Cloud Tasks x Cloud Scheduler

Tanto o Cloud Tasks quanto o Cloud Scheduler podem ser usados para iniciar ações fora do contexto imediato. Mas eles têm diferenças significativas na funcionalidade e no uso. Esta página ajuda você a entender as diferenças entre eles.

Principais diferenças

Em geral, há quatro diferenças principais entre o Cloud Scheduler e o Cloud Tasks.

Recurso Cloud Scheduler Cloud Tasks
Como acionar Acione ações em intervalos fixos regulares. Você configura o intervalo quando cria o cron job e a taxa não muda durante a vida do job. Acione ações com base em como o objeto de tarefa individual é configurado. Se o campo `scheduleTime` for definido, a ação será acionada nesse momento. Se o campo não for definido, a fila processará as tarefas em uma ordem não fixa.
Como definir taxas Inicia ações em uma programação periódica fixa. Uma vez por minuto é o intervalo mais refinado suportado. Inicia ações com base na quantidade de tráfego proveniente da fila. É possível definir uma taxa máxima ao criar a fila para limitar até 500 despachos por segundo para fins de otimização ou suavização do tráfego.
Nomenclatura Exceto pelo tempo de execução, cada execução de um cron job é exatamente igual a todas as outras execuções desse cron job. Cada tarefa tem um nome exclusivo e pode ser identificada e gerenciada individualmente na fila.
Manipulação de falhas Se a execução de um cron job falhar, a falha será registrada. O job não é executado novamente até o próximo intervalo programado. Se a execução de uma tarefa falhar, serão realizadas novas tentativas até que se tenha sucesso. Você pode limitar novas tentativas com base no número de tentativas e/ou na idade da tarefa, além de controlar o intervalo entre as tentativas na configuração da fila.