Como instalar o Kubernetes Monitoring

Nesta página, explicamos como instalar a versão Beta do Stackdriver Kubernetes Monitoring. Ela é uma versão opcional que substitui o suporte do Stackdriver legado descrito nos guias do GKE, Monitoring e Logging. A versão Beta destina-se apenas ao Google Kubernetes Engine (GKE).

É possível instalar essa nova versão ao criar um novo cluster do GKE. Também é possível fazer upgrade de um cluster existente. Se você não aceitar usar essa versão, os novos clusters usarão o suporte atual do Stackdriver, também chamado de suporte legado de disponibilidade geral.

Antes de começar

  • Você precisa ser um proprietário do projeto que contém o cluster. Além disso, o projeto precisa ser monitorado por um espaço de trabalho.

  • É necessário usar o Kubernetes de versão 1.10.6, 1.11.2 ou superior, se disponível.

Como criar um novo cluster

Você precisa aceitar essa versão Beta ao criar um novo cluster com o console do GKE ou a ferramenta de linha de comando gcloud do SDK do Cloud.

CONSOLE

  1. Acesse a página Clusters do Kubernetes do GKE relacionada ao projeto. Clique no botão a seguir para acessá-la:

    Visite a página "Clusters do GKE"

  2. Selecione Criar cluster na parte superior da página.

  3. Na caixa de diálogo, especifique os campos a seguir e qualquer outra propriedade que quiser incluir no seu cluster. Para mais informações, consulte Como criar um cluster.

    • Versão do cluster: 1.10.6, 1.11.2 ou superior

    • Teste a nova experiência Beta do Monitoring e do Logging: OPÇÃO MARCADA

      Se essa opção não for exibida, é porque você não selecionou uma versão de cluster 1.10.6, 1.11.2 ou superior, se disponível. Se a opção aparecer esmaecida, verifique se Stackdriver Logging e Stackdriver Monitoring estão como Enabled (padrão).

      Essa parte do painel de opções tem a seguinte aparência:

      Aceite da versão beta

  4. Clique em Criar para criar o cluster. Isso levará algum tempo.

GCLOUD

Use o gcloud para criar seu cluster com o Stackdriver Kubernetes Monitoring:

  1. Abra uma janela de terminal com o Cloud SDK e o gcloud beta instalados.

    Uma maneira de fazer isso é usar o Cloud Shell:

    1. Acesse a página Clusters do Kubernetes do projeto:

      ACESSE CLUSTERS DO KUBERNETES

    2. Clique no ícone Ativar o Cloud Shell na parte superior da página.

  2. Crie o cluster usando o Kubernetes 1.10.6, 1.11.2 ou superior, se disponível, e a opção --enable-stackdriver-kubernetes:

    gcloud beta container clusters create [CLUSTER_NAME] \
      --zone=[ZONE] \
      --project=[PROJECT_ID] \
      --cluster-version=1.10 \
      --enable-stackdriver-kubernetes
    

Solução de problemas:

  • Se o gcloud beta container não reconhecer a sinalização --enable-stackdriver-kubernetes, atualize a instalação do gcloud:

    gcloud components update
    

Próxima etapa: vá para Como verificar a instalação nesta página.

Como fazer upgrade de um cluster existente

Na tabela a seguir, você vê informações sobre como fazer upgrade do cluster para a versão Beta gerenciada do Stackdriver Kubernetes Monitoring. Há diferenças que dependem do suporte anterior do Stackdriver em execução no cluster. Para descobrir o tipo de suporte, clique no nome do cluster no console do GKE.

Suporte atual do Stackdriver Status do Stackdriver listado
no console
Como fazer upgrade
Versão gerenciada Beta v2 (Beta) ativado Você só precisa fazer upgrade da versão do Kubernetes. O Stackdriver é atualizado em conjunto.
Legado de disponibilidade geral Ativado Siga as seguintes Instruções de upgrade.
nenhum Desativado Siga as seguintes Instruções de upgrade.
não gerenciado
Beta manual1
Desativado, e o cluster contém um namespace stackdriver-agents Exclua os agentes atuais:
  kubectl delete ns stackdriver-agents
Depois, siga as seguintes Instruções de upgrade.

Observações:
 1 No momento, isso acontece apenas se você tiver instalado manualmente os agentes atualizados. A instalação manual não é mais necessária ou recomendada.

Nas instruções a seguir, você faz upgrade do cluster do GKE para a versão Beta gerenciada do Stackdriver Kubernetes Monitoring. Verifique a tabela anterior, que menciona alguns casos específicos.

