Como formular e testar uma consulta de assinatura

Este documento explica como formular e testar suas consultas de assinatura para garantir que os funcionários corretos sejam retornados.

Antes de começar

Execute as seguintes tarefas antes de continuar com as informações desta página:

Como formular e testar sua consulta

As consultas de assinatura têm o formato target_field condition e são formatadas como expressões de Common Expression Language (CEL, na sigla em inglês).

O exemplo a seguir mostra como verificar um valor específico em um campo user.addresses usando a função CEL exists():

user.addresses.exists(ad, ad.locality==`Sunnyvale`)

A macro exists() é usada para criar consultas de assinatura para campos do tipo de lista.

Veja um exemplo de verificação de vários valores, (criação) de area e building_id, em uma única entrada de lista:

user.locations.exists(loc, loc.area==`Sunnyvale` && loc.building_id==`Building 1`)
user.name.value.equalsIgnoreCase('jOhn DoE')`

Como testar consultas de assinatura

Para testar suas consultas de assinatura, use o criador de consultas simples.

Como testar consultas com o criador de consultas simples

Com o criador de consultas simples, é possível usar menus suspensos e campos de texto para inserir e testar uma consulta. Depois de confirmar se a consulta de assinatura retorna os resultados corretos, crie as consultas CEL correspondentes com a API de grupos dinâmicos.

A seguir

Depois de testar sua consulta de assinatura, será possível usá-la ao criar um grupo. Para mais informações, consulte Como criar um grupo dinâmico.