Guia de início rápido: conectar-se ao Cloud SQL para MySQL pelo Cloud Shell

Conectar-se ao Cloud SQL para MySQL pelo Cloud Shell

Esta página mostra como criar e se conectar a uma instância do MySQL e realizar operações básicas de SQL usando o Console do Google Cloud e um cliente. Os recursos criados neste guia de início rápido normalmente custam menos de um dólar, supondo que você conclua as etapas, incluindo a limpeza, em tempo hábil.

Antes de começar

  1. Faça login na sua conta do Google Cloud. Se você começou a usar o Google Cloud agora, crie uma conta para avaliar o desempenho de nossos produtos em situações reais. Clientes novos também recebem US$ 300 em créditos para executar, testar e implantar cargas de trabalho.
  2. No console do Google Cloud, na página do seletor de projetos, selecione ou crie um projeto do Google Cloud.

    Acessar o seletor de projetos

  3. Verifique se o faturamento está ativado para seu projeto na nuvem. Saiba como verificar se o faturamento está ativado em um projeto.

  4. No console do Google Cloud, na página do seletor de projetos, selecione ou crie um projeto do Google Cloud.

    Acessar o seletor de projetos

  5. Verifique se o faturamento está ativado para seu projeto na nuvem. Saiba como verificar se o faturamento está ativado em um projeto.

  6. Ative as APIs do Google Cloud necessárias.

    Console

    No console do Google Cloud, acesse a página APIs.

    Acesse APIs

    Ative a API Cloud SQL Admin.

    gcloud

    Clique no botão a seguir para abrir o Cloud Shell, que fornece acesso de linha de comando aos recursos do Google Cloud diretamente no navegador. O Cloud Shell pode ser usado para executar os comandos gcloud apresentados neste guia de início rápido.

    Abra o Cloud Shell

    Execute o comando gcloud services enable da seguinte maneira usando o Cloud Shell para ativar as APIs necessárias para este guia de início rápido:

    gcloud services enable sqladmin.googleapis.com

    Esse comando ativa as seguintes APIs:

    • API Cloud SQL Admin

Configurar o Cloud SQL

Criar uma instância do Cloud SQL

Neste guia de início rápido, você usa o console do Google Cloud. Para usar a Google Cloud CLI, o cURL ou o PowerShell, consulte Criar instâncias.

  1. No console do Google Cloud, acesse a página Instâncias do Cloud SQL.

    Acesse "Instâncias do Cloud SQL"

  2. Clique em Criar instância.
  3. Clique em Escolher MySQL.
  4. Insira myinstance para o ID da instância.
  5. Digite a senha do usuário root.
  6. Clique em Criar.

    Você retornará à lista de instâncias. É possível clicar na nova instância imediatamente para ver os detalhes, mas ela não estará disponível para outras operações até que seja inicializada.

Conecte-se à instância

Neste guia de início rápido, vamos usar o cliente mysql no Cloud Shell para a conexão com a instância.

  1. No Console do Google Cloud, clique no ícone do Cloud Shell (Ícone do Cloud Shell.) no canto superior direito.

    Quando o Cloud Shell concluir a inicialização, será exibida uma mensagem como esta:

    Welcome to Cloud Shell! Type "help" to get started.
    Your Cloud Platform project in this session is set to sample-project.
    Use "gcloud config set project [PROJECT_ID]" to change to a different project.
    username@sample-project:~ (sample-project)$
    
  2. No prompt do Cloud Shell, conecte-se à instância do Cloud SQL. Use o comando gcloud sql connect da seguinte maneira. Substitua o nome da instância se o nome dela for diferente.

    gcloud sql connect myinstance --user=root
    
  3. Clique em Autorizar na caixa de mensagem para autorizar o Cloud Shell a fazer chamadas de API.

    Uma mensagem indica que o IP está sendo permitido para conexões de entrada. Depois disso, você precisará inserir sua senha.

  4. Insira a senha raiz.

    Será exibida a solicitação mysql.

Criar um banco de dados e fazer upload de dados

  1. Crie um banco de dados SQL na sua instância do Cloud SQL:
    CREATE DATABASE guestbook;
    
  2. Insira dados de exemplo no banco de dados do livro de visitas:
    USE guestbook;
    CREATE TABLE entries (guestName VARCHAR(255), content VARCHAR(255),
        entryID INT NOT NULL AUTO_INCREMENT, PRIMARY KEY(entryID));
        INSERT INTO entries (guestName, content) values ("first guest", "I got here!");
        INSERT INTO entries (guestName, content) values ("second guest", "Me too!");
    
  3. Recuperar os dados:
    SELECT * FROM entries;
    
    O resultado é:
    +--------------+-------------------+---------+
    | guestName    | content           | entryID |
    +--------------+-------------------+---------+
    | first guest  | I got here!       |       1 |
    | second guest | Me too!           |       2 |
    +--------------+-------------------+---------+
    2 rows in set (0.00 sec)
    mysql>
    

Limpar

Para evitar cobranças na sua conta do Google Cloud pelos recursos usados nesta página, siga estas etapas.

  1. No console do Google Cloud, acesse a página Instâncias do Cloud SQL.

    Acesse "Instâncias do Cloud SQL"

  2. Selecione a instância do myinstance para abrir a página Detalhes da instância.
  3. Na barra de ícones na parte superior da página, clique em Excluir.
  4. Na janela Excluir instância, digite o nome da instância e clique em Excluir.

Após a exclusão da instância, o nome dela não poderá ser usado por aproximadamente sete dias.

Etapas de limpeza opcionais

Se você não estiver usando as APIs que foram ativadas como parte deste guia de início rápido, é possível desativá-las.

  • APIs que foram ativadas neste guia de início rápido:
    • API Cloud SQL Admin
  1. No console do Google Cloud, acesse a página APIs.

    Acesse APIs

  2. Selecione a API Cloud SQL Admin e clique no botão Desativar API.

A seguir