sobre os papéis do Cloud IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como programar um preenchimento

Para programar um preenchimento:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery. IU da Web do BigQuery
  2. Clique em Transferências.
  3. Na página Transferência, clique na transferência apropriada.
  4. Clique em Programar preenchimento.

    Programar preenchimento

  5. Na caixa de diálogo Programar execução:

    • Para Data inicial dos dados, insira ou escolha a data apropriada no formato MM/DD/AAAA.
    • Para Data final dos dados, insira ou escolha a data apropriada no formato MM/DD/AAAA.
    • Clique em OK.

    Programar preenchimento

CLI

Digite o comando bq mk, forneça a sinalização --transfer_run e especifique --start_time e --end_time.

bq mk \
--transfer_run \
--start_time='start_time' \
--end_time='end_time' \
resource_name

Em que:

  • start_time e end_time são carimbos de data/hora que terminam em Z ou contêm uma diferença de fuso horário válida. Exemplo:

    • 2017-08-19T12:11:35.00Z
    • 2017-05-25T00:00:00+00:00
  • resource_name é o nome do recurso da transferência (também conhecido como configuração de transferência). Se você não souber o nome do recurso, emita o comando bq ls --transfer_config --transfer_location=location para listar todas as transferências.

Exemplos:

Insira o comando abaixo para programar um preenchimento referente à configuração de transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7.

bq mk \
--transfer_run \
--start_time 2017-05-25T00:00:00Z \
--end_time 2017-05-25T00:00:00Z \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

API

Utilize o método projects.locations.transferConfigs.scheduleRuns e forneça o recurso de configuração de transferência usando o parâmetro parent.

Como atualizar credenciais

Uma transferência usa as credenciais do usuário que a criou. Se você precisar alterar o usuário anexado a uma configuração de transferência, será possível atualizar as credenciais da transferência. Isso é útil se o usuário que criou a transferência não estiver mais em sua organização.

Permissões exigidas

As permissões bigquery.transfers.update são necessárias para atualizar as credenciais. O papel predefinido do Cloud IAM bigquery.admin inclui as permissões bigquery.transfers.update.

Para mais informações sobre os papéis do Cloud IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como atualizar as credenciais de uma transferência

Para atualizar as credenciais de uma transferência:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery. IU da Web do BigQuery
  2. Clique em Transferências.
  3. Na página Transferência, clique na transferência apropriada.
  4. Clique em Atualizar credenciais.
  5. Clique em OK quando solicitado.
  6. Faça login em sua Conta do Google e clique em Permitir para que o serviço de transferência do BigQuery tenha permissão para visualizar seus dados de relatórios e acessar e gerenciar os dados no BigQuery. É necessário permitir pop-ups do endereço bigquery.cloud.google.com para ver a janela de permissões.

CLI

Digite o comando bq update, forneça o Nome do recurso da configuração de transferência usando a sinalização --transfer_config e forneça a sinalização --update_credentials.

bq update \
--update_credentials=boolean \
--transfer_config \
resource_name

Em que:

  • boolean é um valor booleano que indica se as credenciais precisam ser atualizadas para a configuração de transferência.
  • resource_name é o nome do recurso da transferência (também conhecido como configuração de transferência). Se você não souber o nome do recurso, emita o comando bq ls --transfer_config --transfer_location=location para listar todas as transferências.

Exemplos:

Insira o comando a seguir para atualizar as credenciais da transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7 do Google Ads.

bq update \
--update_credentials=true \
--transfer_config \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

API

Use o método projects.transferConfigs.patch e forneça os parâmetros authorizationCode e updateMask.

Como desativar uma transferência

Quando você desabilita uma transferência, [DISABLED] é adicionado ao nome da transferência. Quando a transferência é desativada, nenhuma execução de transferência nova é programada e nenhum preenchimento novo é permitido. Todas as transferências em andamento são concluídas.

Desativar uma transferência não remove nenhum dado já transferido para o BigQuery. Os dados transferidos anteriormente geram custos de armazenamento padrão do BigQuery até você excluir o conjunto de dados ou excluir as tabelas.

Permissões exigidas

As permissões bigquery.transfers.update são necessárias para desativar uma transferência. O papel predefinido do Cloud IAM bigquery.admin inclui as permissões bigquery.transfers.update.

Para mais informações sobre os papéis do Cloud IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como desativar uma transferência

Para desativar uma transferência:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web clássica do BigQuery.

    Acessar a IU da Web clássica do BigQuery

  2. Clique em Transferências.

  3. Clique na transferência que você está desativando.

  4. Na página de propriedades da transferência, clique em Desativado.

    Desativar transferência

  5. Depois de desativar a transferência, clique em Salvar.

CLI

A CLI não aceita a desativação de uma transferência.

API

Use o método projects.locations.transferConfigs.patch e defina disabled como true no recurso projects.locations.transferConfig.

Como excluir uma transferência

Quando uma transferência é excluída, nenhuma execução de transferência nova é programada. Qualquer execução de transferência em andamento é interrompida.

A exclusão de uma transferência não remove nenhum dado já transferido para o BigQuery. Os dados transferidos anteriormente geram custos de armazenamento padrão do BigQuery até você excluir o conjunto de dados ou excluir as tabelas.

Permissões exigidas

As permissões bigquery.transfers.update são necessárias para excluir uma transferência. O papel predefinido do Cloud IAM bigquery.admin inclui as permissões bigquery.transfers.update.

Para mais informações sobre os papéis do Cloud IAM no BigQuery, consulte Controle de acesso.

Como excluir uma transferência

Para excluir uma transferência, faça o seguinte:

IU clássica

  1. Acesse a IU da Web do BigQuery.

    Acessar a IU da Web clássica do BigQuery

  2. Clique em Transferências.

  3. Clique na transferência que você está editando.

  4. Na página de propriedades da transferência, clique em Excluir.

  5. Quando solicitado, clique em OK para remover a transferência.

CLI

Digite o comando bq rm e forneça o nome do recurso da configuração de transferência. É possível usar a sinalização -f para excluir uma configuração de transferência sem confirmação.

bq rm \
-f \
--transfer_config \
resource_name

Em que:

  • resource_name é o nome do recurso da transferência (também conhecido como configuração de transferência). Se você não souber o nome do recurso, emita o comando bq ls --transfer_config --transfer_location=location para listar todas as transferências.

Por exemplo, digite o comando a seguir para excluir a configuração da transferência projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7.

bq rm \
--transfer_config \
projects/myproject/locations/us/transferConfigs/1234a123-1234-1a23-1be9-12ab3c456de7

API

Utilize o método projects.locations.transferConfigs.delete e forneça o recurso que você está excluindo usando o parâmetro name.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.