Como criar instâncias

Esta página descreve como criar uma instância do Cloud SQL para o SQL Server.

Para informações detalhadas sobre todas as configurações de instância, consulte Configurações de instância.

Uma instância recém-criada tem um banco de dados sqlserver.

Depois de criar uma instância do Cloud SQL, adicione bancos de dados a ela, criando ou importando.

Como escolher valores para vCPUs e tamanho de memória

Ao personalizar a instância, anote os valores disponíveis abaixo para vCPUs e memória.

Opções padrão estão disponíveis. Opções leves e de alta memória também estão disponíveis.

Versão CPU/Memória
SQL Server 2017 Express/SQL Server 2019 Express Selecione a partir das opções predefinidas:
  • 1 vCPU, 3,75 GB
  • 2 vCPUs, 3,75 GB
  • 4 vCPUs, 3,75 GB
SQL Server 2017 Web/SQL Server 2019 Web Selecione a partir das opções predefinidas ou personalizadas:
  • 1 vCPU, 4 GB
  • 2 vCPUs, 8 GB
  • 4 vCPUs, 16 GB
  • 1 a 16 vCPUs, 4 a 64 GB
SQL Server 2017 Standard/SQL Server 2019 Standard Selecione a partir das opções predefinidas ou personalizadas:
  • 1 vCPU, 4 GB
  • 2 vCPUs, 8 GB
  • 4 vCPUs, 16 GB
  • 1 a 24 vCPUs, 4 a 128 GB
SQL Server 2017 Enterprise/SQL Server 2019 Enterprise Selecione a partir das opções predefinidas ou personalizadas:
  • 2 vCPUs, 8 GB
  • 4 vCPUs, 16 GB
  • 2 a 96 vCPUs, 8 a 624 GB

Criar uma instância

Console

  1. Acesse a página "Instâncias" do Cloud SQL no Console do Google Cloud.

    Acesse a página "Instâncias" do Cloud SQL

  2. Clique em Criar instância.
  3. Selecione SQL Server e clique em Próxima.
  4. Insira um nome.

    Não inclua informações confidenciais ou de identificação pessoal no nome da sua instância. Ele é visível externamente.
    Não é necessário incluir o ID do projeto no nome da instância. Isso é feito automaticamente quando necessário, como nos arquivos de registros, por exemplo.

  5. Insira uma senha para o usuário.
  6. Em Local, selecione a região e a zona da instância.

    Coloque a instância na mesma região que os recursos que a acessam. A região selecionada não poderá ser modificada no futuro. Na maioria dos casos, você não precisa especificar uma zona.

  7. Em Opções de configuração, atualize as outras configurações que forem necessárias para a instância:

    Configuração Observações
    Versão do banco de dados
    Versão do banco de dados SQL Server 2017 Standard (padrão)
    SQL Server 2017 Enterprise
    SQL Server 2017 Express
    SQL Server 2017 Web
    SQL Server 2019 Standard
    SQL Server 2019 Enterprise
    SQL Server 2019 Express
    SQL Server 2019 Web
    Authentication
    Domínio do Active Directory O menu suspenso Vincular a um domínio do Active Directory lista os domínios gerenciados do Microsoft AD que foram adicionados anteriormente ao seu projeto. No menu suspenso, selecione um domínio. Para mais informações, consulte Visão geral do Microsoft AD gerenciado no Cloud SQL.
    Conectividade
    IP particular Adiciona um endereço IP privado à instância. Para ativar a conexão com a instância, é necessário fazer configurações adicionais.
    IP público Adiciona um endereço IP público à instância. Para ativar a conexão com a instância, é necessário fazer configurações adicionais.
    Tipo de máquina e armazenamento
    Núcleos Número de vCPUs da instância. Saiba mais.
    Memória A quantidade de memória da instância, em GB. Saiba mais.
    Tipo de armazenamento Indica que a instância usa armazenamento SSD. Todas as instâncias do SQL Server usam armazenamento SSD. Saiba mais.
    Capacidade de armazenamento A quantidade de armazenamento provisionada para a instância. Saiba mais.
    Aumento automático de armazenamento Determina se o Cloud SQL fornece automaticamente mais armazenamento para sua instância quando há pouco espaço livre. Saiba mais.
    Backups automáticos e alta disponibilidade
    Alta disponibilidade Para configurar sua instância para alta disponibilidade, selecione a opção Alta disponibilidade (regional). Saiba mais.
    Backups automáticos A janela de tempo que você quer que os backups comecem.
    Configurações de retenção para backups automáticos O número de backups automáticos que você quer manter (de 1 a 365 dias). Saiba mais.
    Redes autorizadas
    Sinalizações do banco de dados
    Sinalizações e parâmetros Você pode usar sinalizações do banco de dados para controlar configurações e na instância. Saiba mais.

