Cotas e limites

O Stackdriver Trace aplica dois tipos diferentes de cotas: uma cota de taxa nas suas solicitações de API e uma cota de ingestão de períodos que você envia ao Trace.

Limites de uso da API Trace

Método de API Unidades de cota totais
GetTrace1
ListTraces2
ListSpan1
300 a cada 60 segundos
PatchTraces1
BatchWriteSpans1
CreateSpan1
4.800 a cada 60 segundos

1 Cada chamada de API consome 1 unidade de cota.
2 Cada chamada de API consome 25 unidades de cota.

Você tem um total de 300 unidades de cota por segundo para os três comandos de API, GetTrace, ListTraces e ListSpan. Veja a seguir dois exemplos diferentes de como você poderia usar todas as unidades de cota disponíveis:

  • Faça 12 chamadas de API ListTraces a cada 60 segundos.
  • Faça 10 chamadas de API ListTraces e 50 chamadas de API GetTrace a cada 60 segundos.

Os outros limites e restrições da API Stackdriver Trace são:

Restrições e limites Valor
Número máximo de períodos por chamada GetTrace 1.000
Número máximo de períodos por chamada PatchTraces 25.000
Número máximo de traces por chamada ListTraces 1.000 na visualização ROOTSPAN/MÍNIMA
100 na visualização COMPLETA
Número máximo de períodos por trace 1.000
Número máximo de bytes por trace 50 MB
Número máximo de rótulos/atributos por período 32
Tamanho de chave por rótulo/atributo 128 bytes
Tamanho de valor por rótulo/atributo 256 bytes

Limite diário de ingestão de períodos de trace

Sua cota diária de ingestão de períodos de trace é determinada pelo histórico da sua conta de faturamento e pelas consultas que você fez para aumentar a cota. Veja na tabela a seguir o intervalo de alocações de cota:

Categoria Unidades de cota
Períodos ingeridos 3.000.000 a 5.000.000.000 por dia

Como as cotas se relacionam aos preços?

Os preços do Stackdriver Trace são calculados com base na ingestão e verificação do período do Trace. A ingestão reflete o número de períodos recebidos pelo Trace. A verificação reflete o número de períodos recuperados do armazenamento.

As cotas diárias de períodos definem a quantidade máxima de períodos que podem ser ingeridos antes da falha da chamada de API com um erro de recurso esgotado. As cotas de taxa de API definem a quantidade máxima de chamadas de API que podem ser feitas antes da falha da chamada com um erro de recurso esgotado.

Todas as chamadas de API consomem cotas de API. As chamadas de API de gravação também consomem cotas de ingestão diária de períodos. Por exemplo, se você precisar emitir patches para 10.000 períodos, terá duas opções:

  • Enviar uma solicitação patchTraces com os 10.000 períodos.

  • Enviar 10.000 solicitações de patchTraces cada uma com 1 período e distribuí-las ao longo de vários minutos para evitar limites de cota da API.

A primeira opção usa uma unidade de cota de API, e a segunda usa 10.000 unidades de cotas de API. As duas opções usam 10.000 unidades de cota diária de ingestão de período. O preço das duas opções é o mesmo, porque ele é determinado pelo número de períodos ingeridos, não pelo número de chamadas de API.

Períodos de retenção do Trace

Categoria Tempo de retenção
Todos os dados de período do trace 30 dias
Relatórios de análise 30 dias

Como gerenciar sua cota

Para garantir que você não fique sem cota e não perca visibilidade do desempenho dos aplicativos, verifique periodicamente o uso de sua cota ou crie uma política de alerta. Para saber informações detalhadas sobre como monitorar suas solicitações de API e entender as respostas, consulte Como monitorar o uso da API.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.