Escolher uma plataforma mínima de CPU

As páginas mostram como criar um cluster ou pool de nós, tendo como valor de referência uma plataforma de CPU mínima.

Visão geral

Ao criar um cluster ou pool de nós, escolha uma plataforma mínima de CPU como valor de referência para os respectivos nós.

Certas cargas de trabalho avançadas de uso intenso de computação nos setores de gráficos, jogos e análise podem usar os recursos específicos disponíveis por meio de diferentes conjuntos de recursos da plataforma de CPU, como AVX-2, AVX-512. A escolha de uma plataforma de CPU específica pode gerar aumentos substanciais no tempo de execução e no desempenho. Com a especificação de uma plataforma mínima de CPU, as cargas de trabalho podem realizar esses ganhos de modo mais previsível. Além disso, é possível garantir que os nós nunca usem uma plataforma de CPU inadequada à carga de trabalho delas.

Sobre a escolha de uma plataforma de CPU mínima

Ao fazer essa escolha, o Google Kubernetes Engine tentará criar o cluster ou o pool de nós usando a plataforma mínima de CPU sempre que possível.

Existem certos casos em que não é possível. Exemplo:

  • Se a plataforma de CPU mínima for mais antiga que a plataforma padrão da zona ou não estiver mais disponível e houver uma mais recente com o mesmo custo, o GKE criará o cluster ou pool de nós usando a plataforma mais recente.
  • Se for especificada uma plataforma que não esteja disponível e não houver uma equivalente mais recente ou com preços idênticos, a criação do nó falhará.

Os nós nunca usam uma plataforma mais antiga do que a plataforma mínima de CPU especificada, e o custo dos nós não mudará se o GKE escolher uma plataforma mais recente.

Os nós manterão a mesma plataforma por todo o ciclo de vida, a menos que a plataforma de CPU especificada seja suspensa. Nesse caso, os nós serão executados em uma plataforma mais recente.

Limitações

  • A disponibilidade de plataformas de CPU varia entre as zonas.
  • A plataforma mínima da CPU não pode ser usada com tipos de máquina com núcleo compartilhado, como g1-small.

Disponibilidade

Para ver quais plataformas de CPU estão disponíveis em sua zona de computação desejada, execute o seguinte comando:

gcloud compute zones describe [COMPUTE_ZONE]

Para [COMPUTE_ZONE], especifique a zona de computação desejada.

O comando retorna uma lista das plataformas disponíveis da região, por exemplo:

availableCpuPlatforms:
- Intel Skylake
- Intel Broadwell

Para mais informações, consulte Como especificar uma plataforma mínima de CPU para instâncias de VM na documentação do Compute Engine.

Preço

Não há custo adicional para esse recurso.

Como criar um novo cluster com uma plataforma de CPU mínima

Você pode criar um cluster com uma plataforma de CPU mínima usando a ferramenta de linha de comando gcloud, o console do Google Cloud Platform ou a API do GKE.

gcloud

Para criar um novo cluster com uma plataforma de CPU mínima usando a ferramenta de linha de comando gcloud, defina a sinalização --min-cpu-platform e especifique o nome amigável para a plataforma de CPU:

gcloud container clusters create [CLUSTER_NAME] --zone [COMPUTE_ZONE] \
--min-cpu-platform [PLATFORM_NAME]

em que:

  • [CLUSTER_NAME] é o nome que você escolheu para o cluster;
  • [COMPUTE_ZONE] é a zona de computação do cluster;
  • [PLATFORM_NAME] é a plataforma de CPU pretendida para ser executada no cluster.

