Instâncias

Esta página apresenta as instâncias do Cloud Spanner e suas duas características principais, configurações de instância e capacidade de computação.

Visão geral de instâncias

Para usar o Cloud Spanner, crie primeiro uma instância do Cloud Spanner no projeto do Google Cloud. Essa instância do Cloud Spanner é uma alocação de recursos utilizados pelos bancos de dados dele criados na instância.

A criação de instâncias inclui duas opções importantes: a configuração da instância e a capacidade de computação. Essas escolhas determinam a localização e a quantidade de recursos de serviço e armazenamento da instância.

Configurações da instância

A configuração de uma instância define a localização geográfica e a replicação dos bancos de dados nessa instância. Ao criar uma instância, é necessário configurá-la como regional (ou seja, com todos os recursos contidos em uma única região do Google Cloud) ou Multirregional, ou seja, os recursos abrangem mais de uma região. Essa escolha é feita selecionando a configuração de uma instância, que determina onde seus dados serão armazenados para essa instância. As configurações regionais e multirregionais são descritas em mais detalhes abaixo.

Saiba mais sobre configurações de instância em Configurações regionais e multirregionais.

Capacidade de computação

A capacidade de computação define a quantidade de recursos do servidor e de armazenamento que estão disponíveis para os bancos de dados em uma instância. Ao criar uma instância, você especifica a capacidade de computação dela como unidades de processamento ou nós, com 1.000 unidades de processamento iguais a 1 nó.

A unidade de medida usada não importa, a menos que você esteja criando uma instância com capacidade de computação inferior a 1.000 unidades de processamento (1 nó). Nesse caso, é necessário usar unidades de processamento para especificar a capacidade de computação de { 101}a instância.

Para saber mais sobre a capacidade de computação, consulte Capacidade de computação, nós e unidades de processamento.

A seguir