Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Delivery Direto: arquitetura autoescalável para acompanhar as demandas de negócio

Sobre Delivery Direto

O Delivery Direto é uma startup que atua no mercado de SaaS comercializando uma plataforma de delivery white label para restaurantes e outros estabelecimentos.

Setores: Technology
Sede: Brasil

Conte qual é o seu desafio. Queremos ajudar você.

Entre em contato

Com uma infraestrutura baseada em soluções do Google Cloud, a plataforma da startup manteve sua estabilidade mesmo com um súbito aumento na base de clientes durante a pandemia da Covid-19.

Resultados

  • Facilidade para a migração, realizada em 3 meses e conduzida por apenas um profissional.
  • Infraestrutura robusta, que suportou um aumento de 3 vezes na base de clientes em menos de um mês.
  • Gerenciamento automatizado: redução no tempo gasto com infraestrutura e aumento do foco no desenvolvimento.

Autoescalabilidade para frequentes picos de demanda.

O ano de 2020 foi decisivo para o mercado de deliveries no Brasil. Em um período de necessidade de distanciamento social e, consequentemente, redução do atendimento presencial, as entregas se tornaram uma estratégia fundamental para que os estabelecimentos comerciais pudessem manter o funcionamento do negócio. Uma pesquisa do Instituto Locomotiva encomendada pela VR Benefícios aponta que o número de restaurantes, lanchonetes, padarias e mercados que trabalham com delivery passou de 49% antes da pandemia da Covid-19 para 81% - uma porcentagem que deverá se manter mesmo após este período.

A equipe do Delivery Direto, startup que oferece uma plataforma de entregas customizável e white label para restaurantes e estabelecimentos do setor, percebeu rapidamente essa transformação. Em menos de um mês, sua base de clientes triplicou, e o número de acessos quadruplicou. Um reflexo do aumento da demanda de delivery pelos próprios consumidores, que cresceu cerca de 250% no período da pandemia, de acordo com a consultoria Food Consulting.

Uma mudança tão súbita, acompanhada do surgimento de outros concorrentes, pode ser motivo de preocupação para que uma empresa consiga se adequar ao novo cenário. Este não foi o caso do Delivery Direto. “O fato de estarmos bem estruturados, tanto em termos de time quanto de tecnologia, foi muito bom, porque conseguimos atender essa demanda do dia para a noite. Já tínhamos infraestrutura, tecnologia, base de suporte e base de vendas prontas para isso”, conta Allan Panossian, cofundador e CEO da empresa.

Um dos fatores que levaram à rápida reação da startup foi o trabalho em sintonia entre as áreas de tecnologia e negócios, que possibilitou a criação de uma arquitetura para a plataforma já pensada nas características do segmento. A adoção de ferramentas do Google Cloud facilitou ainda mais a configuração de um ambiente preparado para suportar este grande desafio.

Apoio do Google for Startups Accelerator

O foco em construir uma infraestrutura sustentável vem desde a criação da startup, em 2016. A equipe fundadora já havia lançado o Kekanto, guia de lugares e serviços eleito duas vezes o melhor aplicativo brasileiro pelo Google Play. O próprio CEO já havia atuado como mentor no Google for Startups Accelerator (GFSA). Mesmo com uma sólida base tecnológica, o time percebeu que a experiência do programa de aceleração poderia trazer muitos aprendizados para o Delivery Direto, e se inscreveu como participante em 2018.

Foi durante o programa que a equipe conheceu melhor as ferramentas do Google Cloud e os benefícios que teria com a migração do provedor que utilizava na época. Um dos fatores que mais influenciaram nessa escolha foi o aspecto financeiro. Com o Google Cloud, a empresa paga pelo serviço em reais, sem depender das frequentes oscilações do dólar, o que contribui para um melhor planejamento de custos.

“A cobrança em reais tem um valor de negócio gigantesco, muda todo o jogo. Não só porque o pagamento em dólar tem uma flutuação, mas o pagamento de imposto em cima disso não é algo trivial para uma startup, dentro do seu modus operandi.”

