Como escolher um balanceador de carga

Neste documento, você encontra informações para determinar qual balanceador de carga do Google Cloud Platform atende melhor às suas necessidades.

Sobre o Cloud Load Balancing

Graças ao balanceamento de carga do Google Cloud Platform, é possível fazer o seguinte:

  • Distribuir recursos com balanceamento de carga em uma ou várias regiões.
  • Atender aos requisitos de alta disponibilidade.
  • Colocar seus recursos em um único endereço IP anycast.
  • Aumentar ou reduzir seus recursos com o escalonamento automático inteligente.
  • Usar o Cloud CDN para proporcionar uma entrega ideal de conteúdo.

Com o Cloud Load Balancing, é possível veicular conteúdo o mais próximo possível de seus usuários, em um sistema que pode responder a mais de um milhão de consultas por segundo. O Cloud Load Balancing é um serviço totalmente gerenciado, distribuído e definido por software. Como não se baseia em instância ou dispositivo, você não precisa gerenciar uma infraestrutura física de balanceamento de carga.

Como escolher o balanceador de carga

Para decidir qual é o balanceador de carga ideal para sua implementação do Google Cloud Platform, pense nos seguintes aspectos em relação ao Cloud Load Balancing:

  • Balanceamento de carga global ou regional
  • Balanceamento de carga externo ou interno
  • Tipo de tráfego

Controle geográfico sobre o local em que o TLS é encerrado

Os balanceadores de carga HTTPS e de proxy SSL encerram o TLS em locais que são distribuídos globalmente, de modo a minimizar a latência entre os clientes e o balanceador de carga. Se você precisar de controle geográfico sobre o local em que o TLS é encerrado, use o Balanceamento de carga de rede do GCP e encerre o TLS nos back-ends localizados em regiões adequadas às suas necessidades.

Fluxograma

Depois de determinar a necessidade de balanceamento de carga global ou regional, externo ou interno e o tipo de tráfego necessário para os balanceadores de carga, use o fluxograma a seguir para determinar quais estão disponíveis para o cliente, o protocolo e a configuração de rede.

Fluxograma para escolher um balanceador de carga (clique para ampliar)
Fluxograma para escolher um balanceador de carga (clique para ampliar)

Resumo dos balanceadores de carga do Cloud

A tabela a seguir apresenta algumas informações específicas sobre cada balanceador de carga.

Balanceador de carga Tipo de tráfego Preserva IP do cliente Global ou regional Esquema de balanceamento de carga Portas de destino do balanceador de carga Proxy ou passagem
HTTP(S) HTTP ou HTTPS Não Global EXTERNAL HTTP em 80 ou 8080, HTTPS em 443 Proxy
Proxy SSL TCP com descarregamento de SSL Não Global EXTERNAL 25, 43, 110, 143, 195, 443, 465, 587, 700, 993, 995, 1883, 5222 Proxy
Proxy TCP TCP sem descarregamento de SSL Não Global EXTERNAL 25, 43, 110, 143, 195, 443, 465, 587, 700, 993, 995, 1883, 5222 Proxy
TCP/UDP de rede TCP ou UDP Sim Regional EXTERNAL Indiferente Passagem
TCP/UDP interno TCP ou UDP Sim Regional INTERNAL Indiferente Passagem
HTTP(S) interno HTTP ou HTTPS Não Regional INTERNAL_MANAGED HTTP em 80 ou 8080, HTTPS em 443 Proxy

A seguir

Consulte Visão geral do balanceamento de carga para mais informações sobre cada tipo de balanceador de carga.

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…