Visão geral do Storage Transfer Service

Nesta página, você verá uma descrição do Storage Transfer Service. Ele é um serviço usado para importar rapidamente dados on-line para o Cloud Storage. Também é possível transferir dados no Cloud Storage, de um intervalo para outro.

Para saber como configurar uma transferência no Console do GCP, siga as instruções em Como criar e gerenciar transferências com o Console.

O que é o Storage Transfer Service?

O Storage Transfer Service transfere dados de uma origem de dados on-line para um coletor de dados. Sua origem de dados pode ser um intervalo do Amazon Simple Storage Service (Amazon S3), um local HTTP/HTTPS ou um intervalo do Google Cloud Storage. Seu coletor de dados (o destino) é sempre um intervalo do Cloud Storage.

É possível usar o Storage Transfer Service para:

  • fazer backup de dados em um intervalo do Cloud Storage de outros provedores de armazenamento;

  • mover dados de um intervalo do Cloud Storage para outro, para que ele seja disponibilizado para diferentes grupos de usuários ou aplicativos;

  • mover periodicamente os dados como parte de um pipeline de processamento de dados ou de um fluxo de trabalho analítico.

O Storage Transfer Service realiza uma transferência de dados com uma operação de transferência. As operações de transferência são programadas e configuradas por meio de um job de transferência. O Storage Transfer Service tem opções que facilitam as transferências de dados e a sincronização entre origens e intervalos de dados. Por exemplo:

  • Programar operações de transferência única ou operações de transferência recorrentes.

  • Excluir objetos existentes no intervalo de destino caso eles não tenham um objeto correspondente na origem.

  • Apagar os objetos da origem depois de transferi-los.

  • Agendar a sincronização periódica da origem dos dados com o coletor usando filtros avançados, com base nas datas de criação dos arquivos, em filtros de nome de arquivo e nas horas do dia em que você prefere importar dados.

Por padrão, o Storage Transfer Service copia um arquivo da origem de dados se o arquivo não existir no coletor ou se houver versões diferentes na origem e no coletor. O padrão também é reter arquivos na origem após a operação de transferência.

Quem pode usar o Storage Transfer Service?

Para usar o Storage Transfer Service, você precisa ter uma das funções a seguir, dependendo das obrigações que está desempenhando:

  • Para acesso total: storagetransfer.admin
  • Para enviar transferências: storagetransfer.user
  • Para visualizar ou listar jobs e operações de transferência: storagetransfer.viewer

Para mais informações sobre papéis e permissões, consulte controle de acesso.

O projeto que cria o job de transferência não precisa estar associado aos intervalos que atuam como origem ou coletor, mas são necessárias outras permissões para configurar e usar origens e coletores. Consulte Como configurar o acesso a origens e coletores de dados para informações sobre como fazer isso.

Interfaces disponíveis

Há várias maneiras de trabalhar com o Storage Transfer Service:

É melhor usar o gsutil ou o Storage Transfer Service?

A ferramenta de linha de comando gsutil também permite transferir dados entre o Cloud Storage e outros locais. Embora você possa usar o gsutil para trabalhar com intervalos do Amazon S3 e transferir dados do Amazon S3 para o Cloud Storage, o Storage Transfer Service é recomendado para esse caso de uso.

Siga estas regras gerais para decidir entre usar o gsutil ou o Storage Transfer Service:

  • Ao transferir dados locais, use o gsutil.

  • Ao transferir dados de outro provedor de armazenamento em nuvem, use o Storage Transfer Service.

  • Nos demais casos, avalie as duas ferramentas em relação ao cenário específico.

Use essas orientações como ponto de partida. Os detalhes específicos do seu cenário de transferência também ajudarão a determinar qual ferramenta é mais apropriada.

Contrato de nível de serviço

O Storage Transfer Service atualmente não fornece um SLA e algumas flutuações de desempenho podem ocorrer. Por exemplo, não fornecemos SLAs para desempenho ou latência de transferência.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Cloud Storage Transfer Service