Allan Panossian, cofundador e CEO do Delivery Direto

O apoio que o Google oferece ao ecossistema de startups também foi um diferencial para a equipe. Todo o plano de migração foi estruturado com o apoio de especialistas do Google Cloud durante as mentorias do GFSA. Entre planejamento, simulações, planos de contingência para possíveis erros e a execução em si, o processo durou cerca de 3 meses. Tudo sob a condução de um único profissional: Alexandre Macedo, Tech Lead da empresa.

“Todas essas etapas nos mostraram que dava para fazer a migração de uma vez só em algumas horas, durante a madrugada”, comenta Macedo. “De certa forma, a gente sempre se prepara para o pior, mas no geral deu tudo certo, não foi muito difícil.”

Autoescalabilidade: palavra-chave para a arquitetura

Para a nova arquitetura, era fundamental a seleção de ferramentas que oferecessem recursos de autoescalabilidade. Afinal, o segmento de delivery possui momentos de pico de demanda muito específicos, especialmente nos horários do almoço e do jantar. “Temos uma carga previsível, mas que varia bastante. Sem autoescalabilidade, teríamos que balizar pelo pico máximo, rodando com o máximo de servidores. Com isso, acabaríamos desperdiçando capacidade computacional, porque trabalharíamos com vários servidores sem existir demanda para isso”, explica o Tech Lead.

O App Engine foi a solução escolhida para abrigar a plataforma em um ambiente monolítico. O fácil gerenciamento e configuração dos recursos de autoescalabilidade trouxeram mais estabilidade para o sistema do Delivery Direto, impactando positivamente na experiência do usuário final. Com o provedor anterior, a plataforma chegava a passar por até 15 minutos de instabilidade enquanto a ferramenta lançava novos servidores.

“Comparado a outras soluções que usávamos, o App Engine exigiu menos configuração e teve um desempenho melhor, lançando servidores mais rapidamente e ocasionando menos períodos de instabilidade.”

Alexandre Macedo, Tech Lead do Delivery Direto

Com um time de operações enxuto, a facilidade de uso e integração das ferramentas e os recursos de autogerenciamento foram outros critérios importantes para a escolha das soluções. O Cloud SQL, por exemplo, é utilizado para a gestão automatizada do banco de dados MySQL, e surpreendeu a equipe pela alta disponibilidade e tolerância a falhas. Sem a necessidade de ter profissionais focados em tempo integral na infraestrutura, foi possível aumentar a dedicação ao desenvolvimento da aplicação.

Preparados para um futuro promissor do mercado

A arquitetura estabelecida no Google Cloud já havia se mostrado bem-sucedida para enfrentar as variações de picos comuns à plataforma. E o período de explosão de demandas no início da pandemia da Covid-19 reforçou essa constatação. “A gente monitorava conforme o processamento aumentava, e fazia upgrades quando necessário. Mas foi algo bem pontual. No sentido de tecnologia, não tivemos problemas”, afirma Macedo.

“Ter feito a arquitetura no Google Cloud facilitou muito a escala, nossa capacidade de triplicar a base de clientes e quadruplicar o volume de acessos em questão de dias.”

Allan Panossian, cofundador e CEO do Delivery Direto

Para o CEO da startup, dificilmente haverá um crescimento tão acelerado novamente como foi o do primeiro semestre de 2020, mas o futuro do mercado de delivery se mostra promissor. Panossian acredita que os altos patamares de demanda se manterão, e a equipe de tecnologia segue buscando novas possibilidades na nuvem para garantir a qualidade do produto e simplificar a rotina do time.

Além do App Engine, alguns serviços estão sendo migrados ou construídos no Google Kubernetes Engine (GKE), para que os times possam ter mais agilidade ao trabalhar com microsserviços. O objetivo é fazer essa migração aos poucos para que, conforme a startup amplie o número de serviços, seja possível ter um maior controle individual sobre cada um deles por meio do GKE.

Por sua vez, os pipelines atuais utilizados no GKE estão sendo substituídos pelo Cloud Build, que tem a vantagem de não utilizar servidores. Assim, não há a necessidade de manter servidores ociosos nos períodos de inatividade, como aos finais de semana.

Conte qual é o seu desafio. Queremos ajudar você.

Entre em contato

Sobre Delivery Direto

O Delivery Direto é uma startup que atua no mercado de SaaS comercializando uma plataforma de delivery white label para restaurantes e outros estabelecimentos.

Setores: Technology
Sede: Brasil