Como monitorar usando o Console do GCP

Nesta página, explicamos como monitorar uma instância do Cloud Spanner exibindo dados atuais e históricos no Console do Google Cloud Platform.

Como visualizar o status atual de uma instância

Ao abrir uma instância do Cloud Spanner no Console do GCP, é possível consultar o status atual das métricas mais importantes da instância, como o uso da CPU. Também é possível ver as métricas atuais de um banco de dados específico dentro da instância.

Para ver o status atual de uma instância, siga estas etapas:

  1. No Console do GCP, abra a lista de instâncias do Cloud Spanner.

    Acessar a lista de instâncias

  2. Clique no nome da instância que você quer conhecer melhor.

    O Console do GCP exibe uma visão geral da instância, incluindo os valores atuais de várias métricas importantes. Saiba quais métricas estão disponíveis.

  3. Opcional: para ver as métricas atuais de um banco de dados específico da instância, clique no nome do banco de dados no painel à esquerda.

    O Console do GCP exibe os valores atuais de várias métricas importantes.

Como visualizar os dados históricos de uma instância

O Console do GCP oferece gráficos que mostram dados históricos da instância. É possível visualizar gráficos de diferentes períodos, da última hora até os últimos 30 dias. Também é possível visualizar gráficos de um único banco de dados da instância.

Para visualizar dados históricos de uma instância, siga estas etapas:

  1. No Console do GCP, abra a lista de instâncias do Cloud Spanner.

    Acessar a lista de instâncias

  2. Clique no nome da instâncias que você quer conhecer melhor e, em seguida, clique na aba Monitorar.

    O Console do GCP exibirá gráficos com os dados históricos da instância. Saiba quais gráficos estão disponíveis.

  3. Opcional: para visualizar dados históricos de um período diferente, use os botões acima do primeiro gráfico e clique no período que você quer visualizar.

  4. Opcional: para controlar quais dados são exibidos no gráfico, clique em uma das listas suspensas do gráfico. Por exemplo, se a instância usa uma configuração multirregional, alguns gráficos permitem usar uma lista suspensa para visualizar dados de uma região específica. Nem todos os gráficos têm listas suspensas.

  5. Opcional: para visualizar os dados históricos de um banco de dados específico da instância, clique no nome do banco de dados no painel à esquerda.

Gráficos e métricas do Cloud Spanner

O Console do GCP oferece os gráficos e métricas a seguir para mostrar o status atual e histórico de uma instância. Todos os gráficos e métricas estão disponíveis no nível de instância. Também é possível ver vários gráficos e métricas atuais de um banco de dados específico da instância.

Gráficos e métricas disponíveis
Contagem de nós

Número de nós na instância.

Disponível apenas para instâncias.

Uso da CPU: média contínua de 24 horas

Média contínua do uso total da CPU, no formato de porcentagem dos recursos da CPU da instância em cada banco de dados. Cada ponto de dados é uma média das últimas 24 horas.

Disponível apenas para instâncias.

Uso da CPU: alta prioridade

O uso total da CPU, no formato de porcentagem dos recursos da CPU da instância, para tarefas de alta prioridade. Essas tarefas incluem a maioria das solicitações que você inicia e tarefas de manutenção que o Cloud Spanner precisa concluir rapidamente. Saiba mais sobre tarefas de alta prioridade.

Disponível para instâncias e bancos de dados.

Uso da CPU: total

O uso total da CPU, no formato de porcentagem dos recursos da CPU da instância.

Disponível para instâncias e bancos de dados:

  • Para instâncias, é possível ver os gráficos de uso total da CPU por banco de dados ou por prioridade de tarefa.
  • Para bancos de dados, é possível ver gráficos de uso total da CPU por prioridade de tarefa.
Latência

O tempo, em segundos, que o Cloud Spanner leva para processar uma solicitação. Essa medição começa quando o serviço do Cloud Spanner recebe uma solicitação e termina quando o serviço do Cloud Spanner começa o envio da resposta. Saiba mais sobre métricas de latência.

É possível visualizar as métricas de latência do 50º percentil e do 99º percentil:

  • Latência do 50º percentil: a latência máxima, em segundos, de 50% das solicitações mais rápidas.
  • Latência do 99º percentil: a latência máxima, em segundos, de 99% das solicitações mais rápidas.

Disponível para instâncias e bancos de dados.

Operações por segundo

Número de operações que o Cloud Spanner realizou por segundo ou o número de erros que ocorreram no servidor do Cloud Spanner por segundo.

Neste gráfico, é possível escolher quais operações você quer ver:

  • Leituras e gravações
  • Apenas leituras
  • Apenas gravações
  • Erros no servidor do Cloud Spanner

Disponível para instâncias e bancos de dados.

Capacidade (MB/s)

Quantidade de dados lidos ou gravados da instância ou banco de dados por segundo. Esse valor é medido em megabytes binários (MB), onde 1 MB é 220 bytes. Essa unidade de medida também é conhecida como mebibyte (MiB).

Disponível para instâncias e bancos de dados.

Capacidade em formato empilhado (MB/s)

Quantidade de dados lidos ou gravados da instância ou banco de dados por segundo em todas as regiões. Esse valor é medido em megabytes binários (MB), onde 1 MB é 220 bytes. Essa unidade de medida também é conhecida como mebibyte (MiB).

Disponível para instâncias com configurações multirregionais e bancos de dados nessas instâncias.

Armazenamento total

Quantidade de dados armazenados na instância ou banco de dados. Esse valor é medido em unidades binárias de byte. Por exemplo, 1 gigabyte (GB) binário é 230 bytes. Essa unidade de medida também é chamada de gibibyte (GiB).

Disponível para instâncias e bancos de dados.

A seguir

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Cloud Spanner