Problemas conhecidos

Nesta página, você verá uma lista problemas conhecidos do Cloud SQL para PostgreSQL, além de maneiras de evitar ou remediar esses problemas.

Se você estiver tendo problemas com sua instância, verifique as informações em Como diagnosticar problemas.

Problemas de conexão da instância

  • Certificados SSL/TLS expirados

    Se a instância estiver configurada para usar SSL, acesse a página "Instâncias" do Cloud SQL no Console do Cloud e abra a instância. Abra a página Conexões correspondente e verifique se o certificado do servidor é válido. Se ele tiver expirado, você precisará adicionar um novo e fazer a rotação dos certificados.

  • Versão do proxy do Cloud SQL Auth

    Se estiver se conectando usando o proxy do Cloud SQL Auth, verifique se está usando a versão mais recente. Para mais informações, consulte Como manter o proxy do Cloud SQL Auth atualizado.

  • Conexão não autorizada

    Se você tentar se conectar a uma instância que não existe no projeto, a mensagem de erro informará apenas que você não está autorizado a acessar essa instância.

  • O seguinte funciona apenas com o usuário padrão ('postgres'): gcloud sql connect --user

    Se você tentar se conectar usando esse comando com qualquer outro usuário, a mensagem de erro será FATAL: database 'user' does not exist. A solução alternativa é se conectar usando o usuário padrão ('postgres') e, em seguida, usar o comando "\c" psql para se reconectar como o usuário diferente.

  • As conexões do PostgreSQL travam quando a autenticação do proxy db do IAM está ativada.

    Quando o proxy do Cloud SQL Auth for iniciado com soquetes TCP e com a sinalização -enable_iam_login, um cliente PostgreSQL travará durante a conexão TCP. Uma solução é usar sslmode=disable na string de conexão do PostgreSQL. Exemplo:

    psql "host=127.0.0.1 dbname=postgres user=me@google.com sslmode=disable"
    

    Outra solução é iniciar o proxy de autenticação do Cloud SQL usando soquetes Unix. Isso desativa a criptografia SSL do PostgreSQL e permite que o proxy do Cloud SQL Auth faça a criptografia SSL.

Problemas administrativos

  • Não é possível cancelar ou interromper operações de instância do Cloud SQL de longa duração

    Apenas uma operação pode ser executada por vez em uma instância do Cloud SQL. Por isso, confirme se não precisa executar outras operações em uma instância quando for iniciar uma operação de longa duração.

    Quando você inicia uma operação de longa duração da instância do Cloud SQL, como uma operação de importação ou exportação, não é possível cancelá-la sem reiniciar a instância.

  • Nomes de instâncias não podem ser reutilizados imediatamente após a instância ser excluída.

    Depois de excluir uma instância, você não poderá reutilizar imediatamente o nome dela porque o Cloud SQL reserva esse nome por alguns dias. Se você precisar criar e excluir instâncias com o mesmo nome, use um carimbo de data/hora como parte do nome para evitar conflitos de nome.

Problemas com importação e exportação de dados

  • Exportar vários objetos grandes faz com que a instância pare de responder

    Se o banco de dados tiver vários objetos grandes (blobs), sua exportação poderá consumir tanta memória que a instância não responderá. Isso pode acontecer mesmo se os blobs estiverem vazios.

Registros de transações e crescimento do disco

Os registros são limpados uma vez por dia, e não continuamente. Quando o número de dias de retenção de registros é configurado para ser o mesmo que o número de backups, um dia de registro pode ser perdido, dependendo de quando o backup ocorre. Por exemplo, definir a retenção de registros para 7 dias e a retenção de backup para 7 backups significa que entre 6 e 7 dias de registros serão retidos.

Recomendamos que você defina o número de backups para, pelo menos, um dia a mais de dias de retenção de registros. Dessa forma, é possível garantir um mínimo de dias especificados para a retenção de registros.