Gerenciar sua conta do Cloud Billing

Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Nesta página, listamos os tópicos e as tarefas relacionados ao gerenciamento das suas contas do Cloud Billing. Encontre o tópico ou a tarefa em que você tem interesse e siga os links para acessar uma documentação com orientações úteis.

Sobre as contas de faturamento do Cloud

As contas de faturamento do Cloud pagam pelos custos de uso dos projetos do Google Cloud e da plataforma do Google Maps. As contas de faturamento do Cloud não pagam pelas contas do Google Workspace. Os clientes do Google Workspace precisam de uma conta de faturamento separada do Google Workspace.

Você precisa de uma conta do Cloud Billing para usar o Google Cloud ou a Plataforma Google Maps. Para usar os recursos do Google Cloud em um projeto, o faturamento precisa estar ativado no projeto. O faturamento é ativado quando o projeto é vinculado a uma conta ativa do Cloud Billing.

Importante: projetos não vinculados a uma conta de faturamento do Cloud ativa não podem usar os serviços do Google Cloud ou da Plataforma Google Maps. Isso é válido mesmo se você usa apenas serviços gratuitos.

Informações sobre preços

Se você estiver à procura de informações sobre os preços de APIs do Google, consulte a documentação da API que você está usando.

Criar uma nova conta de faturamento do Cloud

dois tipos de contas de faturamento do Cloud:

Tipos de conta de faturamento
Conta de autoatendimento (ou on-line)

É possível criar contas de autoatendimento on-line e gerenciar as formas de pagamento usadas para pagar automaticamente os custos de uso do Google Cloud e da Plataforma Google Maps.

Criar uma nova conta de autoatendimento do Cloud BIlling

Conta faturada (ou off-line)

Se você preferir ter uma conta do Cloud Billing que pague pelos custos de uso do Google Cloud e da Plataforma Google Maps com uma fatura mensal, vamos configurar as contas com fatura para você.

Inscrever-se na cobrança com fatura mensal

Sobre solicitações de autorização

Ao criar uma nova conta de autoatendimento do Cloud Billing, você pode ver uma transação de US$ 0,00 do Google na fatura do seu banco ou cartão de crédito. Elas são apenas solicitações de autorização, e não cobranças reais.

Verificar o endereço de e-mail de contato para pagamentos

Para garantir que você receba notificações relacionadas a faturamento e pagamentos, podemos pedir que você verifique seu endereço de e-mail no seu perfil para pagamentos do Google.

Modificar as configurações da sua conta do CLoud Billing

Depois de criar uma conta do Cloud Billing e o respectivo perfil do Google Payments, é possível alterar ou atualizar muitas configurações da conta.

Esta seção lista algumas das configurações que você pode atualizar. Para ver uma lista mais completa, consulte Modificar sua conta do Cloud Billing.

Configurações da conta que você pode modificar
Nome da conta de faturamento O nome da conta de faturamento que aparece em seletores e listas tabulares ou relatórios que exibem o nome da conta de faturamento.
Endereços de correspondência Há um ou mais endereços de correspondência associados à sua conta de faturamento. Os endereços de correspondência podem incluir o endereço comercial legalmente registrado e os endereços para onde as faturas são enviadas.
Projetos vinculados à Conta do Cloud Billing Uma conta do Cloud Billing é usada para definir quem paga por determinado conjunto de recursos e pode estar associada a um ou mais projetos. O uso do projeto é cobrado na conta de faturamento do Cloud vinculada. É possível mudar a conta do Cloud BIlling vinculada a cada um dos seus projetos.
Formas de pagamento para uma conta de faturamento por autoatendimento Os custos de uso acumulados de uma conta de autoatendimento do Cloud Billing são cobrados automaticamente no instrumento de pagamento registrado no perfil para pagamentos do Google Payments associado. Essas formas de pagamento geralmente incluem cartões de crédito, débito ou contas bancárias, dependendo do país e da moeda.
Número da ordem de compra nas faturas Para contas do Cloud BIlling configuradas para serem faturadas por meio de uma fatura mensal, é possível definir ou modificar o número da ordem de compra da fatura (também chamado de número de pedido de veiculação, CPE ou código do cliente), um identificador que aparece no cabeçalho das suas faturas.

Encerrar uma conta de faturamento do Cloud

É possível encerrar uma conta ativa do Cloud Billing para interromper todos os serviços faturáveis em qualquer projeto vinculado à conta, como execução de instâncias de VM ou buckets de armazenamento. Se os projetos não estiverem vinculados a uma conta ativa e válida do Cloud Billing, não será possível usar os produtos e serviços ativados nos projetos. Isso acontece mesmo que seus projetos usem apenas serviços gratuitos do Google Cloud ou da Plataforma Google Maps.

Dica: em vez de encerrar sua conta, é possível interromper as novas cobranças de uma conta do Cloud Billing usando uma das seguintes opções:

Reabrir uma conta de faturamento do Cloud encerrada

Se sua conta do Cloud Billing estiver encerrada ou inativa, será possível reabri-la.

Para reativar uma conta de faturamento do Cloud, é necessário resolver todos os problemas relacionados a pagamentos ou suspensões. Para receber assistência, siga as etapas para resolver pagamentos recusados no solucionador de problemas.

Excluir uma conta de faturamento do Cloud

Não é possível excluir as contas de faturamento do Cloud. Mesmo que você encerre a conta de faturamento do Cloud, as informações dela serão retidas para fins de relatório e auditoria.

Se você quiser impedir que uma conta de faturamento do Cloud acumule cobranças, encerre-a ou desative o faturamento nos projetos associados.

Se você quiser alterar a forma de pagamento associada à conta de faturamento do Cloud, gerencie as formas de pagamento na central de pagamentos do Google.

Faça um teste

Se você começou a usar o Google Cloud agora, crie uma conta para avaliar o desempenho dos nossos produtos em situações reais. Clientes novos também recebem US$ 300 em créditos para executar, testar e implantar cargas de trabalho.

Comece a usar gratuitamente