Visão geral do Memorystore para Redis

O Memorystore para Redis fornece um serviço totalmente gerenciado que é alimentado pelo armazenamento de dados na memória do Redis para criar caches de aplicativos que fornecem acesso a dados inferior a um milissegundo.

Há muitas vantagens no uso do Memorystore para Redis, em comparação com o Redis autogerenciado:

  • Implante aquilo que se adapta às suas necessidades. O Memorystore para Redis permite escolher entre diferentes níveis de serviço e tamanhos que atendam às suas necessidades operacionais e de desempenho. É possível implantar, apenas com alguns cliques, uma instância do Redis do nível básico independente ou uma instância do nível padrão de alta disponibilidade com até 300 GB.
  • Dimensione facilmente para alcançar alta velocidade. Com o Memorystore para Redis, é possível atingir facilmente as metas de latência e capacidade escalonando verticalmente as instâncias do Redis com o mínimo de impacto na disponibilidade do aplicativo. Comece com o nível inferior e o menor tamanho e depois aumente sua instância do Redis à medida que as necessidades do aplicativo forem mudando.
  • Altamente disponível e mais seguro. As instâncias do Redis são protegidas da Internet com o uso de IPs privados e recebem uma camada extra de proteção com o controle de acesso baseado em papéis do gerenciamento de identidade e acesso. As instâncias padrão de alta disponibilidade são sempre replicadas nas zonas e fornecem um SLA com disponibilidade de 99,9%.
  • Concentre-se no seu aplicativo O Memorystore para Redis automatiza as tarefas operacionais complexas necessárias para implantar e gerenciar o Redis. Tarefas como provisionamento, replicação, failover e monitoramento são todas automatizadas. Os aplicativos se conectam a um único endpoint, eliminando qualquer lógica de descoberta de nós e simplificando o gerenciamento e as operações. Além disso, a integração com o Cloud Monitoring facilita o monitoramento das instâncias do Redis.
  • Compatível com o protocolo do Redis. O Memorystore para Redis é totalmente compatível com o protocolo do Redis. É possível mover seus aplicativos usando o Redis de código aberto para usar o Memorystore para Redis sem alterações de código. Não é necessário aprender novas ferramentas; todas as ferramentas e bibliotecas de clientes existentes são funcionais.

Indicações de uso

O Memorystore para Redis fornece um armazenamento rápido na memória para casos de uso que exigem processamento rápido de dados em tempo real. De casos de uso de simples armazenamento em cache a análise de dados em tempo real, o Memorystore para Redis oferece o desempenho de que você precisa.

  • Armazenamento em cache: o cache é parte integrante das arquiteturas dos aplicativos modernos. O Memorystore para Redis fornece acesso de baixa latência e alta capacidade para dados muito acessados, em comparação com o acesso a dados de um armazenamento de back-end baseado em disco. Gerenciamento de sessão, consultas com acessos frequentes, scripts e páginas são exemplos comuns de armazenamento em cache.

  • Jogos: o sucesso de um jogo tem relação direta com a capacidade que ele tem de capturar e manter a atenção do usuário. Um aspecto fundamental que mantém os usuários ligados a um jogo é o ranking. Todos gostam de saber como estão progredindo e em que lugar estão no ranking. É fundamental tornar essa experiência rápida e, com o armazenamento na memória e a estrutura de dados como o Sorted Set, o Memorystore para Redis facilita a manutenção de uma lista classificada de pontuações, fornecendo exclusividade de elementos. O perfil do jogador é outra informação que pode ser acessada com frequência. O hash do Redis torna o armazenamento e o acesso a dados de perfil rápido e fácil.

  • Processamento de stream: seja processando um feed do Twitter ou fazendo streaming de dados de dispositivos de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), o Memorystore para Redis é ideal para soluções de streaming. Aliado ao Dataflow, o Memorystore para Redis fornece um armazenamento na memória escalonável e rápido para armazenar dados intermediários que milhares de clientes podem acessar com latência muito baixa.

Recursos

Na tabela a seguir, descrevemos os recursos do Memorystore para Redis:

  • Totalmente gerenciado: implantar e fazer a manutenção de uma instância do Redis pode ser demorado. O Memorystore para Redis fornece patches, monitoramento de ameaças 24 horas por dia, 7 dias por semana, detecção de falhas e failover automático, permitindo que você gaste mais tempo na criação de aplicativos.
  • Implantação simples: implante facilmente uma instância única ou uma altamente disponível do Redis escolhendo o nível Básico ou o nível Padrão no Console do Google Cloud ou automatizando a implantação usando o SDK do Cloud ou as bibliotecas de cliente do Cloud.
  • Alta disponibilidade: as instâncias do Memorystore para Redis no nível Padrão são replicadas entre zonas, monitoradas quanto à integridade e têm failover automático rápido. Essas instâncias têm um SLA de 99,9%. Para mais informações, consulte Alta disponibilidade.
  • Segurança de nível empresarial: as instâncias do Redis são protegidas da Internet usando IPs privados. O acesso a elas é controlado e limitado a aplicativos executados na mesma rede privada virtual em que está a instância.

