Ambiente flexível do App Engine

Com o App Engine, os desenvolvedores podem se concentrar no que fazem de melhor: escrever códigos. Baseado no Google Compute Engine, o ambiente flexível do App Engine dimensiona automaticamente seu aplicativo para mais ou para menos, ao mesmo tempo que faz o balanceamento da carga. Microsserviços, autorização, bancos de dados SQL e NoSQL, divisão de tráfego, geração de registros, controle de versão, verificação de segurança e redes de entrega de conteúdo são todos compatíveis nativamente. Além disso, com o ambiente flexível do App Engine é possível personalizar o ambiente de execução e até mesmo o sistema operacional da sua máquina virtual usando Dockerfiles. Saiba mais sobre as diferenças entre o ambiente padrão e o ambiente flexível.

  • Ambientes de execução: o ambiente flexível inclui suporte nativo para Java 8 (sem biblioteca de veiculação da Web), Eclipse Jetty 9, Python 2.7 e Python 3.6, Node.js, Ruby, PHP, .NET core e Go. Os desenvolvedores podem personalizar esses ambientes de execução ou informar o próprio ambiente de execução ao fornecer uma imagem personalizada do Docker ou um Dockerfile da comunidade de código aberto.

  • Personalização de infraestrutura: como as instâncias de VM no ambiente flexível são máquinas virtuais do Google Compute Engine, aproveite as bibliotecas personalizadas, use o SSH para depuração e implante seus próprios contêineres do Docker.

  • Desempenho: aproveite uma grande variedade de configurações de CPU e de memória. Especifique quanto de CPU e de memória cada instância do seu aplicativo precisa, e o ambiente flexível fornecerá a infraestrutura necessária.

O App Engine gerencia suas máquinas virtuais, garantindo que:

  • as instâncias passem pela verificação de integridade, sejam reparadas conforme necessário e colocadas no mesmo local de outros serviços dentro do projeto;
  • atualizações críticas e compatíveis com versões anteriores sejam aplicadas automaticamente ao sistema operacional subjacente;
  • as instâncias de VM sejam localizadas automaticamente por região geográfica, de acordo com as configurações do seu projeto. Os serviços de gerenciamento do Google garantem que todas as instâncias de VM de um projeto estejam localizadas no mesmo local para um desempenho ideal;
  • as instâncias de VM sejam reiniciadas semanalmente. Durante os reinícios, os serviços de gerenciamento do Google aplicarão quaisquer atualizações de sistema operacional e de segurança necessárias;
  • você sempre tenha acesso raiz às instâncias de VM do Compute Engine. O acesso SSH para instâncias de VM no ambiente flexível é desativado por padrão. Se você quiser, ative o acesso raiz às instâncias de VM do seu aplicativo.

Primeiros passos

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentos do ambiente flexível do Google App Engine