CONSOLE

  1. Acesse a página Clusters do Kubernetes do GKE relacionada ao projeto. Clique no botão a seguir para acessá-la:

    Visite a página "Clusters do GKE"

  2. Faça upgrade do cluster para o Kubernetes versão 1.10.6, 1.11.2 ou superior, se disponível. Para ver instruções, consulte Como fazer upgrade dos clusters. Aguarde a conclusão do upgrade.

  3. Clique no ícone Editar (edit) no cluster:

    Editar cluster do GKE

  4. Role para baixo até a seção do Stackdriver e marque a caixa Teste a nova experiência Beta do Monitoring e do Logging. Talvez seja necessário ativar as opções do Stackdriver Monitoring e Logging:

    Aceitar cluster do GKE

    Se você não fizer upgrade para a versão necessária do Kubernetes, a opção Teste a nova experiência Beta... não será exibida.

  5. Clique em Salvar na parte inferior da página.

GCLOUD

  1. Abra uma janela do Cloud Shell no projeto que contém o cluster. Como alternativa, use a própria janela do terminal com o SDK do Cloud instalado.

  2. Se você ainda não fez isso, configure valores padrão do cluster no SDK do Cloud:

    gcloud config set project [PROJECT_ID]
    gcloud config set compute/zone [COMPUTE_ZONE]
    
  3. Faça upgrade do cluster para o Kubernetes versão 1.10.6, 1.11.2 ou superior, se disponível. Para ver instruções, consulte Como fazer upgrade de clusters na documentação do GKE.

    Aguarde a conclusão do upgrade.

  4. Aceite usar a versão Beta gerenciada do Stackdriver:

    gcloud beta container clusters update [CLUSTER_ID] \
      --zone=[ZONE]  --region=[REGION]  \
      --logging-service="logging.googleapis.com/kubernetes" \
      --monitoring-service="monitoring.googleapis.com/kubernetes"
    

    No comando anterior, use --zone para os clusters de zona e --region para os regionais. Além disso, --logging-service e --monitoring-service precisam estar no mesmo comando gcloud.

  5. Para verificar a instalação, consulte esta seção.

Próxima etapa: vá para Como verificar a instalação nesta página.

Como verificar a instalação

Para verificar se o Stackdriver Monitoring está sendo executado corretamente, aguarde alguns minutos e examine o cluster. Use o console ou o gcloud para ver se os pods do Stackdriver estão em execução:

CONSOLE

  1. No Console do GCP, acesse Stackdriver > Monitoring:

    Acesse o console do Stackdriver Monitoring

  2. No Monitoring, acesse Recursos > Kubernetes BETA relativo ao espaço de trabalho que contém o projeto do GCP.

    Você verá todos os clusters no espaço de trabalho que estão usando o Stackdriver Kubernetes Monitoring.

  3. Selecione a guia Carga de trabalho.

  4. Expanda seu cluster e o namespace kube-system. Aparecerão os pods em execução no namespace kube-system com os seguintes nomes:

    • fluentd-gcp-...: o agente do Stackdriver Logging
    • heapster-...: o agente do Monitoring
    • metadata-...: o agente de metadados do Stackdriver

GCLOUD

  1. No console do GCP, com o projeto selecionado, abra uma janela do Cloud Shell. Como alternativa, use sua própria janela de terminal com o Cloud SDK instalado.

  2. Execute o seguinte comando para se conectar ao seu cluster:

    gcloud container clusters get-credentials [CLUSTER_ID] --zone [ZONE] --project [PROJECT_ID]
    
  3. Execute o seguinte comando para consultar o namespace do Stackdriver Kubernetes Monitoring:

    kubectl get pods --namespace=kube-system
    
  4. Aparecerão pods com os seguintes nomes (entre outros):

    • fluentd-gcp-...: o agente do Stackdriver Logging
    • heapster-...: o agente do Monitoring
    • metadata-agent-...: o agente de metadados do Stackdriver

Próximas etapas

  • Você pode implantar seu software aplicativo no cluster como de costume. Para mais informações, consulte Visão geral de como implantar cargas de trabalho.

  • Se você estiver familiarizado com o suporte atual ao Stackdriver, analise as diferenças no Stackdriver Kubernetes Monitoring. Por exemplo, esta versão usa diferentes tipos de recursos monitorados para seus registros, gráficos, métricas e políticas de alertas do Stackdriver.

  • Para usar o Prometheus com esta versão Beta do Stackdriver Kubernetes Monitoring, consulte esta página.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Stackdriver Monitoring
Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.