A Now IMS usa dados em tempo real para proteger cidadãos em lugares lotados

— Jeremy Lorino, arquiteto-chefe da empresa Now IMS

Gerenciar a segurança de grandes eventos, locais públicos e instituições exige muita logística. E dados. Muitos dados em tempo real, seja de usuários, mídias sociais, sensores ou aplicativos. A Now IMS, uma plataforma de gerenciamento de incidentes criada por uma equipe de quatro pessoas em Houston, Texas, está modernizando a segurança de eventos ao substituir planilhas e sistemas baseados em papel por um centro de comando de segurança inteligente e centralizado. O objetivo: usar dados para proteger as pessoas de maneira proativa.

Depois que a equipe lançou a plataforma no Google Cloud, o arquiteto-chefe Jeremy Lorino compartilhou como eles construíram e impulsionaram a Now IMS.

Escalonar a Now IMS com o Google Cloud acelerou as inovações e melhorou a experiência do cliente

Nossa arquitetura inicial usava Java, Postgres e Redis para o serviço de back-end que se comunicava com um aplicativo de front-end em PHP. Antes de migrarmos para o Google Cloud Platform, usávamos outro provedor de nuvem para o armazenamento de fotos e documentos, mas queríamos um escalonamento mais fácil e rápido. Recebemos feedback sobre o sistema original fazer o que os clientes precisavam, mas não tudo o que queriam.

Quando percebemos que estávamos sacrificando a experiência do cliente à medida que crescíamos, ficou claro que precisávamos de uma pilha mais leve que nos permitisse dar atenção àquilo que é mais importante.

Decidimos fazer o upgrade da nossa pilha, levando em conta a plataforma em construção e a forma como ela estava sendo construída. Depois de analisar vários provedores, ficou claro que o Google Cloud era a melhor opção para atender às nossas necessidades. Preços, serviços e suporte são importantes para nós em razão do tamanho da nossa equipe e da natureza da nossa plataforma. Além do nível contínuo de suporte que recebemos, descobrimos que o ecossistema do Google é o melhor, o que facilita a integração de muitos serviços sem sobrecarregar nosso processo ou nossa pilha.

Arquitetura de referência

Arquitetura da Now IMS para visualização de dados e notificações

Neste diagrama você observa na ponta esquerda um ícone avulso com o rótulo "dados". Em seu lado direito, há uma série alinhada de ícones rotulados, e então o fluxo se divide para criar um quadrado de cantos arredondados com fluxo multidirecional.

O primeiro ícone da linha é rotulado "Worker" e abaixo dele você lê "Compute Engine, várias instâncias".

A ação é direcionada para o lado direito por uma seta, que aponta o próximo ícone, rotulado "Mensagens, Cloud Pub/Sub".

Outra seta à direita aponta para o próximo ícone, rotulado "Eventos, Cloud Function".

A próxima seta indica o ícone rotulado "Cloud Storage".

Outra seta à direita nos leva ao ícone rotulado "Transformação, Dataprep".

A partir daqui, o fluxo se move para cima e para baixo, com uma seta direcionada para cima que vira à direita e aponta para um ícone rotulado "Dados, Cloud Pub/Sub". Logo ao lado observamos outra seta à direita que indica o ícone "Processamento de ML, Cloud Function".

A partir desse ícone, vemos duas setas: uma voltada para baixo e outra voltada à direita. A que está voltada à direita nos leva ao ícone rotulado "Armazenamento de dados, Cloud Firestore".

De lá, observamos uma seta bidirecional apontando para o ícone anterior e para o ícone debaixo, rotulado "Dados, Funções", do qual parte outra seta voltada para baixo e, então, para a esquerda, que aponta para o ícone "Análise, BigQuery".

Voltando ao ícone "Transformação, Dataprep", do qual partem duas setas, uma para cima e outra para baixo, vemos que a seta de baixo faz uma curva à direita e aponta para o mesmo ícone de "Análise, Big Query".

Assim, o fluxo cria um quadrado, de cantos arredondados, ao redor de um ícone que se encontra no meio dele.

A seta direcionada para baixo que sai do ícone "Processamento de ML, Cloud Function", no topo central do quadrado, aponta para o ícone no meio desse quadrado, o qual é rotulado "Cloud Storage" e tem uma seta voltada para baixo que, por sua vez, aponta para "Análise, BigQuery".

Abaixo de "Análise, BigQuery" notamos uma seta à direita que direciona o fluxo para o ícone "Data Studio", assim o concluindo. Na ponta direita, observamos um ícone avulso desvinculado do fluxo principal e rotulado "Notificações, Cloud Pub/Sub, área de trabalho, e-mail, SMS".

deslize para mostrar

Campo de beisebol Captura de tela do painel de dados da Now IMS

Como permitir que a experiência do usuário guie o desenvolvimento com um sistema em nuvem integrado e disponível

O Cloud Functions se tornou nossa força de trabalho preferida. Com ele, podemos integrar outros serviços totalmente gerenciados, como o Cloud Firestore, que ajudam a garantir a disponibilidade constante de nossos sistemas. Nós detectamos eventos de mudança à medida que os dados são mantidos ou atualizados no Cloud Firestore, realizamos backups noturnos ou fornecemos dados ao BigQuery para análise. O Google Cloud Platform também se integra às outras ferramentas que usamos, como Angular, Mailgun, Trello e Bitbucket.

O resultado é um sistema rápido, escalonável e tolerante a falhas, respaldado por um serviço seguro e de excelência. O tempo necessário para desenvolver e entregar os serviços é muito menor.

Com o Cloud Functions, também adotamos um paradigma sem servidor e de microsserviços. Isso nos oferece a flexibilidade de nos concentrarmos mais nas experiências dos nossos clientes e no fornecimento de recursos em vez de focarmos no gerenciamento e lançamento de patches para servidores. Sem a necessidade de gerenciar widgets adicionais, pudemos permitir que a experiência do usuário guiasse nosso desenvolvimento, desde o rastreamento de novos feeds de mídias sociais até a adição de análises de vídeo.

Quando os clientes nos pedem para rastrear compartilhamentos públicos de um evento em mídias sociais, podemos usar ferramentas como o Cloud Dataprep e o BigQuery para capturar postagens sociais relacionadas e fornecer insights analíticos rápidos. Nosso mecanismo consegue rastrear eventos em mídias sociais e oferece suporte aos esforços de mais equipes ainda para aumentar a conscientização sobre incidentes críticos ou até mesmo evitá-los.

Recentemente, a plataforma ajudou a proteger os fãs no Super Bowl LII ao centralizar relatórios de incidentes internos, relatórios policiais e feeds de mídias sociais em uma central de comando de segurança.

As equipes de segurança da National Football League (NFL) conseguiram se comunicar com fontes locais de apoio, entidades de manutenção da ordem pública e agências governamentais mais rapidamente que nos anos anteriores. Tivemos a flexibilidade de focar nos novos recursos necessários para a NFL em razão da agilidade e interatividade ao trabalhar com o Google Cloud Platform.

Com orientação, treinamento e créditos gratuitos do programa para startups do Google Cloud, qualquer startup pode começar a operar de maneira rápida e fácil. Saiba mais.

Google Cloud

Primeiros passos

Teste você mesmo

Receba US$ 300 de crédito no seu primeiro projeto do GCP ou teste o G Suite sem custos por 14 dias.

Precisa de ajuda em um projeto maior?

Nossos especialistas ajudarão você a criar as soluções certas ou encontrar o parceiro ideal para suas necessidades.