    As instâncias são protegidas com o uso de papéis do IAM, que permitem o controle granular sobre quem pode gerenciar e acessar a instância do Redis. Além disso, o Memorystore para Redis é integrado ao Cloud Audit Logging, permitindo que você responda "quem fez o quê e quando".

  • Escalonamento conforme necessário: o Memorystore para Redis permite o escalonamento das instâncias até um máximo de 300 GB e é compatível com até 12 Gbps de capacidade de rede. Com a possibilidade de escalonar o tamanho das instâncias sem interrupção, é possível começar a instância com tamanho reduzido e aumentá-lo conforme necessário. Ao escalonar uma instância do nível padrão, seus aplicativos apresentam tempo de inatividade de menos de um minuto.
  • Monitoramento: as métricas do Redis estão disponíveis no Monitoring, facilitando o monitoramento das instâncias do Redis. Com o Cloud Logging, também é possível ver os registros do Redis para sua instância.
  • Faturamento sob demanda: com as instâncias do Memorystore para Redis, você é cobrado por hora pela capacidade (GB) provisionada. Se as instâncias forem usadas apenas por alguns minutos, você só será cobrado por esses minutos.
  • Versões 5.0, 4.0 e 3.2 do Redis: as versões são sempre atualizadas com os patches críticos mais recentes, garantindo que as instâncias do Redis sejam seguras. Para mais informações sobre as versões e os níveis de patch, consulte as Notas de lançamento e as Versões compatíveis do Memorystore para Redis.

Como se conectar a uma instância do Memorystore para Redis

É possível usar qualquer cliente Redis padrão nos seguintes ambientes para se conectar à instância do Memorystore para Redis:

  • Ambiente flexível do App Engine
  • Ambiente padrão do App Engine
  • Instâncias de VM do Compute Engine
  • Cloud Functions
  • Cloud Run
  • Clusters do Google Kubernetes Engine

Alguns ambientes sem servidor exigem um conector de acesso VPC sem servidor como pré-requisito para conectividade com o Memorystore para Redis. Consulte Requisitos do conector de acesso VPC sem servidor para mais detalhes.

Para se conectar à instância, o cliente precisa estar conectado à mesma rede e estar localizado na mesma região da instância do Memorystore para Redis. Consulte a página Rede do Memorystore para Redis para mais detalhes.

Diferenças entre o Redis gerenciado e o Redis de código aberto

O Memorystore para Redis é compatível com o protocolo do Redis. É possível mover seus aplicativos que usam o Redis de código aberto para o Google Cloud sem alterações de código.

Em geral, a funcionalidade do Redis fornecida pelas instâncias do Memorystore para Redis é a mesma que as instâncias do Redis hospedadas localmente. Algumas diferenças importantes são:

  • O Memorystore para Redis atualmente não é compatível com o clustering do Redis ou o Redis Sentinel.

  • Redis de código aberto fornece várias opções para manter dados no disco. A persistência RDB permite instantâneos pontuais do conjunto de dados e a persistência AOF registra todas as operações de gravação recebidas pelo servidor. O Memorystore para Redis atualmente é compatível com snapshots do RDB com o recurso exportar. O Memorystore para Redis não é compatível com a persistência AOF.

  • A maioria dos parâmetros é pré-configurada para instâncias do Memorystore para Redis, e não é possível alterá-los. Outros parâmetros configurados com sua instância do Memorystore para Redis. Para mais informações, consulte Configurações do Redis.

  • Alguns comandos podem interferir em um serviço gerenciado do Redis e são bloqueados. Para mais informações, veja a lista de comandos do Redis bloqueados.

  • As instâncias do nível padrão não permitem a leitura da réplica.

Níveis dos recursos

Na tabela a seguir, descrevemos as diferenças entre os níveis de serviço disponíveis do Memorystore para Redis:

Especificações Nível Básico Nível Padrão
Descrição Fornece um cache sem replicação Fornece redundância e disponibilidade no uso da replicação
Tamanho máximo da instância 300 GB 300 GB
Largura de banda máxima da rede 12 Gbps 12 Gbps
Stackdriver Monitoring Sim Sim
Memória de dimensionamento Sim Sim
Replicação entre zonas Não Sim
Failover automático Não Sim

¹ Instâncias de nível básico apresentam inatividade e esvaziamento de cache total durante a ampliação ou a redução. Instâncias de nível padrão apresentam inatividade mínima e perda de alguns dados não replicados durante a operação de dimensionamento. Para mais informações, consulte Comportamento do escalonamento.
2 Durante a manutenção, as instâncias do nível Básico passam por uma limpeza de cache completa, e as instâncias do nível padrão passam por um failover. Para mais informações, consulte a Política de manutenção.

A seguir