Você está visualizando a documentação de uma versão anterior do Migrate for Compute Engine (antigo Velostrata). Você escolhe se quer continuar usando esta versão ou usar a versão atual.

Como criar novas ondas

Como carregar runbooks em uma onda

Para criar uma onda, primeiro crie e configure um inventário do runbook.

Para carregar um runbook em uma onda:

  1. Faça login no Velostrata Manager e clique no ícone Ondas de migração (Migration Waves).
  2. Clique em Nova onda (New Wave), na barra superior da página de automação do runbook do Migrate for Compute Engine. Em seguida, nomeie a Onda.
  3. Para escolher o CSV para o runbook dessa onda, clique em Escolher arquivo (Choose file) e, em seguida, em Salvar (Save).

O Migrate for Compute Engine verifica o runbook em busca de problemas estruturais, como colunas ausentes.

Como validar uma onda

Antes de criar jobs em uma onda, ela precisa ser validada. A validação encontra erros semânticos, como inválidos ou inexistentes:

  • IDs da VM
  • Conectividade do Google Cloud para o ambiente vSphere ou a AWS
  • IDs das Cloud Extensions
  • Tipos de instâncias do Google Cloud
  • Detalhes da nuvem do Google Cloud
  • Sub-redes do Google Cloud
  • Projetos do Google Cloud
  • Contas de serviço do Google Cloud

    O Migrate for Compute Engine é compatível somente com contas de serviço personalizadas. A validação falha com contas de serviço do Google Cloud incorporadas.

Para as VMs de locatário individual e de Bring Your Own License (BYOL) do Windows, o Migrate for Compute Engine executa as seguintes validações extras:

  • Se as chaves e os valores de afinidade do nó existem.
  • Se o tipo de instância escolhido tem mais de dois núcleos.
  • Se a política de manutenção de host está de acordo com o tipo de licença selecionado.

Para adicionar jobs, a validação precisa ser concluída sem erros.

Para realizar uma validação:

  1. Clique em Ação > Validar (Action > Validate).
  2. Para validar o runbook, clique em Sim (Yes).

    A validação pode levar vários minutos para ser concluída. Após a conclusão, uma coluna de status da validação aparecerá na tabela. Caso ela falhe, clique em Falhou (Failed) na linha para ver a mensagem de falha.

Se a validação falhar, corrija o runbook e atualize-o ou altere as configurações do ambiente. Por exemplo, detalhes do Cloud no Velostrata Manager. Em seguida, execute a validação novamente até conseguir.