Como criar uma migração

Para começar a migração das VMs, é necessário criá-la primeiro. Esse processo gera um arquivo de plano de migração. Geralmente, o arquivo precisa de mais revisão e personalização antes de você prosseguir com a migração.

A migração é o objeto central usado para executar ações de migração e monitorar as atividades e o status relacionados com a ferramenta migctl. Esse objeto é implementado como uma definição de recurso personalizada (CRD, na sigla em inglês) do Kubernetes e inclui recursos extras, como um PersistentVolumeClaim do Kubernetes no arquivo de plano de migração.

Antes de começar

Como criar uma migração

Execute migctl migration create para criar uma migração, conforme descrito nos exemplos a seguir.

Nestes exemplos, o valor de Image é usado na sinalização intent. No entanto, você escolherá o valor da sinalização intent com base na carga de trabalho e nos resultados de migração pretendidos. Para mais informações, consulte a seção relacionada mais adiante neste tópico.

VMware

migctl migration create my-migration --source my-vmware-src --vm-id My_VMware_VM --intent Image
[INFO]  result output file: ./my-migration.yaml

AWS

migctl migration create my-migration --source my-aws-src --vm-id i-1234567890abcdef0 --intent Image
[INFO]  result output file: ./my-migration.yaml

Azure

migctl migration create my-migration --source my-azure-src --vm-id /subscriptions/a1b5c3d4-c3d9-a1a2-e5f6-a1t2c3d4k5f6/resourceGroups/MyResourceGroup/providers/Microsoft.Compute/virtualMachines/my-virtual-machine --intent Image
[INFO]  result output file: ./my-migration.yaml

Compute Engine

migctl migration create my-migration --source my-compute-engine-src --vm-id my-id --intent Image
[INFO]  result output file: ./my-migration.yaml

Com o comando, você gera um arquivo YAML de plano de migração. No exemplo, ele é my-migration.yaml. A ferramenta migctl grava o plano de migração gerado no Cloud Shell (usado para executar a ferramenta), mas o arquivo não é aplicado ao cluster de processamento.

Como usar a sinalização intent

Ao criar uma migração, você especifica um valor da sinalização intent com base na natureza da sua carga de trabalho. Esse valor determina o conteúdo do plano de migração que, por sua vez, orienta o processo.

Valor da sinalização intent Quando usar Observações
Image Use com cargas de trabalho sem estado.
ImageAndData Use com cargas de trabalho com estado em que o aplicativo e o sistema de modo de usuário são extraídos para uma imagem de contêiner, e os dados para um volume permanente. Também é possível usar o ImageAndData para realizar a extração apenas de imagens em cargas de trabalho com estado, em que os dados sejam extraídos ou sincronizados separadamente. O ImageAndData é o fluxo de trabalho completo. Ele gera mais artefatos para processar e também impacta as considerações nas ações cleanup e delete.
Data Use com cargas de trabalho com estado em que apenas a parte de dados do plano de migração será extraída para um volume permanente. Se a execução for feita com esse valor de intent repetidamente usando a mesma VM de origem e plano de migração, o resultado será a sincronização das alterações delta no disco permanente de destino, desde a sincronização de dados anterior.

A seguir