Como coletar informações de diagnóstico


Neste documento, você verá como coletar informações sobre uma instância de máquina virtual (VM) usando uma ferramenta de diagnóstico. Use as informações que as ferramentas coletam para ajudar na solução de problemas básicos antes de entrar em contato com o Suporte.

A ferramenta faz o seguinte:

  • Coleta informações somente da VM especificada.

  • Armazena as informações apenas no seu projeto.

  • Armazena as informações por 10 dias em um bucket do Cloud Storage que, por padrão, somente você pode acessar.

Antes de compartilhar as informações coletadas com o Suporte do Google, faça o seguinte:

  1. Revise as informações em busca de informações confidenciais ou de identificação pessoal (PII, na sigla em inglês).

  2. Exclua ou mascare as informações conforme necessário.

Informações de diagnóstico coletadas da VM

Com essa ferramenta de diagnóstico, é possível coletar informações sobre o seguinte:

Para informações detalhadas sobre como o Compute Engine coleta essas informações, consulte o repositório público (em inglês).

Limitações

  • Só é possível coletar informações de diagnóstico de VMs criadas com base no Windows Server.

Antes de começar

  • Para usar os exemplos de linha de comando deste guia, siga estas etapas:
    1. Instale ou atualize a ferramenta de linha de comando gcloud para a versão mais recente.
    2. Defina uma região e uma zona padrão.
  • Para usar os exemplos da API deste guia, configure o acesso a ela.
  • O Compute Engine instala a ferramenta de diagnóstico por padrão em versões públicas das imagens do Windows Server posteriormente a v20190714. Caso contrário, se a versão de imagem do Windows Server for anterior a v20190714 ou se você estiver usando uma imagem personalizada, instale a ferramenta usando o comando googet install google-compute-engine-diagnostics.

Como coletar informações de diagnóstico de uma VM

Execute a ferramenta de diagnóstico diretamente da VM ou remotamente, usando a ferramenta de linha de comando gcloud. Em VMs baseadas em Windows, localize a ferramenta de diagnóstico no diretório C:\Program Files\Google\Compute Engine\diagnostics.

Permissões exigidas para a tarefa

Para executar esta tarefa, é preciso ter a permissão a seguir:

  • roles/iam.serviceAccountTokenCreator no projeto

gcloud

  1. Conceda o papel iam.serviceAccountTokenCreator no projeto:

    gcloud projects add-iam-policy-binding PROJECT_ID \
        --member user:EMAIL \
        --role roles/iam.serviceAccountTokenCreator
    

    Substitua:

    • PROJECT_ID: o ID do projeto;
    • EMAIL: endereço de e-mail para conceder o papel iam.serviceAccountTokenCreator
  2. Exporte as informações de diagnóstico como um objeto para um bucket do Cloud Storage.

    gcloud compute diagnose export-logs VM_NAME \
      [--collect-process-traces]
    

    A sinalização --collect-process-traces opcional especifica se a ferramenta de diagnóstico coleta um trace de 10 minutos do sistema em execução, o que inclui atividade de CPU, disco, arquivo e rede. Em VMs baseadas em Windows, usa o Gravador de desempenho do Windows.

    Substitua:

    • VM_NAME: nome da VM da qual as informações de diagnóstico serão coletadas;
  3. O processo de exportação de registros pode levar alguns minutos para ser concluído. Veja o status usando o comando gcloud compute instances get-serial-port-output.

  4. Com o Compute Engine, é possível formatar o nome do bucket que contém as informações de diagnóstico como diagnostic_logs_project_PROJECT_NUMBER. Veja ou faça o download do bucket usando gsutil tool ou, no Console do Google Cloud, na página Cloud Storage:

    Acessar o Storage

A seguir