Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.
Ir para

O que é gerenciamento de APIs?

As APIs (interfaces de programação do aplicativo) são os elementos básicos da tecnologia moderna e da infraestrutura empresarial. No nível mais básico, uma API é um software que permite a comunicação entre dois aplicativos. As APIs conectam apps a apps, a servidores e apps a servidores. À medida que os apps, os softwares e a nuvem se tornaram promissores, dominando a tecnologia moderna e o cenário comercial, o número de APIs usadas e gerenciadas pelas empresas disparou.

As áreas de design, desenvolvimento, teste, implantação, governança, segurança, monitoramento e monetização de APIs se tornaram uma parte importante do ciclo de vida do desenvolvimento de software (SDLC, na sigla em inglês) e um grande e crescente setor do ecossistema de tecnologia. Gerenciamento de API é o conjunto de software e processos compatíveis com todos os estágios do ciclo de vida de uma API e do consumidor dela.

Para saber mais sobre gerenciamento de APIs, leia sobre a plataforma de gerenciamento de APIs do Google Cloud a Apigee

Gerenciamento de APIs definido

Gerenciamento de APIs é o processo de desenvolvimento, design, monitoramento, teste, proteção e análise das APIs para organizações. As plataformas de gerenciamento de APIs fornecem um conjunto robusto de software e processos com essa funcionalidade, hospedada no local, na nuvem ou em um ambiente híbrido.

O gerenciamento de APIs permite que as organizações tornem as APIs públicas e privadas consumíveis e escalonáveis. Uma plataforma de gerenciamento de APIs de ciclo de vida completo oferece esses benefícios, incluindo funcionalidades para que os desenvolvedores descubram e usem APIs facilmente, além de permitir que as organizações controlem o acesso, analisem o uso e apliquem as políticas de segurança e governança às APIs.

Na verdade, as plataformas de gerenciamento de APIs são usadas para controlar todo o ecossistema de API de uma empresa, gerenciando o ciclo de vida da API do início ao fim.

O que são ferramentas de gerenciamento de APIs?

Uma plataforma de gerenciamento de APIs repleta de recursos geralmente inclui as seguintes ferramentas:

Portals do desenvolvedor: um site onde os desenvolvedores podem encontrar as informações e credenciais necessárias para usar APIs em apps clientes. Um portal do desenvolvedor pode fornecer documentação interativa, análises para o desenvolvedor, informações de monetização, status de aprovação do app e outras ferramentas e serviços para desenvolvedores.

Design e desenvolvimento: uma experiência de desenvolvedor e um conjunto de ferramentas para projetar e criar produtos de API e para permitir que as APIs sejam usadas pelos sistemas atuais.

Testes: permite realizar diversos tipos de testes, desde testes simulados até testes funcionais, de desempenho e de segurança de APIs. 

Gateways de API: um gateway de API executa a mediação e a aplicação de chamadas de API no momento da execução.

Análise e monitoramento: as métricas operacionais, como o uso ao longo do tempo, permitem que os desenvolvedores aumentem a velocidade da implantação e da confiabilidade da API. As métricas de monetização e de negócios, como a receita gerada por uma API específica, permitem que as organizações meçam a integridade dos negócios do ecossistema de APIs.  

Gerenciamento de políticas: as políticas definem a operação de uma API, incluindo a frequência com que ela armazena dados em cache, a forma como converte protocolos e cotas para o uso. Gerenciar essas políticas é um aspecto importante da manutenção de uma API.

Segurança e governança: as APIs exigem padrões consistentes para autorização, autenticação, prevenção de abuso e conexão de identidade às credenciais do cliente e do desenvolvedor. 

Benefícios do gerenciamento de APIs

Um dos casos de uso mais eficientes para APIs: eles podem se tornar produtos para desenvolvedores. As APIs precisam ser gerenciadas como qualquer produto de software, incluindo proteções de segurança estabelecidas, otimizar continuamente o desempenho e iterar novas versões com base no feedback do usuário. As ferramentas de uma plataforma de gerenciamento de APIs permitem que as organizações ofereçam aos desenvolvedores uma experiência de qualidade e utilidade ideal ao trabalhar com APIs.

Outros benefícios de uma plataforma de gerenciamento de APIs incluem:

Segurança e privacidade com várias camadas

As ferramentas de gerenciamento de APIs facilitam a proteção de APIs, porque geralmente incluem recursos de gerenciamento de identidade e acesso e ajudam a gerenciar chaves de criptografia e configurar políticas de governança.

Detecção fácil de anomalias de API

Os produtos de gerenciamento de APIs aproveitam a automação com tecnologia de IA para facilitar a previsão de padrões de tráfego, além de detectar e responder a anomalias em tempo real.

Alcance global

Os catálogos de APIs podem ser hospedados na nuvem para alcançar um público global de desenvolvedores, sejam eles internos, externos ou uma mistura.

