Visão geral dos backups

Esta página descreve como os backups da instância do Cloud SQL funcionam e como eles podem ser usados para restaurar os dados para a mesma instância ou outra.

Para ver instruções passo a passo para programar backups ou criar um backup sob demanda, consulte Como criar e gerenciar backups automáticos e sob demanda.

O que os backups oferecem

Com os backups, é possível restaurar a instância do Cloud SQL para recuperar dados perdidos ou se recuperar de um problema com a instância. Ative backups automaticamente para qualquer instância que contenha dados que você precisa proteger contra perda ou danos.

A ativação de backups automatizados, juntamente com o registro binário, também é necessária para algumas operações, como a criação de clones e réplicas.

Quanto custam os backups

O Cloud SQL mantém até sete backups automatizados para cada instância. Para instâncias de Primeira geração, o custo dos backups está incluído no custo da instância. O espaço de armazenamento que eles ocupam não é considerado em relação ao armazenamento alocado à instância. Para instâncias de Segunda geração, a cobrança do armazenamento usado pelos backups é feita com taxa reduzida. Consulte a página de preços para mais informações.

Para instâncias de primeira geração que usam o plano de faturamento por uso, os backups programados incorrem em uma pequena cobrança incremental porque a instância é ativada para fazer o backup.

Sobre o tamanho dos backups

Os backups para instâncias de Segunda geração são incrementais. Eles contêm apenas os dados que foram alterados desde que o backup anterior foi realizado. Isso significa que o backup mais antigo tem um tamanho semelhante ao banco de dados, mas os tamanhos dos backups subsequentes dependem da taxa de alteração dos dados. Quando o backup mais antigo é excluído, o tamanho do próximo backup mais antigo aumenta para que um backup completo ainda exista.

Quando os backups são criados

Quando você ativa backups automáticos, especifica uma janela de backup de quatro horas. O backup será iniciado durante a janela de backup. Quando possível, programe backups quando a instância tiver a menor atividade.

Se seus dados não tiverem sido alterados desde o último backup, nenhum backup será realizado.

Sobre backups sob demanda

Para instâncias de Segunda geração, é possível criar um backup a qualquer momento. Isso pode ser útil se você estiver prestes a executar uma operação arriscada no banco de dados ou se precisar de um backup e não quiser esperar pela janela de backup. Crie backups sob demanda para qualquer instância de Segunda geração, mesmo que a instância não tenha backups automáticos ativados.

Os backups sob demanda não são excluídos automaticamente da forma como os backups automáticos são. Eles perduram até que você os exclua ou até que a instância deles seja excluída. Como não são excluídos automaticamente, os backups sob demanda poderão afetar o faturamento a longo prazo se você não os excluir.

Onde os backups são armazenados

Instâncias da Segunda Geração do MySQL: os dados de backup são armazenados em duas regiões para redundância. Se houver duas regiões em um continente, os dados de backup permanecerão no mesmo continente. Como há apenas uma região na Austrália, os dados de backup da região de Sydney também são armazenados na Ásia. Para a região de São Paulo, os dados de backup também são armazenados em uma região dos EUA.

Instâncias da primeira geração do MySQL: os dados de backup são armazenados no continente onde a instância reside.

Posso exportar um backup?

Não é possível exportar um backup. Somente os dados da instância podem ser exportados.

Sobre o usuário de backup especial

O Cloud SQL cria um usuário de banco de dados especial, cloudsqladmin, para cada instância e gera uma senha exclusiva e específica da instância para ele. O Cloud SQL faz login como usuário cloudsqladmin para executar backups automáticos.

Como os backups afetam as operações de instância

Instâncias de Primeira Geração: para criar um instantâneo das instâncias de Primeira Geração, os backups são feitos usando FLUSH TABLES WITH READ LOCK. Isso significa que as gravações na instância são bloqueadas enquanto o backup é realizado. A instância permanece on-line e as leituras não são afetadas.

Normalmente, os backups são concluídos em poucos segundos, a não ser que uma grande quantidade de dados tenha sido gravada desde o último backup. Nesse caso, o backup levará mais tempo para ser concluído.

Caso haja uma operação pendente no momento da tentativa de backup, o Cloud SQL geralmente faz várias tentativas nessa janela para concluir o backup. As operações que bloqueiam o backup são de longa duração, como importação, exportação, atualização (por exemplo, uma alteração nos metadados de instância) e reinicialização de instância.

Durante uma operação de longa duração, como carregamento de dados, é possível desativar temporariamente os backups automatizados.

Instâncias da Segunda Geração: no caso das instâncias da Segunda Geração, a sinalização FLUSH TABLES WITH READ LOCK não é usada para backups. Isso significa que gravações e outras operações não são afetadas por operações de backup.

Próximas etapas

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Cloud SQL para MySQL