Como instalar o suporte de monitoramento e geração de registros

A partir de agora, o Google Kubernetes Engine (GKE) inclui suporte gerenciado para Stackdriver Monitoring e Stackdriver Logging. Com a instalação desse suporte, você monitora os clusters do GKE em execução, gerencia o sistema e depura registros, além de analisar o desempenho do sistema usando recursos avançados de criação de perfis e traces.

Nesta página, mostramos os seguintes processos:

  • Crie um cluster novo e configure o Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring ou o Stackdriver legado.
  • Selecione se quer coletar os registros do aplicativo ou não.
  • Desative o Stackdriver Monitoring e o Stackdriver Logging de um cluster.

Com o Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring, você tem uma única opção de suporte melhor para o Stackdriver Monitoring e o Stackdriver Logging nos clusters. Com o Stackdriver legado, é possível ativar o Monitoring sem o Logging, mas essa opção não é compatível com o Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring.

Antes de começar

Como selecionar o suporte do Stackdriver para um novo cluster

Ao criar um novo cluster do GKE, o suporte do Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring é ativado por padrão. Como alternativa, também é possível selecionar o suporte do Stackdriver legado ou remover todo o suporte do Stackdriver Monitoring e do Stackdriver Logging.

Nas instruções de criação de cluster nesta seção, explicamos apenas as opções relevantes para monitoramento e geração de registros. Para ver instruções completas sobre a criação de um cluster do GKE, leia Como criar um cluster.

CONSOLE

  1. Acesse a página Kubernetes Clusters do GKE relacionada ao projeto. Clique no botão a seguir para acessar:

    Acessar os clusters do Kubernetes

  2. Clique em Criar cluster.

  3. Na caixa de diálogo, especifique os campos a seguir e qualquer outra propriedade que quer incluir no cluster. Para ver mais informações, leia Como criar um cluster.

    1. Master version: recomendamos a versão 1.12.7 ou posterior.

    2. Role a tela para baixo até a seção Advanced options em Additional features para selecionar o suporte do Stackdriver que você quer em um novo cluster.

      • Para ter suporte do Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring, selecione Enable Stackdriver Kubernetes Engine:

        Selecione o suporte do Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring.

      • Para suporte do Stackdriver legado, selecione as opções Stackdriver legacy features:

        Selecione o suporte do Stackdriver legado.

      • Para remover o suporte ao Stackdriver, desmarque todas as caixas de seleção.

  4. Clique em Criar para gerar o cluster.

GCLOUD

Use gcloud para criar seu cluster:

  1. Abra uma janela de terminal com o SDK do Cloud e gcloud instalados. Uma maneira de fazer isso é usando o Cloud Shell:

  2. No Console do Google Cloud Platform, acesse Cloud Shell.

    Acessar o Cloud Shell

    Na parte inferior do Console do GCP, uma sessão do Cloud Shell é aberta e um prompt de linha de comando é exibido. O Cloud Shell é um ambiente shell com o SDK do Cloud pré-instalado, que inclui a ferramenta de linha de comando gcloud e os valores já definidos para seu projeto atual. A inicialização da sessão pode levar alguns segundos.

  3. Para selecionar o suporte do Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring para seu novo cluster, inclua a opção --enable-stackdriver-kubernetes no comando create:

    gcloud beta container clusters create [CLUSTER_NAME] \
      --zone=[ZONE] \
      --project=[PROJECT_ID] \
      --cluster-version=[CLUSTER_VERSION] \
      --enable-stackdriver-kubernetes
    

    Na expressão anterior, [CLUSTER_NAME] é o nome dos seus clusters, [ZONE] é a zona do Compute do cluster e [PROJECT_ID] é o ID do projeto do Google Cloud, não o nome do projeto.

    [CLUSTER_VERSION] é a versão do GKE a ser instalada no cluster. Insira a versão específica do patch para instalação, por exemplo, 1.12.8-gke.10. Caso contrário, insira a versão menor a ser instalada, por exemplo, 1.12.8, e seu cluster será criado com a versão mais recente do patch. Para ver informações sobre o controle de versão do GKE, leia Controle de versão e upgrades.

