Instalar o gsutil

Nesta página, descrevemos a instalação e configuração do gsutil, uma ferramenta que permite acessar o Cloud Storage com uma linha de comando.

Basta instalar o gsutil para ter acesso imediato de gravação e/ou leitura a dados públicos. A autenticação no serviço Cloud Storage permite que você leia e/ou grave acesso a dados protegidos que foram compartilhados com você. Ao ativar o faturamento, você pode criar e gerenciar seus próprios intervalos.

Requisitos do sistema

  • A ferramenta gsutil é executada em Linux/Unix, Mac OS e Windows (XP ou posterior).

  • Se planejar usar objetos compostos, você precisará instalar crcmod compilado. No Windows, ele só está disponível para o Python de 32 bits.

Como instalar o gsutil

O método de instalação e atualização oficialmente compatível com o gsutil faz parte do SDK do Google Cloud.

Como instalar o gsutil como parte do SDK do Google Cloud

Siga as instruções do seu sistema operacional para instalar o gsutil como parte do SDK do Google Cloud:

Linux
  1. Digite o seguinte comando no prompt:
    curl https://sdk.cloud.google.com | bash
  2. Reinicie o shell:
    exec -l $SHELL
  3. Execute gcloud init para inicializar o ambiente do gcloud:
    gcloud init
Debian/Ubuntu

O SDK do Cloud está disponível no formato de pacote para instalação em sistemas Debian e Ubuntu. Esse pacote contém somente os comandos gcloud, gcloud alpha, gcloud beta, gsutil e bq. Ele não inclui kubectl nem as extensões do App Engine necessárias para implantar um aplicativo usando os comandos do gcloud. Se você quiser esses componentes, instale-os separadamente conforme descrito mais adiante nesta seção.

É possível instalar o SDK do Cloud com um pacote Debian/Ubuntu para todas as versões do Ubuntu oficiais que não atingiram o fim da vida útil e as versões do Debian estáveis a partir do Wheezy.

Observação: se você usa uma instância do Google Compute Engine, o SDK do Cloud é instalado por padrão. Ainda é possível instalar o SDK do Cloud manualmente seguindo as instruções abaixo.

  1. Crie uma variável de ambiente para a distribuição correta:
    export CLOUD_SDK_REPO="cloud-sdk-$(lsb_release -c -s)"
  2. Adicione o URI de distribuição do SDK do Cloud como a origem do pacote:
    echo "deb http://packages.cloud.google.com/apt $CLOUD_SDK_REPO main" | sudo tee -a /etc/apt/sources.list.d/google-cloud-sdk.list
    Observação: nesta etapa, caso tenha apt-transport-https instalado, use "https" em vez de "http".
  3. Importe a chave pública do Google Cloud:
    curl https://packages.cloud.google.com/apt/doc/apt-key.gpg | sudo apt-key add -
    Dica de solução de problemas: caso não consiga receber as atualizações mais recentes devido a uma chave expirada, solicite o arquivo de chave apt-get.gpg mais recente.
  4. Atualize e instale o SDK do Cloud:
    sudo apt-get update && sudo apt-get install google-cloud-sdk
    Observação: para outras opções do apt-get, como desativação de prompts ou simulações, consulte as páginas de manuais do apt-get.
  5. Se quiser, instale qualquer um destes outros componentes:
    • google-cloud-sdk-app-engine-python
    • google-cloud-sdk-app-engine-python-extras
    • google-cloud-sdk-app-engine-java
    • google-cloud-sdk-app-engine-go
    • google-cloud-sdk-datalab
    • google-cloud-sdk-datastore-emulator
    • google-cloud-sdk-pubsub-emulator
    • google-cloud-sdk-cbt
    • google-cloud-sdk-cloud-build-local
    • google-cloud-sdk-bigtable-emulator
    • kubectl

    Por exemplo, é possível instalar o componente google-cloud-sdk-app-engine-java da seguinte maneira:

    sudo apt-get install google-cloud-sdk-app-engine-java
  6. Execute gcloud init para começar:
    gcloud init
macOS
  1. Digite o seguinte comando no prompt:
    curl https://sdk.cloud.google.com | bash
  2. Reinicie o shell:
    exec -l $SHELL
  3. Execute gcloud init para inicializar o ambiente do gcloud:
    gcloud init
Windows
  1. Faça o download do Instalador do SDK do Cloud. O instalador é assinado pela Google Inc.

  2. Inicie o instalador e siga as instruções.

    O SDK do Cloud requer o Python 2 com uma versão do Python 2.7.9 ou mais recente. O instalador instalará todas as dependências necessárias, incluindo a versão necessária do Python, por padrão. Se você já tem o Python 2.x.y instalado e quer usar a instalação existente, pode desmarcar a opção para instalar o Python do pacote.

  3. Depois que a instalação for concluída, aceite as seguintes opções:

    • Iniciar o Cloud SDK Shell
    • Executar gcloud init

  4. Uma janela de terminal é aberta e o comando gcloud init é executado.

  5. A instalação padrão não inclui as extensões do App Engine necessárias para implantar um aplicativo usando os comandos do gcloud. Esses componentes podem ser instalados usando o gerenciador de componentes do SDK do Cloud.

