Como invalidar o conteúdo armazenado em cache

Nesta página, você aprenderá a invalidar conteúdo armazenado em cache no Cloud CDN.

Por exemplo, se um arquivo localizado em /images/foo.jpg tiver sido armazenado em cache e precisar ser invalidado, você poderá usar vários métodos para invalidá-lo, dependendo de você querer afetar apenas esse arquivo ou tiver um escopo mais amplo. Em cada caso, é possível executar a invalidação para todos os nomes do host ou apenas um.

Para saber mais sobre a invalidação de cache, consulte Visão geral da invalidação de cache.

Antes de começar

Use a interface de linha de comando gcloud ou o Console do Google Cloud para realizar invalidações.

É possível acessar a ferramenta de linha de comando gcloud de duas maneiras:

Para criar um papel personalizado com a permissão necessária, consulte Como criar e gerenciar papéis personalizados.

Para adicionar um papel predefinido, use o guia de início rápido do IAM.

Como invalidar apenas um arquivo

Console

  1. No Console do Google Cloud, acesse a página do Cloud CDN.

    Acessar a página do Cloud CDN

  2. Clique no nome da origem em questão.
  3. Clique na guia Invalidação de cache.
  4. Insira o caminho do arquivo.
    • Se quiser invalidar o caminho para todos os nomes de host, insira somente o caminho, por exemplo: /images/foo.jpg.
    • Se você quiser invalidar um caminho para apenas um nome de host, especifique o nome do host como parte do caminho (por exemplo: example.com/images/foo.jpg).
  5. Clique em Invalidar.

gcloud

gcloud compute url-maps invalidate-cdn-cache URL_MAP_NAME \
    --path "/images/foo.jpg"

Substitua URL_MAP_NAME pelo nome do recurso de mapa de URL no balanceador de carga. Para listar seus mapas de URLs, use o comando gcloud compute url-maps list.

Opcional: para fazer a invalidação em apenas um host, adicione a sinalização --host (--host example.com).

gcloud compute url-maps invalidate-cdn-cache URL_MAP_NAME \
    --host HOSTNAME \
    --path "/images/foo.jpg"

Por padrão, a ferramenta de linha de comando gcloud aguarda a conclusão da invalidação. Para realizar a invalidação em segundo plano, anexe --async à linha de comando.

Como invalidar o diretório inteiro

Console

  1. No Console do Google Cloud, acesse a página do Cloud CDN.

    Acessar a página do Cloud CDN

  2. Clique no nome da origem em questão.
  3. Clique na guia Invalidação de cache.
  4. Insira o caminho do diretório e o caractere curinga (/path/to/file/*).
    • Se você quiser invalidar o diretório inteiro para todos os nomes de host, digite apenas o caminho e o caractere curinga (por exemplo: /images/*).
    • Se quiser invalidar o diretório inteiro para apenas um nome de host, especifique o nome desse host como parte do caminho, por exemplo, example.com/images/*.
  5. Clique em Invalidar.

gcloud

gcloud compute url-maps invalidate-cdn-cache URL_MAP_NAME \
    --path "/images/*"

Substitua URL_MAP_NAME pelo nome do recurso de mapa de URL no balanceador de carga. Para listar seus mapas de URLs, use o comando gcloud compute url-maps list.

Opcional: para fazer a invalidação em apenas um host, adicione a sinalização --host (--host example.com).

gcloud compute url-maps invalidate-cdn-cache URL_MAP_NAME \
    --host HOSTNAME \
    --path "/images/*"

Por padrão, a ferramenta de linha de comando gcloud aguarda a conclusão da invalidação. Para realizar a invalidação em segundo plano, anexe --async à linha de comando.

Como invalidar tudo

Console

  1. No Console do Google Cloud, acesse a página do Cloud CDN.

    Acessar a página do Cloud CDN

  2. Clique no nome da origem em questão.
  3. Clique na guia Invalidação de cache.
  4. Insira apenas a raiz e o caractere curinga (/*).
    • Se quiser invalidar tudo para todos os nomes de host, insira somente /* no campo.
    • Se quiser invalidar tudo para um único nome de host, especifique o nome do host como parte do caminho, por exemplo, example.com/*.
  5. Clique em Invalidar.

gcloud

gcloud compute url-maps invalidate-cdn-cache URL_MAP_NAME \
    --path "/*"

Substitua:

  • URL_MAP_NAME: o nome do recurso de mapa de URL no seu balanceador de carga.
  • /*: o caminho do URL que você quer invalidar; não inclua o nome do host; o caminho pode usar um nome de arquivo explícito ou um caractere curinga

Opcional: para fazer a invalidação em apenas um host, adicione a sinalização --host (--host example.com).

gcloud compute url-maps invalidate-cdn-cache URL_MAP_NAME \
    --host HOSTNAME \
    --path "/*"

Por padrão, a ferramenta de linha de comando gcloud aguarda a conclusão da invalidação. Para realizar a invalidação em segundo plano, anexe --async à linha de comando.

A seguir