Dados da NEXRAD

O conjunto de dados públicos do Radar Meteorológico de Próxima Geração (NEXRAD, na sigla em inglês) armazenado no Cloud Storage consiste em dados meteorológicos de Nível II, coletados da rede de 160 radares Doppler de alta resolução operados pelas agências Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês), Serviço Nacional de Meteorologia (NWS, na sigla em inglês), Administração da Aviação Federal (FAA, na sigla em inglês) e Força aérea dos Estados Unidos (USAF, na sigla em inglês). Esses radares Doppler S-Band de 10 cm, localizados por todos os Estados Unidos, incluindo Alasca, Havaí e outros territórios norte-americanos, e em diversas bases militares, são usados para detectar ventos e precipitação atmosférica. O conjunto de dados de Nível II coletado antes de 2008 contém verificações de refletividade, velocidade radial média e volume radial da largura do espectro em resolução original (1 grau x 1 km). Desde 2008, esses dados passaram a ser disponibilizados em superresolução (0,5 grau x 0,25 km), no caso de algumas inclinações de refletividade. A partir de 2011, foi iniciado um upgrade nos radares para a polarização dupla. Nessa época, foram adicionados: dados de refletividade diferencial, coeficiente de correlação e fase diferencial.

Estrutura do conjunto de dados

No Cloud Storage, esses dados são organizados de maneira a aproveitar as leituras de alta sustentação executadas nos datacenters do Google. As verificações de volume anteriores a 2011 são organizadas em arquivos TAR, cada um com oito horas. Por exemplo, a coleta das verificações de volume da KTLX iniciada em 8 de maio de 1999 de oito horas contadas a partir das 00:00:00 UTC está no arquivo:

gs://gcp-public-data-nexrad-l2/1999/05/08/KTLX/NWS_NEXRAD_NXL2LG_KTLX_19990508000000_19990508075959.tar

No caso dos dados coletados a partir de 2011, as verificações de volume são organizadas em arquivos TAR com uma hora. Por exemplo, a coleta das verificações de volume da KMUX iniciada em 23 de julho de 2012 de uma hora contada a partir das 23:00:00 UTC está no arquivo:

gs://gcp-public-data-nexrad-l2/2012/07/23/KMUX/NWS_NEXRAD_NXL2DP_KMUX_20120723000000_20120723005959.tar

Observe que o nome do segundo arquivo inclui NXL2DP, indicando a polarização dupla.

Acesso aos dados

A maneira mais fácil de procurar e fazer o download dos arquivos NEXRAD é usando o console do Google Cloud Storage. Também é possível acessar os arquivos com a ferramenta de linha de comando gsutil, uma das bibliotecas de cliente do Google Cloud ou com as APIs JSON ou XML.

Consulte Como listar objetos para ver instruções sobre como usar essas ferramentas para listar objetos e filtrar os resultados. Para mais informações sobre como fazer o download de arquivos, consulte Downloads de arquivos. Você não será cobrado pela cópia de dados NEXRAD do Cloud Storage para qualquer máquina virtual dentro do Google Cloud Platform.

Para ver alguns exemplos de como escrever programas para visualizar as verificações de volume ou processar os dados de radar em escala, consulte a publicação do blog do Google Big Data sobre esse assunto.

Sobre o conjunto de dados

Fonte do conjunto de dados: NOAA

Categoria: imagens de radar meteorológicas

Uso: não há restrições de uso dos dados NEXRAD. Eles podem ser usados ou redistribuídos conforme desejado pelo usuário. Para mais informações sobre como fazer citações e os termos de uso, consulte a página sobre os dados NEXRAD da NOAA.

Frequência de atualização: novas cenas de imagens NEXRAD são adicionadas à medida que se tornam disponíveis. Os dados normalmente são disponibilizados dentro de quatro horas após o arquivamento pela NOAA. Há a possibilidade de ocorrer atrasos devido a manutenções planejadas ou não.

Formato: formato binário específico do NEXRAD.

Local no Cloud Storage: gs://gcp-public-data-nexrad-l2 (localizado na multirregião US, em inglês).

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.