Observação: nas instâncias do Google Compute Engine em execução no Windows Server, o Internet Explorer está na Configuração de segurança reforçada. Essa configuração impede que você execute o instalador mencionado acima. Primeiramente, desative a Configuração de Segurança Reforçada, reinicie o Internet Explorer e, em seguida, execute o instalador. Para instruções sobre como desativar a Segurança reforçada na instância do Windows Server, abra a Ajuda e suporte do Windows e procure por "IE ESC".

Execute atualizações com o comando de components update: gcloud components update.

Para saber como usar o gsutil, consulte o exercício do Guia de início rápido: como usar a ferramenta gsutil ou execute gsutil help.

Métodos alternativos de instalação

Há várias maneiras de instalar o gsutil como um produto independente. Você pode preferir um desses métodos se não quiser nenhum dos outros componentes fornecidos com o SDK do Cloud ou se estiver gerenciando pacotes com o PyPI.

Se você estiver instalando o gsutil como um produto independente, você também precisa ter o Python 2.7.x instalado no computador. Atualmente, o gsutil não é executado no Python 3.x. O Python é instalado por padrão na maioria das distribuições do Linux e do macOS. Ele não é instalado por padrão no Windows. Você precisa instalá-lo antes de poder executar o gsutil no Windows.

Expanda o método que você quer para ver as instruções.

Como configurar credenciais para acessar dados protegidos

A instalação do gsutil permite acessar e fazer o download de objetos acessíveis publicamente. No entanto, para acessar dados protegidos ou gravar em um bloco protegido, é necessário configurar as credenciais (autenticar). Por exemplo, se outra pessoa criou uma conta do Cloud Storage e fez upload de dados que só podem ser acessados ​​por você ou por outras pessoas específicas, configure suas credenciais para que o serviço do Cloud Storage possa acessar esses dados.

Se você instalou o gsutil como parte do SDK do Google Cloud, siga as instruções a seguir. Caso contrário, consulte a seção Autenticar o gsutil independente.

Autenticar o SDK do Google Cloud

Ao usar o gsutil como parte do SDK do Google Cloud, o OAuth2 é usado para autenticar e autorizar o acesso. Observe que você já pode ter realizado as etapas a seguir caso tenha seguido a seção Como instalar o gsutil como parte do SDK do Google Cloud acima. Se você executou gcloud init anteriormente, será perguntado se quer reinicializar a configuração ou criar uma nova.

  1. Abra uma instância do prompt de comando.

  2. Execute gcloud init no prompt de comando.

    Você recebe a seguinte saída:

    Welcome! This command will take you through the configuration of gcloud.
    
    Your current configuration has been set to: [default]
    
    To continue, you must login. Would you like to login (Y/n)?
    

  3. Digite "Y" e pressione enter para fazer o login.

    • O comando imprime um URL e tenta abrir uma janela do navegador para solicitar o acesso ao projeto. Se uma janela do navegador for aberta, você receberá a saída a seguir:

      Your browser has been opened to visit:
      
      https://accounts.google.com/o/oauth2/auth?redirect_uri=http%3A%2F%2F...
      

      Vá para a próxima etapa.

    • Se você estiver trabalhando em uma máquina local e seu navegador não carregar automaticamente o URL, tente novamente o comando gcloud init com a sinalização --console-only:

      gcloud init --console-only
      

      Se você usar esse comando ou se o SDK do Cloud detectar que um navegador não pode ser aberto (por exemplo, se você estiver trabalhando em uma máquina remota), receberá a saída a seguir:

      Go to the following link in your browser:
      
      https://accounts.google.com/o/oauth2/auth?redirect_uri=urn%3Aietf%3Awg%3A...
      
      Enter verification code:
      

      Abra um navegador e navegue até o URL fornecido.

  4. Se solicitado, faça login com a Conta do Google associada aos seus dados do Cloud Storage na janela do navegador.

  5. Conceda acesso.

    • Se a janela do navegador abrir automaticamente, revise as permissões do aplicativo e clique em Aceitar quando estiver pronto. O código de verificação é enviado automaticamente para a ferramenta de linha de comando.

    • Se você estiver trabalhando em uma máquina remota ou usar a sinalização --console-only, copie e cole o código de verificação do URL na linha de comando do terminal depois de Digitar o código de verificação:.

  6. Escolha o projeto padrão para essa configuração.

    Depois de configurar suas credenciais, a ferramenta de linha de comando gcloud solicita um projeto padrão para essa configuração e oferece uma lista de projetos disponíveis. Selecione um código do projeto na lista.

    Quando você define essa propriedade, os comandos gsutil que exigem um projeto, como gsutil mb, usam o código do projeto padrão, a menos que você os modifique com a sinalização -p ou defina a variável de ambiente CLOUDSDK_CORE_PROJECT.

É isso. Você está pronto para acessar dados protegidos. Para ver uma listagem de comandos da ferramenta, digite gsutil no prompt de comando.

Autenticar o gsutil independente

Autenticar com o HMAC

Embora o OAuth 2.0 seja a maneira recomendada de autenticar o gsutil, você também pode usar as chaves de desenvolvedor e a autenticação do HMAC. Para fazer isso, use a sinalização -a no comando gsutil config:

gsutil config -a

O uso desse comando leva você a um processo semelhante à autenticação do gsutil independente (consulte a seção anterior), exceto que você é solicitado a fornecer seu código de chave de acesso do Google e sua chave de acesso secreta do Google.

Se você estiver usando o SDK do Google Cloud, também precisará desativar a passagem de credenciais usando este comando:

gcloud config set pass_credentials_to_gsutil false

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.