Visão geral do agente do Monitoring

O agente do Monitoring é um daemon com base no collectd que reúne métricas de sistemas e aplicativos das instâncias de máquina virtual e as envia ao Monitoring. Por padrão, o agente coleta métricas de disco, CPU, rede e processo. É possível configurar o agente do Monitoring para monitorar aplicativos de terceiros visando acessar a lista completa de métricas do agente.

Para instalar o agente, consulte Como instalar o agente do Monitoring.

Finalidade

O uso do agente do Monitoring é opcional, mas recomendado. O Monitoring acessa algumas métricas sem o agente dele, incluindo o uso da CPU, algumas métricas de tráfego do disco, tráfego de rede e informações de tempo de atividade. Ele usa o agente para acessar outros recursos de sistema e serviços de aplicativo em instâncias de máquina virtual (VM, na sigla em inglês). Se você quiser esses recursos adicionais, instale o agente do Monitoring.

Depois de instalá-lo, você poderá monitorar aplicativos de terceiros compatíveis adicionando configurações de collectd específicas do aplicativo. Consulte Como monitorar aplicativos de terceiros para ver os detalhes.

Para ver uma lista completa das métricas integradas que você pode acessar com o agente do Monitoring, consulte Métricas do agente.

Para enviar métricas do aplicativo ao Monitoring como métricas personalizadas, consulte Aplicativos personalizados do Monitoring.

Configurações compatíveis

O agente do Monitoring é compatível com os ambientes a seguir.

Instâncias de máquina virtual

É possível instalar o agente do Monitoring nos tipos de instâncias de VM a seguir:

As instâncias de VM a seguir não exigem o agente do Monitoring:

  • O Google App Engine inclui compatibilidade integrada com o Monitoring no ambiente padrão e flexível.

O agente do Monitoring não é compatível com as instâncias de VM a seguir:

  • instâncias do ambiente flexível do Google App Engine
  • instâncias do node do Google Kubernetes Engine

    O Kubernetes Engine usa o Compute Engine para as instâncias. É possível instalar o agente na instância se ela estiver executando uma versão do Linux aceita pelo agente. No entanto, você recebe apenas as mesmas informações de monitoramento que qualquer instância do Compute Engine fornece. As informações não são associadas aos nodes do Kubernetes.

Sistemas operacionais

O agente do Monitoring aceita os seguintes sistemas operacionais nas instâncias de VM compatíveis:

  • Amazon Linux AMI
  • CentOS 7 e 6
  • Debian 9 "Stretch", Debian 8 "Jessie", Debian 7 "Wheezy" e Debian-7-backports
  • Red Hat Enterprise Linux 7 e 6
  • Ubuntu LTS 12.04 "Precise", LTS 14.04 "Trusty", LTS 16.04 "Xenial" (somente as versões LTS são aceitas)
  • SUSE Linux Enterprise Server 12 SP3, 12 SP2 para SAP e 12 SP3 para SAP
  • Microsoft Windows Server 2008, 2012 e 2016

No momento, o agente do Monitoring não é compatível com o Container-Optimized OS, que é o padrão nos clusters do Kubernetes Engine.

Aplicativos compatíveis

É possível configurar o Monitoring para acompanhar uma variedade de aplicativos de software de código aberto conhecidos. Para mais informações, consulte Como monitorar aplicativos de terceiros.

Como conseguir o código-fonte do agente do Monitoring

O código-fonte do agente do Monitoring está disponível apenas para o agente hospedado no Linux. O agente do Monitoring hospedado no Windows não é de código aberto.

O agente do Monitoring é instalado por um script descrito nas instruções de instalação. Você não precisa das informações dessa seção, a menos que queira entender o código-fonte ou tenha outras necessidades especiais.

O agente do Monitoring, stackdriver-agent, é baseado no daemon original collectd de coleta de estatísticas do sistema. O código-fonte do stackdriver-agent está disponível em Stackdriver/collectd. Os scripts de versão e pacote do agente do Monitoring estão disponíveis em Stackdriver/agent-packaging. Os arquivos de configuração de aplicativos de terceiros estão no Repositório de configurações do GitHub do agente.

O pacote de software do stackdriver-agent contém:

  • o daemon do collectd;
  • as bibliotecas compartilhadas do plug-in, incluindo o plug-in de saída da Stackdriver Monitoring API;
  • os arquivos de configuração de nível superior do agente do Monitoring.

Próximas etapas

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Stackdriver Monitoring
Precisa de ajuda? Acesse nossa página de suporte.