Guia de início rápido: implantar no Cloud Run para Anthos no local

Saiba como ativar o Cloud Run para Anthos no Google Cloud (anteriormente conhecido como "Cloud Run for Anthos") emClusters do Anthos no VMware (GKE On-Prem) e implantar um contêiner de amostra predefinido no cluster.

Antes de começar

  1. Este guia de início rápido parte do princípio de que você tem clusters ativos do Anthos no VMware (GKE On-Prem) com o Cloud Run para Anthos ativado. Para criar um, consulte Como configurar o Cloud Run para Anthos no local.

    Para mais informações sobre o Anthos, consulte Preços do Anthos.

  2. Faça login na sua conta do Google.

    Se você ainda não tiver uma, inscreva-se.

  3. No Console do Google Cloud, na página do seletor de projetos, selecione ou crie um projeto do Google Cloud.

    Acessar a página do seletor de projetos

  4. Verifique se o faturamento está ativado para seu projeto na nuvem. Saiba como confirmar se o faturamento está ativado para o projeto.

  5. Para enviar uma solicitação para o serviço de amostra implantado, instale o cURL.
  6. Para garantir que você tenha a versão mais recente, instale ou atualize o SDK do Cloud:

Como configurar o ambiente de linha de comando

Configure o SDK do Cloud e kubectl para o Cloud Run para Anthos no local:

  1. Instale e inicie o SDK do Cloud.

  2. Defina o projeto padrão do Google Cloud usado pela ferramenta de linha de comando gcloud para o projeto do Cloud que você acabou de criar:

    gcloud config set project PROJECT-ID

    Substitua PROJECT_ID pelo ID do projeto do Cloud.

  3. Instale a ferramenta de linha de comando kubectl:

    gcloud components install kubectl
  4. Atualize os componentes da ferramenta gcloud instalados:

    gcloud components update

Como implantar um contêiner de amostra

Para implantar um contêiner no cluster que você acabou de criar, realize as etapas a seguir:

  1. Execute o comando:

    gcloud kuberun core services create SERVICE --image IMAGE_URL
    • Substitua SERVICE pelo nome do serviço em que você está implantando. É possível omitir inteiramente esse parâmetro, mas será solicitado o nome do serviço, se você omiti-lo.
    • Substitua IMAGE_URL por uma referência à imagem de contêiner. Por exemplo, gcr.io/myproject/my-image:latest.
  2. Aguarde a conclusão da implantação. Após a conclusão, uma mensagem de sucesso é exibida com o URL do serviço implantado.

Como acessar seu serviço implantado

Depois de implantar o serviço, use o cURL para enviar uma solicitação e verificar se o serviço está funcionando, usando o endereço IP externo do serviço do balanceador de carga criado para o controlador de entrada do Istio:

  1. Consiga e anote o endereço IP usando a linha de comando kubectl:

    kubectl get svc istio-ingress -n gke-system --output 'jsonpath={.status.loadBalancer.ingress[0].ip}'

  2. Receba e anote o domínio usando a linha de comando kubectl:

    kubectl get route SERVICE  --output jsonpath='{.status.url}' | sed 's/https\?:\/\///'

    Substitua SERVICE pelo nome do serviço.

  3. Invoque o cURL com DOMAIN e IP_ADDRESS do seu serviço:

    curl -v -H "Host: DOMAIN" http://IP_ADDRESS

    Substitua:

    • DOMAIN pelo domínio que você conseguiu anteriormente.
    • IP_ADDRESS pelo endereço IP que você recebeu nas etapas anteriores.

Limpeza

Exclua seu serviço local do Cloud Run for Anthos executando:

gcloud kuberun core services delete SERVICE

Substitua SERVICE pelo nome do serviço.

A seguir

Para aprender a criar um contêiner a partir do código fonte, enviá-lo para o Container Registry e implantá-lo, consulte estes tópicos: