Migrate for Compute Engine

Migração rápida, flexível e segura para o Google Cloud com o Migrate for Compute Engine (anteriormente Velostrata).

Migração sem atrito

Migração sem atrito

A migração para a nuvem gera muitas dúvidas. O Migrate for Compute Engine (anteriormente Velostrata) do Google Cloud tem as respostas. Se você quer migrar um aplicativo de um local ou mil aplicativos em vários data centers e nuvens, o Migrate for Compute Engine dá às equipes de TI o poder de migrar esses sistemas para o Google Cloud.

Reduza os riscos

Reduza os riscos

O teste integrado faz com que a validação antes da migração seja rápida e fácil. Além disso, a reversão rápida para a infraestrutura local é sua proteção quando acontecem imprevistos. Não usar agentes de software significa que não há nenhum impacto nos recursos necessários para a carga de trabalho, não é preciso conceder o acesso para/da rede em que a carga de trabalho está sendo executada e é possível concluir a migração sem a execução dos sistemas de origem. Como as cargas de trabalho iniciam em questão de minutos, o tempo de inatividade é mínimo, antecipado e previsível.

Aumente a agilidade

Aumente a agilidade

Acelere e simplifique sua jornada de migração aproveitando a velocidade e a escala do Migrate for Compute Engine. Migre um único aplicativo com apenas alguns cliques, execute um sprint de migração com 100 sistemas por meio de ondas de migração ou use nossa API REST para criar sua fábrica de migração interna. Com o Migrate for Compute Engine, você pode migrar e personalizar da maneira que for melhor para você.

Corte custos

Corte custos

O Migrate for Compute Engine ajuda a reduzir o trabalho e a complexidade da migração. Na verdade, um cliente da Fortune 50 descobriu que economizava até cinco horas por servidor. Sua empresa também pode eliminar antecipadamente licenças caras de hardware e software da infraestrutura local e redimensionar as instâncias de nuvem com análises orientadas ao uso para evitar o provisionamento em excesso na nuvem.

A migração do Velostrata é concluída em 15 minutos. Já uma migração tradicional leva até 24 horas.

Poupe tempo

Com o streaming em tempo real do Migrate for Compute Engine, as cargas de trabalho com estado começam a ser executadas na nuvem em minutos em vez de dias ou semanas. Enquanto seu aplicativo é executado no Google Cloud, os dados restantes são sincronizados e transferidos perfeitamente em segundo plano. Isso significa que, em comparação com as estratégias tradicionais de migração, os aplicativos são executados até 100 vezes mais rápido e as migrações são concluídas até 10 vezes mais rápido. Planeje e teste em paralelo, faça reversões em minutos (se necessário) e migre centenas de cargas de trabalho por sprint.

Como funciona

  • Etapa 1: realizar testes e validação em nuvem

    Use clones isolados para testar diretamente na nuvem sem qualquer impacto nos aplicativos ativos.
  • Etapa 2: criar as ondas de migração

    As ondas de migração são um grupo designado de sistemas que você migrará em uma ordem específica, de modo que a equipe de TI possa manter dependências importantes durante todo o processo de migração. Use nossos parceiros confiáveis de descoberta e avaliação para inventariar seu cenário de TI atual e, em seguida, aplique essas informações para criar suas ondas de migração.
  • Etapa 3: implantar cargas de trabalho no Google Cloud

    Para migrações simples, é possível realizar a migração diretamente do vCenter usando nosso plug-in. Para cargas de trabalho multicamadas que exigem uma ordem ou automação específica, você executará ondas de migração no console Migrate for Compute Engine. Para qualquer um dos caminhos, você receberá recomendações de redimensionamento com base em análise que ajudarão a escolher os tipos de instância de nuvem que melhor atendem às suas necessidades de computação.
  • Etapa 4: migrar dados em segundo plano

    Os aplicativos começam a ser executados no Google Cloud após alguns minutos. Portanto, quase não há inatividade. Enquanto isso, os dados remanescentes são transferidos (e sincronizados) perfeitamente em segundo plano, de maneira completamente transparente para os usuários finais. Isso ajuda a cumprir SLAs, permitindo que as janelas de manutenção continuem curtas e previsíveis.
  • Etapa 5: fazer a reversão com estado para infraestrutura local (se necessário)

    Se as coisas não saírem como o planejado, faça uma reversão para a infraestrutura local, execute alguns ajustes e tente novamente. Sem perda de dados ou tempo de projeto.

A abordagem “Como podemos ajudar?” do Google Cloud é exemplar. Eles entendem nossos objetivos e sabem como alcançá-los.

Brian Hanlin, diretor, Cloud Platform, Cardinal Health

Casos de uso

Acelere sua migração

Acelere sua jornada de migração

Mova cargas de trabalho de aplicativos de negócios locais e de outras nuvens para o Google Cloud com rapidez e facilidade, com suporte integrado para testes, reversão, automação e muito mais. Reduza o trabalho de TI e mantenha as migrações dentro do prazo e do orçamento.

Migre qualquer aplicativo

Migre qualquer cenário de aplicativos

Migre qualquer cenário de aplicativos com facilidade, seja um único aplicativo, uma mistura de milhares deles, sistemas de vários níveis, como SAP, SOs legados e/ou servidores físicos. Além disso, atualize automaticamente o Windows Server 2008 R2 para Windows Server 2012 durante a migração.

agilidade da nuvem

Aproveite a agilidade da nuvem

Mova aplicativos atrelados à infraestrutura local para instâncias maiores e mais eficientes na nuvem, com o mínimo de tempo de inatividade e a sincronização completa de dados. Pare de gastar com hardwares caros de infraestrutura local e confie na capacidade sob demanda da nuvem.

Proteja sua migração

Proteja sua migração de ponta a ponta

Teste aplicativos diretamente na nuvem antes de migrar. Inicie os aplicativos na nuvem em minutos, com um tempo de inatividade mínimo fácil de prever e programar. Reverta para a infraestrutura local a qualquer momento, se necessário.

Recursos

Adaptações automáticas e perfeitas

Adaptações automáticas e perfeitas para a nuvem, incluindo instalações de driver/agente, rede, licenciamento e muito mais. Ao migrar a maioria dos sistemas operacionais e versões, nenhuma alteração manual é necessária nos aplicativos, imagens, redes, armazenamento ou drivers.

Provisionamento e dimensionamento adequado

Provisione instâncias de nuvem diretamente do Migrate for Compute Engine, incluindo suporte para personalizações de rede, discos criptografados e muito mais, bem como recomendações de dimensionamento adequado com base em análise, tanto para custo quanto para desempenho.

Reversão com estado para a infraestrutura local

Se os aplicativos não funcionarem conforme planejado, a reversão com estado garante que nenhuma viagem à nuvem terá sido só de ida.

Atualização automatizada do SO

Atualize seus sistemas Windows Server 2008 R2 para Windows Server 2012 durante a migração. É possível fazer isso com seus servidores físicos e virtuais no local e também com VMs executadas atualmente na AWS ou Azure. É um jeito rápido e descomplicado de alcançar as metas de atualização e migração com uma ação ininterrupta, poupando um trabalho pesado de TI no processo.

Personalizável

Os ganchos de personalização permitem que os gerentes de TI realizem personalizações específicas (por exemplo, ativar ou desativar serviços) durante a migração para a nuvem ou a reversão para a infraestrutura local.

Validação e teste pré-migração

A validação pré-migração por meio do recurso de clone de teste do Migrate for Compute Engine permite o teste de cargas de trabalho e dados de produção diretamente na nuvem, em um ambiente isolado sem impactos na produção ou em sistemas ativos.

Ondas de migração automatizadas

Gere automaticamente ondas de migração auditáveis de auto-documentação do vCenter ou de outras nuvens. Isso ajuda a fornecer um plano de migração ordenado que inclui detalhes de configuração e permite a migração em lote escalonável e automatizada.

Migrações programáveis

Operações programáveis com API REST ou PowerShell permitem a automação do fluxo de migração usando as ferramentas de orquestração/automação de sua escolha.

Inicialização pela WAN

O Migrate for Compute Engine executa uma inicialização nativa do sistema operacional de origem pela WAN em apenas alguns minutos, independentemente do tamanho dos dados. Enquanto o sistema inicializa, o Migrate for Compute Engine o adapta rapidamente para atender ao ambiente de destino. Não é necessária nenhuma alteração manual no aplicativo, imagem, armazenamento, drivers ou rede.

Streaming inteligente

Prioriza os dados necessários para que um aplicativo seja executado e os mova para a nuvem primeiro. Os aplicativos começam a ser executados na nuvem em minutos, enquanto os dados acessados com menos frequência podem ser transmitidos em segundo plano enquanto o aplicativo está em execução.

Otimização e armazenamento em cache em várias camadas

Um cache de leitura e gravação de várias camadas na nuvem armazena o conjunto de dados de trabalho necessário para o aplicativo enquanto ele é executado na própria nuvem. Eliminação de duplicação, pré-busca, write-back assíncrono e otimizações de rede aceleram ainda mais a migração e reduzem a largura de banda de migração em até 75% nas migrações de produção.

Resiliência

Cada implantação do Migrate for Compute Engine incorpora clusters de migração ativos-ativos implantados em duas zonas. As gravações são reconhecidas nas duas zonas e transferidas de forma assíncrona de volta para o armazenamento local. Isso evita a perda de dados durante uma única interrupção de zona quando as gravações são implantadas em uma configuração de zona dupla.

Preços

Os clientes que migrarem para o GCP podem usar o software Migrate for Compute Engine sem qualquer custo adicional. No entanto, o GCP cobra por recursos usados durante a migração, como instâncias do Compute Engine, Cloud Storage, Stackdriver e largura de banda de rede.

Recursos

Assista a vídeos, leia guias e explore suas opções de migração.

Google Cloud

Primeiros passos

Aprenda e crie

Precisa de mais ajuda?

Solicite uma demonstração ou teste por meio da nossa equipe de vendas.