Guia de migração do GA

Se você não tiver cargas de trabalho que usam a versão Beta da autorização binária, nenhuma ação será necessária.

Autorização binária disponível para todos os usuários. Se as cargas de trabalho usarem a API de autorização binária Beta, execute as etapas a seguir para migrar para a versão do GA.

Etapas da migração

Versões de interface

A versão do GA da autorização binária fornece uma API REST atualizada e um conjunto de comandos gcloud. Atualize todos os scripts ou automações que acessam essas interfaces da seguinte maneira:

  • API REST: use os pontos de extremidade da API REST do GA em relação ao seguinte URL https://binaryauthorization.googleapis.com/v1/ em vez de https://binaryauthorization.googleapis.com/v1beta1.

    Ao criar um novo atestador ao chamar a versão do GA da API REST, você envia uma mensagem JSON que descreve o atestado como parte da solicitação. Na versão Beta da API, a mensagem JSON continha um campo chamado UserOwnedDrydockNote. O nome desse campo é UserOwnedGrafeasNote na versão do GA.

  • gcloud: use os comandos gcloud do GA em gcloud container binauthz em vez de gcloud beta container binauthz.