Versão 4.11

Visão geral dos scripts de adaptação

Ao migrar uma VM para a nuvem, talvez seja necessário modificar a VM original para que ela funcione corretamente dentro das restrições do novo ambiente. O Migrate for Compute Engine manipula muitas configurações automaticamente, mas é melhor usar outras melhorias genéricas ou configurações específicas do cliente. Essas configurações implementadas de maneira automática são chamadas de "adaptações".

O Migrate for Compute Engine oferece flexibilidade para definir essas ações por meio da inclusão de um código genérico para executar scripts com base nas condições e na ordem fornecidas. Com o Migrate for Compute Engine, é possível fornecer e implantar scripts como parte do serviço RPM/Migrate for Compute Engine ou implantá-los por conta própria.

O modelo do Migrate for Compute Engine contém estas entidades:

  • Condições são estados de VM, como "A VM foi iniciada na nuvem e está em execução com o Migrate for Compute Engine", "A VM desconectada foi iniciada na nuvem" e "A VM foi movida de volta para a origem".
  • Ações são os scripts executados quando a condição é retida.

Detecção de plataforma e ambiente

O Migrate for Compute Engine detecta de maneira automática os seguintes ambientes:

  • No local (VMware)
  • Na nuvem (GCP + Migrate for Compute Engine)
  • Desconectado (Nativo do GCP)

Depois de detectar o ambiente, o Migrate for Compute Engine decide quais adaptações precisam ser feitas.

Próximos passos

Leia sobre os scripts de adaptação do SO oferecidos pelo Migrate for Compute Engine: