Arquitetura: compartilhamento e gerenciamento de recursos digitais

Você pode desenvolver aplicativos e serviços para criar e distribuir arquivos de áudio e vídeo a partir dos mecanismos de computação, armazenamento e enfileiramento fornecidos pelo Google Cloud Platform. O diagrama abaixo apresenta uma amostra de arquitetura para envio, codificação e veiculação desse tipo de conteúdo.

Diagrama

Os usuários ou sistemas interagem com um Google App Engine baseado no aplicativo de Compartilhamento e gerenciamento de recursos. Esse aplicativo aceita solicitações para criar jobs de codificação. Ele, então, fornece o nome do intervalo do Google Cloud Storage para o qual os arquivos de entrada serão enviados, define a informação ACL e cria uma entrada no banco de dados do fluxo de trabalho. Os clientes podem usar REST APIs ou a ferramenta de linha de comando gcloud para interagir com o Cloud Storage.

O cliente envia o conteúdo e notifica o aplicativo de que o envio está concluído. Isso aciona a criação de uma tarefa de fluxo de trabalho que é inserida em uma Google Task Queue, um serviço do Google Cloud que fornece um mecanismo de enfileiramento para processar tarefas de back-end.

O aplicativo de Processamento de mídia no Compute Engine processa tarefas da fila de tarefas. Ele usa escalonamento automático para permitir que o Google Cloud aumente ou diminua o número de sistemas que realizam codificação com base no tamanho da fila de tarefas. Os resultados são armazenados no Google Cloud Datastore para permitir que o conteúdo seja acessado facilmente por dispositivos de clientes. Esses dispositivos acessam um link ou entrada DNS conhecida que direciona para os dados no Cloud Storage.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…