Arquitetura: aplicativos da Web no ambiente padrão do Google App Engine

Os desenvolvedores aproveitam o ambiente padrão do Google App Engine para simplificar o desenvolvimento e a implantação de aplicativos da Web. Esses aplicativos usam o poder de computação de escalonamento automático do App Engine, bem como os recursos integrados, como o cache de memória distribuído, filas de tarefas e armazenamento de dados, para criar aplicativos robustos de maneira rápida e fácil.

Diagrama

O App Engine é a plataforma PaaS do Google, um ambiente de desenvolvimento robusto para aplicativos escritos em Java, Python, PHP e Go. O SDK do App Engine é compatível com o desenvolvimento e a implantação do aplicativo na nuvem. O App Engine é compatível com várias versões de aplicativos que permitem a implantação fácil de novos recursos de aplicativos e a divisão de tráfego para oferecer suporte ao teste A/B.

Os serviços Memcache e Task Queue estão integrados no ambiente padrão do App Engine. O Memcache é um cache na memória compartilhado entre as instâncias do App Engine. Ele fornece acesso de velocidade extremamente alta a informações armazenadas em cache pelo servidor da Web, como informações de autenticação ou conta.

As Task Queues fornecem um mecanismo para descarregar tarefas em execução por mais tempo para servidores de back-end, liberando os servidores de front-end para atender a solicitações de novos usuários. Por último, o App Engine apresenta um balanceador de carga incorporado fornecido pelo Google Load Balancer. Ele permite o balanceamento de carga transparente de camada 3 e camada 7 para aplicativos.

Próximas etapas

  • Conheça outros recursos do Google Cloud Platform. Veja nossos tutoriais.
Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…