Visão geral dos registros DNS

Nesta página, você terá uma visão geral dos registros e verá uma lista com os tipos de registro DNS compatíveis com o Cloud DNS.

Um registro é um mapeamento entre um recurso de DNS e um nome de domínio. Cada registro DNS individual tem um tipo (nome e número), um prazo de validade (time to live) e dados específicos do tipo.

Tipos de registro DNS compatíveis

O Cloud DNS aceita os seguintes tipos de registro.

Tipo de registro Descrição
A

Registro de endereço, que mapeia nomes de host para os respectivos endereços IPv4.

AAAA

Registro de endereço IPv6, que mapeia nomes de host para os respectivos endereços IPv6.

CAA

Autorização da autoridade de certificação (CA, na sigla em inglês), que especifica quais CAs têm permissão para criar certificados para um domínio.

CNAME

Registro de nome canônico, que especifica nomes de alias.

Se você encontrar problemas ao criar um registro CNAME, consulte O registro CNAME definido em uma zona particular não funciona.

DNSKEY

A chave DNSSEC de outro operador para transferência segura. Esse tipo de conjunto de registros só pode ser adicionado a uma zona com DNSSEC ativo no estado de transferência.

DS

A impressão digital da chave DNSSEC para uma zona delegada segura. Esse tipo de conjunto de registros não ativa o DNSSEC para uma zona delegada, a menos que você habilite e ative o DNSSEC para ela.

HTTPS

Registro de vinculação de serviço HTTPS, que permite que uma origem indique vários endpoints alternativos, cada um com parâmetros associados. Esse registro também redireciona HTTP para HTTPS. Esse tipo de registro é baseado no tipo de registro SVCB mais geral e usa o mesmo formato de valor.

IPSECKEY

Chaves públicas e dados do gateway do túnel IPSEC para clientes com recursos de IPSEC para permitir a criptografia oportunista.

MX

Registro de troca de e-mail, que encaminha solicitações para servidores de e-mail.

NAPTR

Registro PTR da autoridade de nomenclatura, definido pela referência RFC 3403 (em inglês).

NS

Registro do servidor de nomes, que delega uma zona DNS a um servidor autoritativo.

PTR

Registro PTR, muitas vezes usado para buscas DNS reverso.

SOA

Registro SOA, que especifica informações autoritativas sobre uma zona de DNS. Um registro de recurso SOA é gerado para você ao criar sua zona gerenciada. É possível modificar o registro conforme necessário. Por exemplo, alterar o número de série para um número arbitrário a fim de dar suporte ao controle de versão baseado em data.

SPF

Registro do framework de política do remetente, um tipo de registro obsoleto usado antigamente em sistemas de validação de e-mail. Em vez disso, use um registro TXT.

SRV

Registro de localizador de serviços, que é usado por alguns serviços de voz sobre IP (VoIP), protocolos de mensagem instantânea e outros aplicativos.

SSHFP

Impressão digital para que clientes SSH possam validar as chaves públicas de servidores SSH.

SVCB

Registro de vinculação de serviço, que permite que um serviço lógico indique vários endpoints alternativos, cada um com parâmetros associados. Para origens HTTPS, consulte o tipo de registro HTTPS.

TLSA

Registro de autenticação para que clientes TLS possam validar certificados de servidores X.509.

TXT

Registro de texto, que pode conter texto arbitrário ou ser usado para definir dados legíveis por máquina, como informações de segurança ou para prevenção de abusos.

Um registro TXT pode conter uma ou mais strings de texto. O tamanho máximo de cada string individual é de 255 caracteres (em inglês). Agentes de e-mail e outros agentes de software concatenam várias strings. Coloque cada string entre aspas.

Para trabalhar com registros DNS, consulte Como gerenciar registros.

Registros DNS curinga

O Cloud DNS aceita registros curinga para todos os tipos de registro, exceto para registros NS.

A seguir