  4. Como alternativa, para selecionar o Stackdriver legado para seu novo cluster, crie seu cluster sem opções especiais para monitoramento ou geração de registros. Você recebe suporte do Stackdriver legado por padrão. Por exemplo, uma criação simples com opções padrão pode ser semelhante a esta:

    gcloud container clusters create [CLUSTER_NAME] \
      --zone=[ZONE] \
      --project=[PROJECT_ID] \
      --cluster-version=[CLUSTER_VERSION]
    

Como atualizar um cluster atual

Nas instruções a seguir, explicamos como realizar estes procedimentos:

  • Atualize um cluster sem suporte de monitoramento e geração de registros para o Legacy legado.
  • Atualize um cluster sem suporte do Stackdriver para o Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring.
  • Atualize um cluster do Stackdriver legado para o Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring. Talvez seja necessário alterar suas configurações de monitoramento ou geração de registros. Veja Como migrar para o Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring.
  • Remova o suporte de monitoramento e geração de registros do seu cluster.

Qual suporte de monitoramento e geração de registros meu cluster usa?

Para ver qual suporte de monitoramento e geração de registros seu cluster está usando, siga as etapas a seguir:

  1. No Console do Google Cloud, clique no nome do cluster:

    Acessar os clusters do Kubernetes

  2. No painel Details do seu cluster, consulte o status do Stackdriver Monitoring legado, do Stackdriver Logging legado e do Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring.

    Tela de detalhes do cluster.

Como alterar o suporte de monitoramento e geração de registros

Para alterar o suporte de monitoramento e geração de registros de um cluster atual, siga as instruções abaixo:

CONSOLE

  1. Acesse a página Kubernetes Clusters do GKE relacionada ao projeto:

    Acessar os clusters do Kubernetes

  2. Atualize o cluster para a versão 1.12.7 ou posterior. Para receber instruções, veja Como fazer upgrade de clusters. Aguarde a conclusão do upgrade.

  3. Clique em Edit no cluster:

    Edite um cluster do GKE.

  4. Selecione o suporte do Stackdriver que você quer no seu cluster.

    • Para mudar para o suporte do Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring, faça o seguinte:

      1. Na lista suspensa Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring, selecione Enabled.

      2. Nas listas suspensas Legacy Stackdriver Logging e Legacy Stackdriver Monitoring, selecione Disabled

        Selecione o suporte do Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring.

    • Para alterar para o suporte do Stackdriver legado, faça o seguinte:

      1. Nas listas suspensas Legacy Stackdriver Logging e Legacy Stackdriver Monitoring, selecione Disabled

      2. Na lista suspensa Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring, selecione Enabled.

        Selecione os compatíveis com o Stackdriver legado.

    • Para remover o suporte do Stackdriver, selecione Disabled em cada um desses menus suspensos.

  5. Clique em Save.

GCLOUD

Nas instruções gcloud a seguir, mostramos o upgrade do suporte do Stackdriver do cluster usando o comando gcloud container clusters update. Veja se você usa o comando update, não o upgrade, mesmo que às vezes façamos referência a esse processo como "upgrade".

  1. No Console do Google Cloud Platform, acesse Cloud Shell.

    Acessar o Cloud Shell

    Na parte inferior do Console do GCP, uma sessão do Cloud Shell é aberta e um prompt de linha de comando é exibido. O Cloud Shell é um ambiente shell com o SDK do Cloud pré-instalado, que inclui a ferramenta de linha de comando gcloud e os valores já definidos para seu projeto atual. A inicialização da sessão pode levar alguns segundos.

  2. Se ainda não tiver feito isso, configure valores padrão para o cluster no SDK do Cloud:

    gcloud config set project [PROJECT_ID]
    gcloud config set compute/zone [ZONE]
    
  3. Atualize o cluster para a versão desejada do Kubernetes e selecione o suporte do Stackdriver que você quer no cluster. Todas as versões aprovadas do GKE oferecem suporte ao Stackdriver legado e ao Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring.

  4. O seguinte comando de atualização que ativa o Stackdriver Kubernetes Engine Monitoring mostra apenas as opções necessárias para o Stackdriver:

    gcloud beta container clusters update [CLUSTER_NAME] \
      --zone=[ZONE]  --region=[REGION]  \
      --enable-stackdriver-kubernetes
      

    O campo [REGION] é a região de computação do cluster.

  5. Como alternativa, o comando de atualização a seguir que ativa o Stackdriver legado mostra apenas as opções necessárias para o Stackdriver:

    gcloud beta container clusters update [CLUSTER_NAME] \
      --zone=[ZONE]  --region=[REGION]  \
      --logging-service logging.googleapis.com \
      --monitoring-service monitoring.googleapis.com
      

A seguir