O Twitter adota o Google Cloud

Twitter migra seus dados para o Google Cloud para manter o mundo twittando

O Twitter tem como objetivo ajudar as pessoas a compartilhar informações e descobrir o que está acontecendo em todo o mundo. E com as pessoas twittando cada vez mais a cada dia, os dados produzidos por esses tweets começam a aumentar.

O Twitter sabia que isso significaria que eles precisariam de mais armazenamento e mais poder de computação. Para continuar processando grandes quantidades de dados 24 horas por dia, a plataforma de mídia social esperava transferir mais de 300 petabytes de armazenamento de dados para a nuvem.

Para determinar se uma migração dessa escala seria possível, o Twitter adotou um rigoroso processo de avaliação de nuvem. Após meses de análise aprofundada, os engenheiros do Twitter descobriram que o Google Cloud era o mais adequado para as necessidades do Twitter, porque fornecia flexibilidade no armazenamento e no escalonamento da computação em ambas as dimensões de modo independente, além de fornecer acesso a uma rede de alta velocidade.

Trabalhando com o Google Cloud, o Twitter conseguiu mudar para uma nova estratégia de nuvem híbrida. Saiba como o Google Cloud foi aprovado no abrangente processo de avaliação do Twitter para o ambiente Hadoop em escala mundial nesta palestra do NEXT '18.

Assista ao vídeo

Soluções

Central de migração

Inove com mais rapidez e de maneira escalonável ao migrar para o Google Cloud.

Google Cloud

Primeiros passos

Teste você mesmo

Receba US$ 300 de crédito no seu primeiro projeto do GCP ou teste o G Suite sem custos por 14 dias.

Precisa de ajuda em um projeto maior?

Nossos especialistas ajudarão você a criar as soluções certas ou encontrar o parceiro ideal para suas necessidades.