Como implantar uma carga de trabalho do Linux em um cluster de destino

Depois de migrar uma carga de trabalho da plataforma de origem, use os artefatos de implantação gerados durante esse processo para implantar o contêiner de carga de trabalho migrado para outro cluster.

Veja a seguir os artefatos que você gera ao executar uma migração. Para mais detalhes, consulte Como analisar arquivos de implantação gerados.

  • Para usar a intent Image no plano de migração:

    • Deployment
    • Service do tipo ClusterIP.
  • Para usar a intent ImageAndData no plano de migração:

    • StatefulSet
    • Service do tipo ClusterIP.
    • PersistentVolumeClaim e PersistentVolume
  • Para usar a intent Data no plano de migração:

    • PersistentVolumeClaim e PersistentVolume

Antes de começar

Antes de implantar a carga de trabalho, você precisa:

Aplicar arquivo YAML de implantação gerado

Para o cluster de destino, como um cluster de produção, use kubectl para aplicar a especificação de implantação.

kubectl apply -f deployment_spec.yaml