Modificar um stream

Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

Visão geral

É possível modificar as seguintes informações sobre um stream:

  • Informações de alto nível, como nome de exibição e rótulos do stream.
  • Informações de configuração do banco de dados de origem e do destino, como as tabelas e os esquemas no banco de dados de origem que serão transferidos para o destino ou que não poderão ser transferidos para o destino. O Datastream usa essas informações de configuração para transferir os dados corretos do banco de dados de origem para o destino.

Modificar informações de alto nível

  1. Acesse a página Streams no Console do Google Cloud.

    Acessar a página "Fluxos"

  2. Clique no stream que você quer modificar.

  3. Na página Detalhes da política, clique em EDITAR.

  4. Selecione Editar configurações do fluxo no menu exibido.

  5. Modifique o nome de exibição ou os rótulos do stream.

  6. Depois de fazer as alterações, clique em SALVAR.

Modificar informações de configuração sobre o banco de dados de origem

  1. Acesse a página Streams no Console do Google Cloud.

    Acessar a página "Fluxos"

  2. Clique no stream que você quer modificar.

  3. Na página Detalhes da política, clique em EDITAR.

  4. Selecione Editar configuração de origem no menu que aparece.

  5. Na seção Selecionar objetos a serem incluídos, use o menu suspenso Objetos para incluir para alterar as tabelas e esquemas no banco de dados de origem que o Datastream transferirá para o destino.

  6. Se quiser, expanda o nó Selecionar objetos a serem excluídos. No campo Objetos a serem excluídos, modifique as tabelas e os esquemas no banco de dados de origem que você quer restringir ao Datastream para fazer a transferência para o destino. Se as tabelas forem adicionadas a essa lista, elas não serão mais usadas no destino. No entanto, eles não são removidos do destino.

  7. Se quiser, expanda o nó Escolher o modo de preenchimento dos dados históricos para modificar se o Datastream preenche o destino com dados atuais e futuros da origem ou apenas as alterações nesses dados.

    • Selecione a opção Automático para fazer streaming de todos os dados existentes, além das alterações dos dados, da origem para o destino.

      Se você selecionar essa opção, no campo Objetos excluídos do preenchimento automático, poderá modificar as tabelas e os esquemas no banco de dados de origem que você quer restringir ao Datastream de preenchimento para o destino.

    • Selecione a opção Manual para transmitir apenas as alterações dos dados.

  8. Depois de fazer as alterações, clique em SALVAR.

Modificar informações de configuração sobre o destino

  1. Acesse a página Streams no Console do Google Cloud.

    Acessar a página "Fluxos"

  2. Clique no stream que você quer modificar.

  3. Na página Detalhes da política, clique em EDITAR.

  4. Selecione Editar configuração de destino no menu que aparece.

  5. No campo Prefixo do caminho do fluxo, modifique a pasta de destino para onde o Datastream transferirá esquemas, tabelas e dados.

  6. No menu Formato de saída:

    1. Escolha o formato dos arquivos gravados no Cloud Storage. Atualmente, o Datastream é compatível com dois formatos de saída: Avro e JSON.
    2. Se você selecionar o formato JSON, marque ou desmarque as caixas de seleção Incluir um arquivo de esquema de tipos unificados no caminho do arquivo e Ativar compactação com o gzip.
  7. Depois de fazer as alterações, clique em SALVAR.

Crie uma transmissão após criar e visualizar informações detalhadas e detalhadas sobre o stream e fazer as alterações necessárias. Além disso, todas as modificações feitas nos streams em execução serão atualizadas automaticamente pelo Datastream.