Desempenho e confiabilidade

As plataformas de gerenciamento de APIs podem ser conectadas a outros aspectos da nuvem, como as redes de fornecimento de conteúdo (CDNs), para aumentar o desempenho e a confiabilidade em todo o mundo.

Desbloquear apps legados

Ofereça novas experiências e serviços com uma plataforma de gerenciamento de APIs como uma camada de abstração sobre os serviços atuais. Além disso, conecte facilmente tecnologias legadas a novos sistemas e produtos nativos da nuvem por meio de arquiteturas de API híbridas.

Criar novos canais de negócios

Gere receita com dados e serviços valiosos disponibilizando-os para os desenvolvedores como APIs.

Ferramentas de monitoramento de API

As ferramentas de monitoramento de API são usadas para coletar e analisar dados sobre o desempenho de uma API. As ferramentas de monitoramento de APIs permitem uma avaliação completa do desempenho e das métricas de uso de uma única API, uma plataforma de APIs ou até mesmo um ecossistema de APIs inteiro. eles informam desenvolvedores, gerentes de produtos de API e partes interessadas em empresas, além de possibilitar agilidade máxima e otimização de desempenho.

O Analytics ajuda a gerar relatórios de ponta a ponta sobre todos os aspectos do programa de API, como engajamento do desenvolvedor, geolocalização de consumidores, erros, latência, desempenho e muito mais. Em particular, o Analytics permite que os gerentes de projeto otimizem a adoção e o desempenho do programa de API fornecendo visibilidade e relatórios granulares. O monitoramento da API garante que as APIs estejam disponíveis e tenham o desempenho esperado para manter uma experiência perfeita para os consumidores. Uma plataforma de gerenciamento de APIs repleta de recursos deve incluir ferramentas de monitoramento de APIs para executar as seguintes funções:

Análise de tráfego

Analise o tráfego geral em várias regiões geográficas, procurando métricas de tráfego e uso, como a taxa de sucesso das respostas da API, códigos de erro comuns ou transações por segundo.

As ferramentas de análise de tráfego podem identificar a origem do tráfego e determinar qual aplicativo está gerando tráfego. Por exemplo, o tráfego vem de um bot, navegador ou biblioteca? Qual é o dispositivo de origem do tráfego?

Monitoramento e observabilidade da API

Ajuda com a solução de problemas e o monitoramento de proxies de API em execução em uma plataforma de gerenciamento de APIs. Com o rastreamento de APIs, você pode analisar os detalhes de cada etapa em um fluxo de proxy de API, e a observabilidade ajuda os desenvolvedores a entender a latência, o desempenho e a execução de cada etapa durante a execução em tempo real.

Análise de desempenho

As ferramentas de análise de desempenho podem medir o tempo de resposta da API, o tempo de resposta de segmentação e a contagem de erros entre regiões geográficas, enquanto determinam as latências de proxies e destinos de APIs. O monitoramento de desempenho da API analisa códigos e a composição deles em proxies e destinos.

Monitoramento de disponibilidade e desempenho

As ferramentas de monitoramento de APIs rastreiam a disponibilidade e o desempenho de APIs em toda a cadeia de valores com níveis detalhados de detalhes. As ferramentas de monitoramento podem gerar alertas quando ocorrem erros e reduzir os tempos de resolução identificando a origem dos erros, seja no aplicativo do desenvolvedor, na camada de proxy ou no destino de back-end. 

Engajamento do desenvolvedor

As ferramentas de monitoramento de APIs também podem analisar como os desenvolvedores estão interagindo com as APIs. Por exemplo, quais desenvolvedores geram mais tráfego de API? Como eles estão consumindo APIs? Ela leu a documentação no portal do desenvolvedor?

Integridade da segurança

Uma das principais funções de uma plataforma de gerenciamento de APIs é proteger APIs e dados de usuários de má-fé. Por isso, as ferramentas de monitoramento de APIs precisam sempre verificar riscos, comportamento malicioso e a integridade geral de segurança do ecossistema da API.

As ferramentas de monitoramento de segurança precisam analisar as configurações da API para garantir que elas obedeçam às políticas de segurança e aos requisitos de conformidade da empresa. Além disso, é capaz de identificar anomalias nos padrões de tráfego, distinguir tráfego seguro em relação a possíveis ameaças, saber quem acessa e exporta dados confidenciais, como informações de desenvolvedores, sessões de trace e chaves de API.

Resolva seus desafios mais difíceis com o Google Cloud

Clientes novos recebem US$ 300 em créditos para usar no Google Cloud.
Comece agora
Fale com um especialista em vendas do Google Cloud para discutir seu desafio exclusivo em mais detalhes.
Fale conosco

O Google oferece uma plataforma completa de gerenciamento de APIs que permite que as empresas cresçam, monitorem, analisem, escalonem e protejam os ecossistemas de APIs com a Apigee

A Apigee pode ser usada com vários outros produtos e serviços do Google Cloud para expandir a utilidade das APIs, como o Cloud Armor e o Anthos Service Mesh.