Como ativar a API Monitoring

Antes de usar a API Monitoring, você precisa ativá-la e autorizar os usuários a acessá-la.

Nesta página, descrevemos como ativar e autorizar o uso da API Monitoring v3.

Ative a API

A API Monitoring precisa ser ativada antes de ser usada. É possível verificar o status e ativar a API, se necessário, usando a ferramenta de linha de comando gcloud do SDK do Cloud ou o Console do Cloud.

Cloud SDK

  1. Se você ainda não instalou o SDK do Cloud na sua estação de trabalho, consulte SDK do Google Cloud.

  2. Para ver se a API Monitoring está ativada, execute o seguinte comando na estação de trabalho:

    gcloud services list
    

    Se monitoring.googleapis.com aparecer na saída, a API está ativada.

  3. Se a API não estiver ativada, execute o seguinte comando para ativá-la:

    gcloud services enable monitoring
    

Para ver mais informações, consulte gcloud services.

Cloud Console

Acessar APIs e serviços

  1. Selecione o projeto que você usará para acessar a API.
  2. Clique no botão Ativar APIs e serviço.
  3. Pesquise "Stackdriver".
  4. Nos resultados da pesquisa, clique em "API Cloud Monitoring".
  5. Se for exibido "API ativada", a API já está ativada. Caso contrário, clique no botão Ativar.

Autorizando o uso da API

O acesso à API é controlado pelos papéis e permissões do gerenciamento de identidade e acesso (IAM). Há uma permissão associada a cada método, e as permissões para métodos relacionados são agrupadas em papéis, que podem ser concedidos aos usuários. Consulte Controle de acesso para mais informações.

Depois que o acesso à API for autorizado, ela pode ser usada de qualquer lugar. Por exemplo, será possível usar o método timeSeries.list da estação de trabalho local. Também é possível usar a API para enviar métricas a qualquer entidade que possa ser representada como um recurso monitorado. Consulte Como escolher um tipo de recurso monitorado para ver a lista de tipos disponíveis. No entanto, o agente do Cloud Monitoring foi projetado para ser executado em uma VM de nuvem e não funciona em uma estação de trabalho local.

Se você estiver gravando um aplicativo que usa a API Monitoring, as bibliotecas de cliente recomendadas autorizam por meio de Application Default Credentials. Isso oculta os detalhes de autorização do código do aplicativo.

Também é possível usar chaves de API em algumas situações, mas as contas de serviço geralmente são recomendadas. As chaves de API são úteis em clientes como navegadores e aplicativos para dispositivos móveis que não têm um servidor de back-end. Para saber mais, consulte como usar chaves de API.

Saiba mais sobre autenticação e autorização para APIs Cloud no Guia de autenticação.

Como usar bibliotecas de cliente

Depois de ativar e autorizar o uso da API, você estará pronto para começar a escrever o código. Consulte Bibliotecas de cliente para começar a usar as bibliotecas de cliente do Monitoring.