Ambiente de execução do Node.js 10

O ambiente de execução do Node.js 10 para o Cloud Functions baseia-se no Node.js versão 10.15.3. Para saber como preparar sua máquina local para o desenvolvimento do Node.js, consulte Como configurar um ambiente de desenvolvimento do Node.js.

Para começar a usar o Node.js no Cloud Functions, consulte o Guia de início rápido.

Como selecionar o ambiente de execução

É possível selecionar o ambiente de execução do Node.js 10 para sua função durante a implantação.

gcloud

Se estiver usando a ferramenta de linha de comando gcloud, você poderá especificar o ambiente de execução usando o parâmetro --runtime. Por exemplo:

gcloud functions deploy NAME --runtime nodejs10 --trigger-http

Para mais argumentos que você pode especificar ao implantar, consulte Implantar usando a ferramenta gcloud.

Console

Se estiver usando o Console do GCP, você poderá selecionar o ambiente de execução ao criar e implantar uma função.

  1. No Console do GCP, acesse a página Visão geral do Cloud Functions.

    Acessar a página "Visão geral do Cloud Functions"

    Verifique se o projeto para que você ativou o Cloud Functions está selecionado.

  2. Clique em Criar função.

  3. Em Ambiente de execução, selecione Node.js 10.

Ambiente de execução

Isso inclui o ambiente de execução, o sistema operacional, os pacotes e uma biblioteca que invoca sua função.

O ambiente de execução do Node.js 10 usa um ambiente baseado no Ubuntu 18.04 com o Node.js versão 10.15.3. Consulte Ambiente de execução do Cloud Functions para mais informações.

Estrutura do código-fonte

Para que o Cloud Functions encontre a definição da sua função, cada ambiente de execução possui determinados requisitos de estruturação para o código-fonte. Consulte Gravar funções HTTP para mais informações.

Como especificar dependências

É possível especificar dependências para as funções listando-as em um arquivo package.json. Para mais informações, consulte Como especificar dependências no Node.js.

Variáveis de ambiente

O ambiente de execução do Node.js 10 define automaticamente menos variáveis de ambiente que os ambientes anteriores aceitos pelo Cloud Functions. Para detalhes, consulte Como usar variáveis de ambiente.

Como usar middleware para processar solicitações HTTP

O HTTP do Cloud Functions para Node.js fornece objetos request e response compatíveis com o ExpressJS (em inglês) para simplificar o consumo das solicitações HTTP. O Cloud Functions lê automaticamente o corpo da solicitação. Dessa maneira, você sempre receberá o corpo de uma solicitação, independentemente do tipo de conteúdo. Isso significa que as solicitações HTTP precisam ser consideradas totalmente lidas no momento em que o código é executado. O aninhamento de apps ExpressJS precisa ser usado com a ressalva de que um middleware com corpo de solicitação não lido pode não ter o comportamento esperado.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Cloud Functions Documentation