Visão geral do pacote de operações do Google Cloud para o GKE

O Google Kubernetes Engine (GKE) inclui integração nativa com o Cloud Monitoring e o Cloud Logging. Quando você cria um cluster do GKE, as operações do Kubernetes Engine são ativadas por padrão e fornecem um painel de monitoramento personalizado especificamente para o Kubernetes.

Com as operações do Kubernetes Engine, é possível controlar se o Cloud Logging coleta ou não registros de aplicativos. Você também tem a opção de desativar a integração do Cloud Monitoring e do Cloud Logging. Para mais informações sobre as instruções de instalação, consulte Como instalar o suporte ao Monitoring e Logging para GKE.

Sobre as operações do Kubernetes Engine

As operações do Kubernetes Engine foram projetadas para monitorar clusters do GKE. Elas gerenciam os serviços do Monitoring e Logging juntos e apresenta um painel de operações do Kubernetes Engine que fornece uma interface personalizada para clusters do GKE:

  • No painel de resumo, veja as principais métricas de clusters, como a utilização da CPU, da memória e o número de incidentes em aberto.

  • Visualize clusters por infraestrutura, cargas de trabalho ou serviços.

  • Inspecione namespaces, nós, cargas de trabalho, serviços, pods e contêineres.

  • Para pods e contêineres, veja métricas como uma função de tempo e entradas de registro usando o Visualizador de Registros.

Qual opção de monitoramento e geração de registros devo usar?

É possível usar o painel de operações padrão do Kubernetes Engine ou ativar o Logging e o Monitoring legados. Ambas as opções, no geral, estão disponíveis a partir da versão 1.12.7 do GKE. Veja alguns problemas possíveis:

  • O Kubernetes Engine Operations é a opção padrão, começando com a versão 1.14 do GKE.

  • O Logging e o Monitoring legados também são uma opção com disponibilidade geral. No entanto, ele não tem recursos e melhorias presentes nas operações do Kubernetes Engine.

  • Somente o Logging and Monitoring legado permite que você desative o Cloud Logging enquanto ainda usa o Cloud Monitoring.

Como selecionar o suporte do conjunto de operações do Google Cloud para o GKE

Se você estiver usando o Logging e o Monitoring legados, precisará alternar para as Operações do Kubernetes Engine antes que o suporte ao Logging e ao Monitoring legados seja removido. O Logging and Monitoring legados não serão mais compatíveis a partir do GKE 1.15. A tabela abaixo detalha a compatibilidade entre as versões do GKE:

Versão GKE Logging e Monitoring legados Operações do Kubernetes Engine
1.10 – 1.12.5 Padrão opcional (Beta)
1.12.7 Padrão Opcional
1.13 Padrão Opcional
1.14 Opcional Padrão
1.15 Não disponível Padrão

Preço

O preço das operações do Kubernetes Engine é baseado na quantidade de registros e métricas coletados. Consulte a página de Preços para ver detalhes.

Guias de instruções das operações do Kubernetes Engine

  • Como instalar operações do Kubernetes Engine: descreve como ativar as operações do Kubernetes Engine em clusters novos e atuais.

  • Como migrar para as operações do Kubernetes Engine: descreve as diferenças entre o Logging e o Monitoring legados e as operações que você precisa alterar nas configurações do Pacote de operações do Google Cloud como parte da atualização da integração de monitoramento e geração de registros.

  • Como observar o sistema: descreve a interface do painel "Operações do Kubernetes Engine", como organizar informações do cluster e como visualizar detalhes dos alertas.

  • Como ativar os auditd registros: descreve como ativar a geração detalhada de registros de auditoria no nível do sistema operacional em nós de cluster do GKE e como exportar registros para o Cloud Logging.

  • Como usar o Prometheus: opcional. Descreve como configurar as operações do Kubernetes Engine para Prometheus.

Guias de instruções do Logging and Monitoring legado

  • Cloud Monitoring legado: descreve como configurar a solução legada do Cloud Monitoring para seus clusters do GKE.

  • Cloud Logging legado: descreve como configurar a solução legada do Cloud Logging para seus clusters do GKE.