Como configurar a autenticação local

Antes de acessar ou interagir com os repositórios hospedados do seu sistema, configure a autenticação local no seu ambiente.

Depois de configurar a autenticação local, é possível acessar os repositórios hospedados para os quais você tem os papéis e permissões apropriados. Também é possível executar operações Git padrão, como git clone, git pull e git push. A autenticação local não é necessária para realizar operações no Console do Google Cloud, como procurar o conteúdo de um repositório, por exemplo.

O Cloud Source Repositories aceita os seguintes tipos de autenticação:

Autenticar usando SSH

O Cloud Source Repositories permite que você use autenticação de chave pública SSH para acessar repositórios hospedados. Nesse cenário, primeiro é preciso gerar um par de chaves no sistema local a partir do qual você quer acessar o repositório. Depois, é necessário registrar a chave pública com o Google Cloud. Se você já tiver um par de chaves SSH no seu sistema, poderá reutilizá-las para autenticação. É possível registrar até 20 chaves públicas por Conta do Google.

O Cloud Source Repositories é compatível com três tipos de chave SSH:

  • RSA (somente para chaves com mais de 2048 bits)
  • ECDSA
  • ED25519

Gerar um par de chaves

O par de chaves SSH consiste em uma chave privada que reside no seu sistema local e uma chave pública registrada no Google Cloud.

Linux ou macOS

  1. Certifique-se de que OpenSSH (em inglês) esteja instalado no seu sistema local.

  2. Em um prompt de comando, digite o seguinte:

    ssh-keygen -t [KEY_TYPE] -C "[USER_EMAIL]"
    

    Em que:

    • [USER_EMAIL] é seu endereço de e-mail;
    • [KEY_TYPE] é um destes:
      • rsa
      • ecdsa
      • ed25519

    Por exemplo:

    ssh-keygen -t rsa -C "user@example.com"
    

    Quando você executa ssh-keygen, ele solicita uma senha e o nome de um arquivo em que a chave pública será armazenada.

Windows

  1. Certifique-se de que o PuTTY (em inglês) esteja instalado em seu sistema local.

  2. No menu Iniciar do Windows, inicie o PuTTYGen.

  3. Na janela que é aberta, selecione o tipo de chave no campo Parâmetros.

  4. Clique em Gerar.

    O PuTTYGen exibe a string de chave pública gerada.

  5. Especifique uma senha longa para proteger o par de chaves.

  6. Para salvar o par de chaves que você gerou para seu sistema local, clique em Salvar chave pública e Salvar chave privada.

Usar chaves atuais

Também é possível usar um par de chaves atual para a autenticação SSH.

Linux ou macOS

Por padrão, os arquivos de chave pública estão localizados no diretório ~/.ssh.

Em um prompt de comando, digite o seguinte:

ls -a ~/.ssh

Os nomes de arquivos padrão são:

  • id_rsa.pub
  • id_ecdsa.pub
  • id_ed25519.pub

Windows

  1. No menu Iniciar do Windows, inicie o PuTTYGen.

  2. Na janela que é aberta, clique em Carregar.

  3. Procure o sistema de arquivos local para seu arquivo de chave pública e selecione o arquivo.

    O PuTTYGen exibe a string de chave pública. Se você especificou uma senha longa quando salvou o arquivo de chave, o PuTTYGen solicita que você a insira para visualizar a chave pública.

Registrar uma chave pública

  1. No Console do GCP, abra a página Gerenciar chaves SSH.

    Abrir o Cloud Source Repositories

  2. Clique em Registrar chave SSH.

    A caixa de diálogo Registrar chave SSH é aberta.

  3. No campo Nome da chave, digite um nome exclusivo para ela.

  4. No campo Chave, copie a string de chave do seu arquivo de chave pública.

  5. Clique em Registrar.

Depois de configurar a autenticação SSH, é possível clonar qualquer repositório em que você tenha os papéis e as permissões necessários ou enviar o conteúdo de um repositório local para um repositório hospedado vazio.

Autenticar usando o SDK do Cloud

O Cloud Source Repositories permite que você faça a autenticação usando o SDK do Cloud. Nessa situação, você executa o comando gcloud init no seu sistema para configurar a autenticação local.

  1. Certifique-se de que o SDK do Cloud esteja instalado no seu sistema local.

  2. No prompt de comando, execute gcloud init:

    gcloud init
    
  3. Siga as instruções.

Depois de configurar a autenticação usando o SDK do Cloud, use os comandos padrão do Git para interagir com o repositório hospedado no Cloud Source Repositories.

Autenticar usando credenciais geradas manualmente

Também é possível usar credenciais geradas manualmente para autenticação. O Cloud Source Repositories fornece um conjunto de scripts que podem ser usados para gerar manualmente as credenciais necessárias para acessar os repositórios hospedados.

  1. Acesse a página Configurar Git para gerar suas credenciais.

    Acessar a página "Configurar Git"

  2. Abra uma janela de terminal.

  3. Digite o seguinte comando:

    git clone https://source.developers.google.com/p/PROJECT_ID/r/REPOSITORY_NAME
    

    Onde:

    • PROJECT_ID é o nome do projeto.
    • REPOSITORY_NAME é o nome do repositório.

Depois de configurar a autenticação com credenciais geradas manualmente, é possível interagir com o repositório hospedado no Cloud Source Repositories usando os comandos padrão do Git.