Por exemplo, com o comando a seguir, é criado um cluster chamado example-cluster com a plataforma Intel Broadwell:

gcloud container clusters create example-cluster --zone us-central1-a \
--min-cpu-platform “Intel Broadwell”

Console

  1. Acesse o menu do Google Kubernetes Engine no Console do GCP.

    Acessar o menu do Google Kubernetes Engine

  2. Clique em Criar cluster.

  3. Escolha Cluster padrão ou um modelo apropriado para sua carga de trabalho.

  4. Configure o cluster como quiser. Em seguida, no menu Tipo de máquina, clique em Personalizar.

  5. No menu suspenso Plataforma da CPU, selecione a plataforma pretendida.

  6. Clique em Criar.

API

Inclua a propriedade minCpuPlatform como parte do campo nodeConfig no corpo da solicitação. O valor de minCpuPlatform precisa ser o nome amigável da plataforma, como Intel Haswell, Intel Broadwell e Intel Sandy Bridge.

Por exemplo, o corpo da solicitação para criar um cluster que executa o Intel Broadwell pode se parecer com este.

POST https://container.googleapis.com/v1/projects/[PROJECT_ID]/zones/[COMPUTE_ZONE]/clusters

{
  'cluster': {
    'name': '[CLUSTER_NAME]',
    'nodeConfig': {
      'minCpuPlatform': 'Intel Broadwell'
      ...
    }
    ...
  }
}

em que:

  • [PROJECT_ID] é o código do projeto;
  • [COMPUTE_ZONE] é a zona de computação pretendida;
  • [CLUSTER_NAME] é o nome que você escolheu para o cluster.

Escolher uma plataforma mínima de CPU para um novo pool de nós

Você pode especificar uma plataforma de CPU mínima para um novo pool de nós em um cluster existente usando a ferramenta de linha de comando gcloud, o console do GCP ou a API do GKE.

gcloud

Para criar um novo pool de nós com uma plataforma mínima de CPU usando a ferramenta de linha de comando gcloud, defina a sinalização --min-cpu-platform e especifique o nome amigável para a plataforma da CPU.

gcloud container node-pools create [POOL_NAME] --cluster [CLUSTER_NAME] \
--zone [COMPUTE_ZONE] --min-cpu-platform [PLATFORM_NAME]

em que:

  • [POOL_NAME] é o nome escolhido para o pool de nós;
  • [CLUSTER_NAME] é o nome do cluster em que o pool de nós será criado;
  • [COMPUTE_ZONE] é a zona de computação do cluster;
  • [PLATFORM_NAME] é a plataforma de CPU pretendida para ser executada no pool de nós.

Por exemplo, com o comando a seguir, é criado um pool de nós example-node-pool com a plataforma Intel Broadwell:

gcloud container node-pools create example-node-pool --cluster example-cluster \
--zone us-central1-a --min-cpu-platform “Intel Broadwell”

Console

  1. Acesse o menu do Google Kubernetes Engine no Console do GCP.

    Acessar o menu do Google Kubernetes Engine

  2. Clique no botão "Editar" do cluster, que se parece com um lápis.

  3. Na seção Pools de nós, clique em Adicionar pool de nós.

  4. Configure o pool de nós como quiser. Em seguida, no menu Tipo de máquina, clique em Personalizar.

  5. No menu suspenso Plataforma da CPU, selecione a plataforma pretendida.

  6. Clique em Criar.

API

Inclua a propriedade minCpuPlatform como parte do campo nodeConfig no corpo da solicitação. O valor de minCpuPlatform precisa ser o nome amigável da plataforma, como Intel Haswell, Intel Broadwell e Intel Sandy Bridge.

Por exemplo, o corpo de solicitação para um cluster que executa o Intel Broadwell pode ser assim:

POST https://container.googleapis.com/v1/projects/[PROJECT_ID]/zones/[COMPUTE_ZONE]/clusters/[CLUSTER_NAME]/nodePools

{
  'nodePool': {
    'name': '[NODE_POOL]',
    'nodeConfig': {
      'minCpuPlatform': 'Intel Broadwell'
      ...
    }
    ...
  }
}

em que:

  • [PROJECT_ID] é o código do projeto do GCP;
  • [COMPUTE_ZONE] é a zona de computação pretendida;
  • [CLUSTER_NAME] é o nome do cluster.

A seguir

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Kubernetes Engine