Introdução a tabelas

A tabela do BigQuery contém registros individuais organizados em linhas. Cada registro é formado por colunas, também chamadas de campos.

Todas as tabelas são definidas por um esquema, que descreve nomes, tipos de dados e outras informações da coluna. É possível especificar o esquema de uma tabela durante a criação dela. Também é possível criá-la sem um esquema e declará-lo no job de consulta ou de carregamento que primeiro o preencher com dados.

O BigQuery é compatível com os tipos de tabela a seguir:

  • Tabelas nativas: tabelas compatíveis com o armazenamento nativo do BigQuery, incluindo:
    • Tabelas padrão
    • Clones de tabelas
    • Snapshots da tabela
    • Visualizações materializadas
  • Tabelas externas: compatíveis com armazenamento externo ao BigQuery. Para mais informações, consulte Como consultar fontes de dados externas.
  • Visualizações: tabelas virtuais definidas por uma consulta SQL. Para mais informações, consulte Como criar visualizações.

Saiba mais em Dados de tabelas.

Limitações da tabela

As tabelas do BigQuery estão sujeitas às seguintes limitações:

  • Os nomes das tabelas precisam ser exclusivos por conjunto de dados.
  • O console permite copiar apenas uma tabela por vez.
  • Ao copiar tabelas, o conjunto de dados de destino e a tabela a ser copiada precisam estar no mesmo local. Por exemplo, não é possível copiar uma tabela de um conjunto de dados baseado na UE para um conjunto de dados baseado nos EUA.
  • Ao copiar várias tabelas de origem para uma tabela de destino usando a ferramenta de linha de comando bq, a API ou as bibliotecas de cliente, todas as tabelas de origem precisam ter esquemas idênticos.
  • Quando você exporta dados de tabela, o único destino aceito é o Cloud Storage.
  • Ao usar uma chamada de API, o desempenho da enumeração fica lento quando você se aproxima de 50.000 tabelas em um conjunto de dados.
  • O console pode exibir até 50.000 tabelas para cada conjunto de dados.

Cotas de tabela

Aplicamos cotas e limites aos diferentes tipos de jobs que você executa em tabelas, incluindo:

Para mais informações sobre todas as cotas e limites, consulte Cotas e limites.

Preços de tabelas

Ao criar e usar tabelas no BigQuery, as cobranças são de acordo com a quantidade de dados armazenados nelas e nas partições e com as consultas nos dados da tabela:

  • Para saber mais sobre preços de armazenamento, consulte esta página.
  • Para saber mais sobre preços de consulta, consulte esta página.

Muitas operações de tabela são gratuitas, incluindo carregamento, cópia e exportação de dados. Entretanto, elas estão sujeitas a cotas e limites do BigQuery. Consulte Operações gratuitas na página de preços para mais informações sobre esse assunto.

Segurança de tabelas

Para controlar o acesso a tabelas no BigQuery, consulte Introdução aos controles de acesso a tabelas.

A seguir