Clusters Alfa

Nesta página, fornecemos uma visão geral dos recursos Alfa do Kubernetes e explicamos como os clusters Alfa funcionam no Google Kubernetes Engine. Para saber como criar um cluster Alfa, consulte Como criar um cluster.

Visão geral

Teste os recursos Alfa do Kubernetes criando um cluster Alfa. Eles são de curta duração e executam versões estáveis do Kubernetes com todas as APIs e recursos do Kubernetes ativados. Os clusters Alfa foram projetados para usuários novos e avançados que queiram testar as cargas de trabalho que aproveitam as vantagens dos novos recursos antes de ficarem prontos para produção. É possível usar clusters Alfa como clusters comuns do GKE.

Os clusters Alfa têm como padrão executar a versão padrão atual do Kubernetes. É possível especificar uma versão diferente durante a criação do cluster. Para saber quais versões do Kubernetes estão disponíveis, consulte Controle de versão e upgrades e Notas da versão. Se preferir, execute gcloud container get-server-config.

Os clusters Alfa têm as seguintes limitações:

  • Não são cobertos pelo SLA do GKE.
  • Não podem ser atualizados.
    • O upgrade e o reparo automáticos do nó são desativados nos clusters Alfa.
  • São excluídos automaticamente após 30 dias.
  • Não recebem atualizações de segurança.

Diferença entre clusters Alfa e versões Alfa do GKE

Os clusters Alfa não executam necessariamente versões "Alfa" do GKE. O termo cluster Alfa significa que as APIs Alfa estão ativadas no Kubernetes e no GKE, seja qual for a versão do Kubernetes que o cluster executa. Periodicamente, o Google oferece aos clientes a oportunidade de usar versões do GKE que geralmente não estão disponíveis, para fins de teste e validação. É possível executar essas versões com acesso antecipado como clusters Alfa ou como clusters sem as APIs Alfa do Kubernetes ativadas.

Recursos Alfa mais recentes do Kubernetes

A maioria das versões do Kubernetes contém novos recursos Alfa que podem ser testados em clusters Alfa. Para ver uma lista completa de versões do Kubernetes e os recursos que elas incluem, consulte o registro de alterações do Kubernetes.

Sobre estágios de recursos

Novos recursos do Kubernetes são introduzidos em quatro estágios: desenvolvimento inicial, Alfa, Beta e estável.

Para garantir a estabilidade e a qualidade da produção, os clusters normais do GKE só permitem recursos que sejam Beta ou superiores. Os recursos Alfa não são ativados em clusters normais porque não estão prontos para produção ou não recebem upgrade.

Como o GKE faz upgrade automaticamente do plano de controle do Kubernetes, ativar os recursos Alfa na produção pode colocar em risco a confiabilidade do cluster em caso de alterações significativas em uma nova versão.

Para saber mais sobre os estágios dos recursos do Kubernetes, consulte as versões Alfa, Beta e estável na documentação do Kubernetes.

A seguir

Esta página foi útil? Conte sua opinião sobre:

Enviar comentários sobre…

Documentação do Kubernetes Engine