    Além disso, é possível definir um valor padrão para o tipo de compilação usado para os bancos de dados na instância. Em Compilação padrão, no menu suspenso, é possível especificar um valor padrão para classificar dados e operações relacionadas. Este valor determina as regras de classificação padrão, o caso e a diferenciação de acentos para os bancos de dados da instância, o que pode reduzir o esforço posteriormente. Este padrão de compilação é permanente no nível da instância, mas não no nível do banco de dados. É possível alterar este padrão com uma ferramenta de administração de banco de dados, mas somente para um banco de dados específico que você esteja criando ou atualizando. Não é possível alterar o padrão de compilação de uma instância após a criação dela (a menos que você recrie a instância). Para mais informações sobre ordenações no SQL Server, consulte Suporte para compilação e Unicode.
    Cronograma de manutenção
    Janela de manutenção Determina uma janela de uma hora em que o Cloud SQL pode executar a manutenção disruptiva na instância. Se você não definir a janela, uma manutenção disruptiva poderá ser feita a qualquer momento. Saiba mais.
    Dia/hora da manutenção Horário de sua preferência para as atualizações de instâncias, em relação a outras instâncias no mesmo projeto. Saiba mais.

  8. Clique em Criar.
  9. Depois que a instância terminar a inicialização, clique no nome dela para abri-la.

gcloud

Para ver informações sobre como instalar e dar os primeiros passos com a ferramenta de linha de comando gcloud, consulte Como instalar o SDK do Cloud. Para mais informações sobre como iniciar o Cloud Shell, consulte a documentação do Cloud Shell.

Use a versão 243.0.0 gcloud ou posterior.

  1. Crie a instância:
    gcloud beta sql instances create [INSTANCE_NAME] \
    --database-version=SQLSERVER_2017_STANDARD \
    --cpu=[NUMBER_CPUS] \
    --memory=[MEMORY_SIZE] \
    --root-password=[INSERT-PASSWORD-HERE]
    

    Não inclua informações de identificação pessoal ou confidenciais no nome da sua instância. Elas são visíveis externamente.
    Não é necessário incluir o ID do projeto no nome da instância. Isso é feito automaticamente quando necessário, como nos arquivos de registros.

    Conforme observado anteriormente nesta página, os valores para vCPUs e tamanho da memória são limitados. Consulte Como escolher valores para vCPUs e tamanho da memória.

    Por exemplo, a string a seguir cria uma instância com duas vCPUs e 7.680 MB de memória:

    gcloud sql instances create myinstance \
    --database-version=SQLSERVER_2017_STANDARD \
    --cpu=2 \
    --memory=7680MB \
    --root-password=[INSERT-PASSWORD-HERE]
    

    Para alguns valores de amostra, consulte Tipos de máquinas de amostra.

    É possível adicionar mais parâmetros para outras configurações da instância:

    Configuração Parâmetro Observações
    Parâmetros obrigatórios
    Versão do banco de dados --database-version SQLSERVER_2017_STANDARD,
    SQLSERVER_2017_ENTERPRISE,
    SQLSERVER_2017_EXPRESS,
    SQLSERVER_2017_WEB,
    SQLSERVER_2019_STANDARD,
    SQLSERVER_2019_ENTERPRISE,
    SQLSERVER_2019_EXPRESS ou
    SQLSERVER_2019_WEB
    Região --region Consulte os valores válidos.
    Authentication
    Domínio do Active Directory --active-directory-domain Especifica um domínio do Microsoft AD gerenciado que foi adicionado anteriormente ao seu projeto. Para mais informações, consulte Visão geral do Microsoft AD gerenciado no Cloud SQL.
    Conectividade
    IP particular --network Especifica o nome da rede VPC que você quer usar para a instância. O acesso a serviços particulares já precisa estar configurado na rede. Disponível apenas para o comando Beta (gcloud beta sql instances create). Saiba mais.
    IP público --authorized-networks Nas conexões de IP público, apenas as conexões de redes autorizadas podem se conectar à instância. Saiba mais.
    Tipo de máquina e armazenamento
    Tipo de armazenamento --storage-type Indica que a instância usa armazenamento SSD (todas as instâncias do SQL Server usam armazenamento SSD). Saiba mais.
    Capacidade de armazenamento --storage-size Quantidade de armazenamento provisionada para a instância em GB.Saiba mais.
    Aumento automático de armazenamento --storage-auto-increase Determina se o Cloud SQL fornece automaticamente mais armazenamento para sua instância quando há pouco espaço livre. Saiba mais.
    Limite de aumento automático de armazenamento --storage-auto-increase-limit Determina o quanto o Cloud SQL pode expandir o armazenamento automaticamente. Disponível apenas para o comando Beta (gcloud beta sql instances create). Saiba mais.
    Backups automáticos e alta disponibilidade
    Alta disponibilidade --availability-type Para uma instância altamente disponível, defina como REGIONAL. Saiba mais.
    Backups automáticos --backup-start-time A janela do horário que você quer que os backups comecem. Saiba mais.
    Configurações de retenção para backups automáticos --retained-backups-count O número de backups automáticos a serem mantidos. Saiba mais.
    Adicionar sinalizações do banco de dados
    Sinalizações do banco de dados --database-flags Você pode usar sinalizações do banco de dados para controlar configurações e parâmetros na instância. Saiba mais sobre as sinalizações do banco de dados. Saiba mais sobre como formatar este parâmetro.
    Adicionar uma compilação padrão
    Compilação padrão --collation É possível definir um valor padrão para o tipo de compilação usado para os bancos de dados na instância. Por exemplo, é possível especificar o seguinte valor para este parâmetro:
    SQL_Latin1_General_CP1_CI_AS

