Preços

Nesta página, explicamos os preços dos recursos de computação e do gerenciamento de clusters no Google Kubernetes Engine (GKE).

Modo Autopilot

Os clusters do Autopilot acumulam uma taxa fixa de US$ 0,10/hora para cada cluster após o nível gratuito, além da CPU, da memória e dos recursos de computação de armazenamento temporário provisionados para seus pods. A quantidade de recursos de pods provisionados é baseada nas solicitações do Kubernetes PodSpec. Você não é cobrado pelos pods ou a sobrecarga do sistema operacional nem pelo espaço não alocado. Todos os recursos do Autopilot são cobrados em incrementos de um segundo, e não há valor mínimo.

O Autopilot oferece preços altamente granulares para pods. É possível solicitar a CPU em incrementos de ¼ de núcleos de vCPU. A memória pode ser provisionada no intervalo de 1 GB a 6,5 GB por vCPU. Se você pedir recursos fora desses incrementos e intervalos, os valores deles serão arredondados para atender aos nossos requisitos. Caso você não especifique as solicitações de recursos de pod, valores padrão serão usados.

O GKE inclui um contrato de nível de serviço (SLA) que tem suporte financeiro. Isso garante disponibilidade de 99,95% para o plano de controle dos clusters do Autopilot e de 99,9% para pods desse produto em várias zonas.

Modo padrão

Os clusters criados no modo padrão acumulam uma taxa de gerenciamento individual de US$ 0,10/hora após o nível gratuito, independentemente do tamanho ou da topologia. As taxas de gerenciamento para clusters do GKE não se aplicam aos clusters do Anthos.

No modo padrão, o GKE usa nós de trabalho no cluster de instâncias do Compute Engine. Cada uma delas será cobrada de acordo com os preços do Compute Engine, até que os nós sejam excluídos. Os recursos do Compute Engine são cobrados por segundo, com um custo mínimo de um minuto de uso.

O GKE inclui um contrato de nível de serviço (SLA) que tem suporte financeiro. Isso garante disponibilidade de 99,95% para o plano de controle de clusters regionais e de 99,5% para o plano de controle de clusters zonais.

Taxa de gerenciamento de clusters e nível gratuito

A taxa de gerenciamento de US$ 0,10/hora por cluster (cobrada em incrementos de um segundo) se aplica a todos os clusters do GKE, independentemente do modo de operação, tamanho ou topologia.

O nível gratuito do GKE oferece US$ 74,40 em créditos mensais para cada conta de faturamento aplicada a clusters zonais e do Autopilot. Se você usa um único cluster desse tipo, os créditos cobrem pelo menos o custo total dele a cada mês. Os créditos de nível gratuito não utilizados são intransferíveis e não podem ser aplicados a outras SKUs. Por exemplo, não é possível usá-los em cobranças de computação ou na taxa para clusters regionais.

As seguintes condições se aplicam à tarifa de gerenciamento de clusters:

  • A taxa é fixa, independentemente do tamanho e da topologia do cluster. Seja ele de zona única, multizonal, regional ou do Autopilot, cada cluster acumula a mesma taxa fixa.

  • A taxa não se aplica aos clusters do Anthos.

No exemplo a seguir, demonstramos como a taxa de gerenciamento de clusters e o crédito do nível gratuito são aplicados às contas de faturamento de uma organização. Neste caso, as horas dos clusters zonal e regional da organização estão listadas excluindo as horas dos clusters do Anthos. O valor faturável total é calculado por mês, com o crédito do nível gratuito mensal aplicado.

Contas de faturamento da organização Horas de clusters do Autopilot por mês Horas de clusters regionais por mês Horas de clusters zonais por mês Crédito de Nível gratuito usado Total mensal da tarifa de gerenciamento de clusters do GKE
(US$ 0,10/hora por cluster)
conta_1 744 0 0 US$ 74,40 US$ 0
conta_2 0 1000 500 US$ 50 US$ 100
conta_3 1000 1000 1000 US$ 74,40 US$ 225,60

Calculadora de preços

É possível usar a calculadora de preços do Google Cloud para estimar suas cobranças mensais do GKE, incluindo taxas de gerenciamento de clusters e preços dos nós de trabalho.