    Este padrão de compilação é permanente no nível da instância, mas não no nível do banco de dados. É possível alterar este padrão com uma ferramenta de administração de banco de dados, mas somente para um banco de dados específico que você esteja criando ou atualizando. Não é possível alterar o padrão de compilação de uma instância após a criação dela, a menos que você recrie a instância. Para mais informações sobre compilações no SQL Server, consulte Suporte para compilação e Unicode.
    Definir a programação das manutenções
    Janela de manutenção --maintenance-window-day,
    --maintenance-window-hour
    Determina uma janela de uma hora em que o Cloud SQL pode executar a manutenção disruptiva na instância. Se você não definir a janela, uma manutenção disruptiva poderá ser feita a qualquer momento. Saiba mais.
    Dia/hora da manutenção --maintenance-release-channel Horário de sua preferência para as atualizações de instâncias, em relação a outras instâncias no mesmo projeto. Use preview para atualizações anteriores e production para atualizações posteriores. Saiba mais.

  2. Observe o endereço IP atribuído automaticamente.

    Se não estiver usando o proxy do Cloud SQL Auth, você usará esse endereço como o endereço do host que os aplicativos ou as ferramentas usam para se conectar à instância.

  3. Defina a senha do usuário:
    gcloud sql users set-password sqlserver no-host --instance=[INSTANCE_NAME] \
           --password=[PASSWORD]
    

REST v1beta4

1. Criar instância

Para uma lista completa de parâmetros dessa chamada, consulte a página Instances:insert. Para informações sobre configurações de instância, incluindo valores válidos para a região e o tipo de máquina, consulte Configurações de instância.

Não inclua informações de identificação pessoal ou confidenciais em instance-id. O valor é visível externamente.
Não é necessário incluir o ID do projeto no nome da instância. Isso é feito automaticamente quando necessário, como nos arquivos de registros.

O parâmetro collation (não mostrado na chamada de API básica abaixo) permite que você defina um valor padrão para o tipo de compilação usado para os bancos de dados na sua instância. Esse padrão de compilação é permanente no nível da instância, mas não no nível do banco de dados. É possível alterar este padrão com uma ferramenta de administração de banco de dados, mas somente para um banco de dados específico que você esteja criando ou atualizando. Não é possível alterar o padrão de compilação de uma instância depois de criá-la, a menos que você recrie a instância. Para mais informações sobre ordenações no SQL Server, consulte Suporte para compilação e Unicode. Para o protótipo de um corpo JSON, consulte Configurações (em inglês). Veja um exemplo de string que pode ser especificada para o parâmetro collation: SQL_Latin1_General_CP1_CI_AS.

Para criar uma instância integrada ao Microsoft AD gerenciado, especifique um domínio, como subdomain.mydomain.com, para o campo domain. Para mais informações, consulte Como criar uma instância com autenticação do Windows.

Antes de usar os dados da solicitação abaixo, faça as substituições a seguir:

  • project-id: o ID do projeto
  • instance-id: o ID da instância buscada
  • region: a região desejada
  • database-version: string de enum da versão do banco de dados. Por exemplo: SQLSERVER_2017_STANDARD
  • password: a senha do usuário raiz
  • machine-type: string de enum do tipo de máquina (camada), como: db-custom-[CPUS]-[MEMORY_MBS]

Método HTTP e URL:

POST https://sqladmin.googleapis.com/sql/v1beta4/projects/project-id/instances

Corpo JSON da solicitação:

{
  "name": "instance-id",
  "region": "region",
  "databaseVersion": "database-version",
  "rootPassword": "password",
  "settings": {
    "tier": "machine-type",
    "backupConfiguration": {
      "enabled": true
    }
  }
}

Para enviar a solicitação, expanda uma destas opções:

Você receberá uma resposta JSON semelhante a esta:

{
  "kind": "sql#operation",
  "targetLink": "https://sqladmin.googleapis.com/sql/v1beta4/projects/project-id/instances/instance-id",
  "status": "PENDING",
  "user": "user@example.com",
  "insertTime": "2020-01-01T19:13:21.834Z",
  "operationType": "CREATE",
  "name": "operation-id",
  "targetId": "instance-id",
  "selfLink": "https://sqladmin.googleapis.com/sql/v1beta4/projects/project-id/operations/operation-id",
  "targetProject": "project-id"
}

Depois que a instância é criada, é possível configurar a conta de usuário padrão.

2. Recuperar o endereço IPv4 da instância

Opcionalmente, você pode recuperar o endereço IPv4 atribuído automaticamente. Na resposta, esse endereço está no campo ipAddress.

Antes de usar os dados da solicitação abaixo, faça as substituições a seguir:

  • project-id: o ID do projeto
  • instance-id: o ID da instância, criado na etapa anterior

Método HTTP e URL:

GET https://sqladmin.googleapis.com/sql/v1beta4/projects/project-id/instances/instance-id

Para enviar a solicitação, expanda uma destas opções:

Você receberá uma resposta JSON semelhante a esta:

{
  "kind": "sql#instance",
  "state": "RUNNABLE",
  "databaseVersion": "database-version",
  "settings": {
    "authorizedGaeApplications": [],
    "tier": "machine-type",
    "kind": "sql#settings",
    "pricingPlan": "PER_USE",
    "replicationType": "SYNCHRONOUS",
    "activationPolicy": "ALWAYS",
    "ipConfiguration": {
      "authorizedNetworks": [],
      "ipv4Enabled": true
    },
    "locationPreference": {
      "zone": "zone",
      "kind": "sql#locationPreference"
    },
    "dataDiskType": "PD_SSD",
    "backupConfiguration": {
      "startTime": "19:00",
      "kind": "sql#backupConfiguration",
      "enabled": true
    },
    "settingsVersion": "1",
    "dataDiskSizeGb": "10"
  },
  "etag": "--redacted--",
  "ipAddresses": [
    {
      "type": "PRIMARY",
      "ipAddress": "10.0.0.1"
    }
  ],
  "serverCaCert": {
    ...
  },
  "instanceType": "CLOUD_SQL_INSTANCE",
  "project": "project-id",
  "serviceAccountEmailAddress": "redacted@gcp-sa-cloud-sql.iam.gserviceaccount.com",
  "backendType": "backend-type",
  "selfLink": "https://sqladmin.googleapis.com/sql/v1beta4/projects/project-id/instances/instance-id",
  "connectionName": "project-id:region:instance-id",
  "name": "instance-id",
  "region": "region",
  "gceZone": "zone"
}

Exemplos de tipos de máquinas

Com as configurações da instância flexíveis, você seleciona a quantidade de memória e CPUs necessárias para a instância. Essa flexibilidade permite escolher o formato de VM apropriado para a carga de trabalho. Os nomes do tipo de máquina usam o formato db-custom-CPU-RAM, em que CPU é o número de CPUs na máquina e RAM ié a quantidade de memória na máquina.

Ao selecionar o número de CPUs e a quantidade de memória, há algumas restrições à configuração escolhida:

Opções padrão estão disponíveis. Opções leves e de alta memória também estão disponíveis.

Versão CPU/Memória
SQL Server 2017 Express/SQL Server 2019 Express Selecione a partir das opções predefinidas:
  • 1 vCPU, 3,75 GB
  • 2 vCPUs, 3,75 GB
  • 4 vCPUs, 3,75 GB
SQL Server 2017 Web/SQL Server 2019 Web Selecione a partir das opções predefinidas ou personalizadas:
  • 1 vCPU, 4 GB
  • 2 vCPUs, 8 GB
  • 4 vCPUs, 16 GB
  • 1 a 16 vCPUs, 4 a 64 GB
SQL Server 2017 Standard/SQL Server 2019 Standard Selecione a partir das opções predefinidas ou personalizadas:
  • 1 vCPU, 4 GB
  • 2 vCPUs, 8 GB
  • 4 vCPUs, 16 GB
  • 1 a 24 vCPUs, 4 a 128 GB
SQL Server 2017 Enterprise/SQL Server 2019 Enterprise Selecione a partir das opções predefinidas ou personalizadas:
  • 2 vCPUs, 8 GB
  • 4 vCPUs, 16 GB
  • 2 a 96 vCPUs, 8 a 624 GB

A seguir